Ford Ranger avança no segmento Diesel, e tem nova versão XLS Duratorq 2.2

novaranger2017-3

A Ford Ranger ganhou participação no segmento de picapes médias em 2016, mostrando a boa aceitação especialmente no segmento diesel, onde a picape da Ford teve crescimento mais acentuado, da ordem de 20%. O lançamento do modelo 2.2 Diesel com transmissão automática contribuiu para impulsionar as vendas da Ranger, especialmente nas versões intermediárias XLS, em que ela atingiu 31% de participação. Somando a versão 2.5 Flex, de 173 cv, a linha fechou 2016 com uma participação de 16% nas vendas, um avanço de 10% comparado ao ano anterior.

O novo plano de manutenção da Ranger, lançado junto com a linha 2017, também foi um fator incremental para as vendas do veículo. Com apenas uma revisão a cada 12 meses ou 10.000 km durante os três primeiros anos de uso, a versão  2.2 diesel, por exemplo, pessou a ter o menor custo de revisão da categoria. Outra vantagem considerável é ser a única da categoria com garantia de cinco anos.

Atualmente, a Ranger é a única a oferecer duas opções de motor diesel – o Duratorq 2.2, de 160 cv, e o Duratorq 3.2 de 200 cv com cinco cilindros –, o que permite melhor opção de acordo com o tipo aplicação, além da versão flex. Traz também equipamentos de série como sete airbags, controle eletrônico de estabilidade e tração (sistema AdvanceTrac) e direção elétrica em todos os modelos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s