75 FATOS E CURIOSIDADES DOS 75 ANOS DA JEEP – (PARTE 3)

877986378fc84c63adf7c31e4721a44a

No terço final dos 75 fatos mais interessantes e inusitados da história da Jeep®, é possível conhecer alguns exemplos da importância da marca no cotidiano de alguns países. Há ainda muitas referências à participação dos veículos da marca em diversas manifestações culturais e de lazer, e também no universo Pop. Modelo mais recente da Jeep, o Renegade também tem alguns de seus “segredos” revelados.

51) No Brasil, Jeep é a única marca automotiva a se tornar verbete de dicionário, por meio da versão aportuguesada, “jipe”, para definir um tipo de veículo capaz de rodar em terrenos acidentados.

52) O Jeep Grand Cherokee é o SUV que ganhou mais prêmios até hoje ao redor do mundo – mais de 250. Atualmente na quarta geração, o Grand Cherokee tem a maior produção de todos os modelos Jeep, com mais de 5 milhões de unidades, de 1992 até hoje.

53) Desde 1967 é realizado o Easter Jeep Safari em Moab, no estado norte-americano de Utah, reunindo milhares de praticantes do fora-de-estrada. A partir de 2012, o evento tornou-se o palco inicial para modelos conceituais desenvolvidos pela Jeep e Mopar.

54) Com os 75 anos da marca e a 50ª edição do Easter Jeep Safari, uma rara oportunidade foi dada neste ano. Três veículos da Jeep (Grand Cherokee, Wrangler e Wrangler Unlimited) tiveram acesso exclusivo ao temido obstáculo Lion’s Back. Trata-se de uma pedra de 106 metros de altura, com inclinação de 65 graus e que estava fechado desde 2004.

55) Todas as gerações do CJ, e seu sucessor, o Wrangler, sempre tiveram tração 4×4 de série.

56) A tradição militar continua viva na Jeep, por meio do J8. Produzido em diversas versões a partir do Wrangler, ele não é vendido pela FCA e, sim, pela JGMS – Jeep Government & Military Sales, a distribuidora oficial para o governo, exército e clientes de segurança em todo o mundo.

57) O Museu de Arte de NY inclui um Jeep militar, um M138A1, em sua exposição de oito automóveis. Na sua primeira exibição, em 1951, o curador o descreveu como “uma robusta lata de sardinha sobre rodas”.

58) A Jeep ainda se destaca como a única marca americana que está produzindo veículos de uso misto com tração nas quatro rodas ao longo de oito décadas.

59) O desenho de perfil do Jeep MB é o símbolo para uso de veículo off-road, usado pelo Serviço Florestal e outras agências dos EUA.

60) O Cherokee XJ, lançado em 1984, foi o primeiro carro em que o motorista podia acionar a tração 4×4 sem precisar parar o carro para acionar o sistema de roda livre.

61) Existem 432 jogos que já usaram algum modelo da marca Jeep. Um deles é o jogo Mario Kart DS, em que o Donkey Kong usa um Jeep antigo.

62) Os carros da marca Jeep aparecem em mais de 7.000 filmes, sendo usados com muito destaque ou como “figurante”. Alguns deles são: Jurassic Park, O Exterminador do Futuro 4 e Batman vs Superman – este com o Renegade estrelando logo na sequência inicial.

63) A fábrica da Willys Nordeste, em Jaboatão dos Guararapes (PE), aberta em 1966, é um marco importante do retorno da produção da marca Jeep no Brasil. Ela foi comprada no início do processo concluído com a inauguração do Polo Automotivo Jeep, 49 anos depois. Hoje ela é uma fábrica de peças do Grupo FCA e fornece os chicotes do Jeep Renegade.

64) Clássicos da Jeep fazem sucesso entre celebridades. O estilista Ralph Lauren é proprietário de um Jeep CJ-5 branco, e João Barone, baterista do grupo Paralamas do Sucesso, tem um Jeep Willys MB 1944 (apelidado de Gisella).

65) Em Manila, Filipinas, o principal meio de transporte popular se chama Jeepney. São restos de jipes usados pelos americanos na Segunda Guerra Mundial. Eles são transformados em algo parecido com um ônibus e ganham decoração com cores exageradas.

66) Na montanhosa zona cafeeira da Colômbia, o Jeep foi apelidado de Yipao e, por ser o principal meio de transporte de cargas, tornou-se um símbolo local. Não por acaso, os moradores da região colombiana de Quindío fazem um festival em homenagem ao Jeep, com modelos fartamente enfeitados e competições de habilidade, como no vídeo abaixo. O evento tem duração total de cinco dias e é o maior desfile de Jeeps do mundo.

67) Desde 1967 é realizado o Easter Jeep Safari em Moab, no estado norte-americano de Utah, reunindo milhares de praticantes do fora-de-estrada. A partir de 2012, o evento tornou-se o palco inicial para modelos conceituais desenvolvidos pela Jeep e Mopar.

68) Em meio a centenas de acessórios oferecidos pela Mopar, a marca de peças, serviços, competição e personalização do grupo FCA – Fiat Chrysler Automobiles, um dos mais curiosos é o Trailer Camper Off-Road. Trata-se de um reboque que imita a traseira de um Wrangler, inclusive com o para-lama trapezoidal e as lanternas quadradas, e com recursos para acampar, como cama, mesa, sofá e cobertura de lona, para servir de tenda.

69) O Polo Automotivo Jeep, na cidade de Goiana, em Pernambuco, começou a produzir em fevereiro de 2015 o Jeep Renegade, com 80% de nacionalização.

70) Uma das inspirações para o interior do Renegade foram os esportes extremos. Um exemplo desse tema são as saídas de ar acima do painel central que parecem óculos de esqui.

71) O “X” das lanternas traseiras do Renegade – e presente em outros pontos do SUV – é inspirado nos galões de combustível do exército que também tinham um X estampado.

72) O nome Renegade já havia sido usado pela Jeep antes do lançamento do SUV. O primeiro emprego foi na década de 1970, para nomear uma versão com estilo mais esportivo do CJ-5. Recentemente, também foi o nome de um conceito apresentado em 2008 no Salão de Detroit.

73) Nos Estados Unidos, a marca Jeep foi a primeira que chegou aos 2 milhões de seguidores no Facebook.

74) Após uma fase inicial expansionista, até por conta do aspecto mundial da Segunda Guerra, a Jeep se focou nos Estados Unidos a partir dos anos 1980. Com o fim das operações da Willys em vários países, entre eles o Brasil, a Jeep concentrou toda a sua produção nos EUA. Foi só nesta década que a Jeep passou a produzir fora dos Estados Unidos, com a chegada do Renegade: em 2014 na Itália, 2015 no Brasil e 2016 na China. No ano que vem, a Jeep começa a produzir também no México e na Índia.

75) No dia que a Jeep completou 75 anos, 15 de julho passado, saiu da linha de montagem de Toledo (a primeira da Jeep) o modelo conceitual Wrangler 75th Salute, uma releitura moderna do pioneiro Willys MB de 1941. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s