SALÃO SP: Toyota apresenta o SUV C-HR e o RAV4 reestilizado

screen-shot-2016-11-08-at-18-26-27

TOYOTA C-HR

A grande estrela da Toyota é o C-HR, o mais novo representante da Toyota no segmento de crossovers compactos, e que promete ser uma das principais atrações do Salão de São Paulo. O modelo, sem confirmação de vendas no Brasil, será exibido em sua versão conceitual e lidera uma inédita e revolucionária direção no design da Toyota.

Assim como a quarta geração do híbrido Prius, o C-HR faz uso da nova plataforma global da marca, a TNGA (Toyota New Global Architecture), que proporciona maior rigidez do chassi, aumenta o silêncio a bordo, garante melhor dirigibilidade e elevado nível de conforto.

2017-toyota-rav4-front

TOYOTA RAV4 REESTILIZADO

Na edição 2016 do Salão do Automóvel de São Paulo, o público pode conhecer de perto os aprimoramentos realizados no design da RAV4 2017, as novidades mais sensíveis estão em seu desenho, que entrega um aspecto ainda mais forte e dinâmico, reforçado por um novo formato no acabamento da grade frontal e para-choque dianteiro, de linha mais fina e que envolve desde o emblema até os faróis.

Além disso, o para-choque traseiro passa a ser pintado na cor do veículo, oferecendo uma sensação maior de requinte. A traseira da RAV4 nesta versão 2017 recebeu um novo aplique na tampa do porta-malas, a fim de diminuir precisamente os ruídos ocasionados em arrancadas e retomadas, melhorando ainda mais o conforto ao dirigir.

Outro grande destaque da linha 2017 da RAV4 exibida no Salão de São Paulo está nos faróis integrados no para-lama, que passaram a contar com luzes diurnas em LED. Aliás, todas as funções de iluminação do modelo 2017 adotaram tecnologia full-LED.

Em seu interior, a RAV4 2017 ganhou um novo painel de TFT colorido, bem como um novo porta-copos no console central, aumentando ainda mais sua sofisticação e conforto.

A linha 2017 da RAV4 comercializada no Brasil contará apenas com a versão CVT TOP com tração 4×2, motorização Dual VVT-i 2.0L 16V de quatro cilindros e transmissão automática CVT, que simula até sete velocidades no modo manual sequencial. O conjunto mecânico gera potência máxima de 145 cv a 6.200 rpm, com torque máximo de 19,1 kgfm a 3.600 rpm.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s