Ford Focus foi o hatch médio mais vendido no Brasil em 2016

 

fordfocushatch-16

O Ford Focus liderou o segmento de carros hatches médios no mercado brasileiro em 2016 pelo terceiro ano consecutivo. Com cerca de 29% das vendas, o modelo da Ford ficou à frente do Golf e Cruze numa categoria de veículos que tem importância estratégica por oferecer condução esportiva, motorização de alto desempenho, segurança e portfólio de tecnologias inovadoras.

Referência em dirigibilidade, o Focus é um exemplo de vitrine tecnológica da Ford. Em sua atual geração, a mais moderna da linha, adicionou itens como frenagem autônoma contra acidentes, estacionamento automático em vagas paralelas e perpendiculares e faróis bi-xenon adaptativos.

Traz ainda a terceira geração do sistema de conectividade SYNC, o mais completo do setor. Com funcionamento simples e comandos de voz aprimorados, ele permite acessar vários aplicativos de smartphones e também opera com os sistemas Android Auto e Apple CarPlay. A versão Titanium inclui tela de 8 polegadas, navegação e som premium da Sony.

A segurança do Focus é cinco estrelas tanto na avaliação da entidade Latin NCAP como na Euro NCAP, respectivamente nos continentes latino-americano e europeu. A linha vem de série com controle eletrônico de estabilidade e tração, sistema preventivo contra derrapagens, assistente de partida em rampa, controle de torque em curvas e frenagem de emergência  (sistema AdvanceTrac), além de aviso de pressão baixa dos pneus.

O Focus hatch tem os motores 1.6 Sigma Flex, com transmissão manual de cinco velocidades, e 2.0 Direct Flex com transmissão sequencial de seis velocidades e “paddle shift”.

Ford apresenta Mustang 2018

 

fordmustang2018-1

A Ford apresentou hoje como será o Mustang 2018. Três anos após sua transformação em carro global, o modelo virá com uma série de avanços que acentuam ainda mais o DNA de design e a evolução do cupê esportivo mais vendido do mundo. 

A divulgação mundial das imagens ressalta um visual  ainda mais aerodinâmico na dianteira e na traseira. A performance será ampliada com os motores V8 e EcoBoost 2.3 turbo que foram revisados para oferecer mais potência. Outras novidades são a transmissão automática de 10 velocidades, a tecnologia de suspensão MagneRide e, no interior, o fenomenal painel digital configurável de 12,3 polegadas.

O Mustang 2018 amplia também as opções de personalização com três novas cores da carroceria e 12 tipos de roda. A apresentação prévia global inclui ações nas mídias sociais e eventos com a imprensa em Los Angeles e Nova York.

A chegada ao mercado norte-americano será em setembro próximo. Em seguida, ganha novos mercados mundiais, inclusive com a previsão de chegada ao Brasil no início de 2018. 

Tecnologia e personalização

O novo Mustang é o primeiro carro da Ford a ter painel de instrumentos digital totalmente configurável, com tela de 12,3 polegadas e três modos de personalização: normal, esporte e pista. O sistema, chamado Mustang MyMode, conta com função de memória para o motorista registrar suas configurações preferidas, incluindo ajustes da suspensão e da direção.

fordmustang2018-6

O ronco do motor do novo Mustang também foi refinado e até esse som pode ser personalizado. A versão GT oferece um sistema de válvula ativa de escape, opcional, que permite variar a potência sonora.

fordmustang2018-2

A lista de tecnologias de assistência ao motorista cresceu, com sistemas de frenagem de emergência, alerta de distância, manutenção na faixa e alerta de fadiga. Há também novos recursos de conectividade: os sistemas Ford SYNC 3 e SYNC Connect permitem, entre outras funções, dar a partida, travar, destravar e localizar o veículo remotamente, junto com o aplicativo FordPass para smartphones.

Mais desempenho

Emoção e diversão ao volante fazem parte do DNA do Mustang. Todos os modelos da linha 2018 trazem novos amortecedores, uma nova junta no eixo transversal da suspensão traseira que aumenta a rigidez lateral e barras estabilizadoras inovadoras para refinar a resposta e o controle.

Além disso, como nova opção, o pacote “Performance” vai oferecer a tecnologia de amortecedores MagneRide para otimizar a dirigibilidade em todas as situações de rodagem.

O motor 2.3 EcoBoost de quatro cilindros, que já tinha desempenho superior ao do V6 3.7 anterior, ganha ainda mais torque em acelerações fortes com a tecnologia de “overboost” transitório da Ford.

Já o lendário motor V8 5.0 da Ford foi totalmente reformulado, elevando a potência e o giro da versão GT. Esse aumento de potência foi conseguido com a primeira aplicação da nova injeção direta de alta pressão da Ford em um motor V8 da linha, combinando torque robusto em baixa rotação, mais potência em alto giro e economia de combustível.

A transmissão manual foi aprimorada para extrair o máximo desempenho de ambos os motores. Para o V8 ela foi totalmente redesenhada, incluindo dupla embreagem e um volante de massa dupla para aumentar o torque e uma modulação de embreagem mais eficiente.

A nova transmissão automática de 10 velocidades, disponível nos dois motores, é outro grande avanço. Com relação ampla, ela ajuda a entregar maior potência média em aceleração, melhorando a resposta e o desempenho.

Comparada à transmissão anterior de seis marchas, ela oferece engates mais rápidos, melhor resposta em baixa velocidade e uma grande redução nas perdas por atrito. Seu novo sistema de controle eletrônico traz ajustes exclusivos para cada modo de direção, com programação adaptativa de trocas em tempo real para garantir a marcha certa no momento certo. O motorista também dispõe de trocas manuais nos comandos “paddle shift” da direção.

fordmustang2018-3

Design refinado

O novo Mustang ganhou um design mais atlético, refinado e aerodinâmico, com capô mais baixo e grade redesenhada. Pela primeira vez toda a linha terá luzes dianteiras de LED, incluindo luzes de assinatura, faróis alto e baixo, piscas e faróis de neblina.

A traseira também tem novas lanternas de LED, de aparência sofisticada, além de novo pára-choque e aerofólio. A ponteira de escape é dupla no Mustang EcoBoost e com quatro saídas no Mustang GT com motor V8.

Ampliando as opções de personalização, o carro oferece 12 modelos de roda de liga leve e novas cores externas – incluindo a cor de lançamento Orange Fury.

fordmustang2018-5

A cabine também traz detalhes visuais aprimorados e de aparência sofisticada. O console central tem costuras aparentes feitas a mão e almofadas de joelho. As maçanetas, aros e instrumentos têm acabamento em alumínio. Os revestimentos dos bancos contam com novos padrões e cores e o painel de instrumentos exibe um emblema Mustang renovado. A chave também tem novo design o volante oferece aquecimento opcional.

Novo BMW Série 4 (Coupe, Gran Coupe e Cabriolet)

p90245198_highres_the-new-bmw-4-series

A BMW apresentou os novos Série 4 2018, que destacam o seu carater esportivo. Os faróis redesenhados com tecnologia LED substituir as luzes de xenônio anteriores. Todos os modelos estão equipados com faróis de LED incluindo milha, as lanternas traseiras LED incorporados pela primeira vez no BMW Série 4 realçam sua aparência poderosa, as entradas de ar foram redesenhadas.

 

Desde a sua introdução, a BMW Série 4  cerca de 400 000 veículos vendidos em todo o mundo (até final de 2016) , cuja história começou em 2013 com o BMW Cupê de Série 4. No ano seguinte, o BMW Série 4 Cabrio e Grande coupe concluiram a família. Veículos produzidos em Munique (BMW Coupe Series 4), Regensburg (BMW Série 4 Cabrio) e Dingolfing (BMW Série 4 Gran Coupe).

2017-bmw-4-series-interior-01

No interior, novos componentes galvanizados, aplicações em cromado e console central em preto brilhante destacam a exclusividade e valor com costuras duplas decorativas no painel de instrumentos cria um destaque visual adicional. As três novas cores de bancos, bem como três novos acabamentos internos criam mais opções para individualizar o interior.

As rodas contam com novos  desenhos para modelos Advantage, Sport Line, Linha de Luxo e M Sport. Inúmeras opções de equipamentos adicionais oferecem ao cliente maior e as mais vastas possibilidades de personalização.

p90245358-the-new-bmw-4-series-highlights-01-2017-600px

Novo Audi A3 2017 em detalhes

 

Audi A3-25.JPG

Um dos modelos de maior sucesso da Audi em todo mundo, o Audi A3 Sedan chega ao mercado brasileiro na versão 1.4 Flex com novo design de faróis, lanternas, grade e para-choques, tornando o carro ainda mais atraente.

O modelo passa a contar com volante e alavanca de seta semelhante à do A4, novos difusores de ar, console central com mudança nos botões de acesso ao sistema MMI (media music interface) e duas entradas USB, que dispensam o uso do cabo adaptador. Todas as luzes internas são agora de LEDs.

audi-a3-5

A estrutura de menus no sistema MMI foi redesenhada, passando a ter o mesmo visual dos modelos TT, A4 e Q7. Na tela eletricamente rebatível de sete polegadas, a operação é baseada em smartphones. A peça central do terminal é o botão redondo giratório, cujo anel tem iluminação branca na versão superior. Acima e ao lado do controle rotativo estão alternadores e botões com os quais o motorista pode navegar na nova estrutura de menu. O controle de voz aprimorado para rádio, mídia e telefone agora também entende muitas frases da linguagem cotidiana.

audi-a3-13

Por meio da entrada USB, telefones celulares com os sistemas operacionais iOS e Android podem se conectar com o carro por meio do Audi smartphone interface. O sistema permite que certos aplicativos funcionem diretamente na tela do veículo.

Audi A3-39.JPG

Embora quase nenhuma alteração tenha sido feita às dimensões – 4,24 metros de comprimento e distância entre-eixos de 2,60 metros – o novo A3 tem visual mais esportivo e expressivo. A dianteira traz elementos que remetem ao “irmão maior” A4, com a grade Single frame ampliada e com contornos mais nítidos e os faróis que trazem recortes afiados na borda inferior.

A traseira acentua a largura do novo A3 com o desenho das luzes horizontais iluminadas e a linha de separação acima do difusor redesenhado. Outra novidade é o desenho das rodas, que agora trazem cinco raios.

Performance e eficiência com a tecnologia flex 

As versões Attraction e Ambiente contam com o motor 1.4 TFSI Flex produzido no Brasil, com 150 cv de potência e 250 Nm de torque disponível a apenas 1.500 rpm, otimizando o desempenho nas condições de uso mais frequentes, ou seja, no trânsito urbano, em velocidades moderadas. Um detalhe importante é que os valores de desempenho do motor são idênticos tanto com etanol puro como com gasolina.

audi-a3-17

O motor com injeção direta de combustível na câmara de combustão tem seu desempenho potencializado pelo câmbio automático Tiptronic de seis velocidades, que oferece a possibilidade de trocas de marchas de forma manual por meio da alavanca seletora ou pelas shift paddles posicionadas atrás do volante.  Esse conjunto mecânico de alta eficiência leva o A3 Sedan da imobilidade aos 100 km/h em 8,8 segundos. A velocidade máxima é de 215 km/h.

Uma vantagem da injeção direta de combustível é que não há necessidade de adoção de nenhum sistema auxiliar para partida a frio com etanol, nem mesmo para pré-aquecimento do combustível. A altíssima pressão de entrada do etanol na câmara de combustão e a possibilidade de dosar eletronicamente a mistura ar-combustível garante uma partida sem dificuldades mesmo nos dias mais frios.

Rigidez, baixo peso, acústica, segurança e excelente aerodinâmica

A construção leve é um dos conceitos fundamentais do projeto do A3 Sedan, o que levou à utilização de uma ampla variedade de materiais combinados conforme as solicitações de cada parte do chassi, suspensão e carroceria.

Peças de aço de alta resistência, temperadas na própria matriz onde são moldadas, constituem 26% da carroceria do A3 Sedan.  Elas são aquecidas até cerca de 1.000o C e, em seguida, resfriadas a aproximadamente 200o C, em uma prensa de estampagem refrigerada a água.  Esse processo cria uma estrutura de ferro e carbono com excepcional resistência à tensão. Assim, as peças que utilizam esses aços de alta tecnologia podem ter paredes estreitas e, consequentemente, menor peso.

Componentes temperados nas matrizes são usados na transição entre a dianteira do carro e a célula de passageiros, nas colunas A, no arco do teto, túnel central, soleiras laterais e painéis do assoalho. As colunas B também são feitas de aço temperado na matriz. Suas seções inferiores são mais flexíveis que as mais altas, já que a energia de uma colisão lateral precisa ser absorvida nesta região. A Audi aplica aços de alta resistência em muitas outras áreas da carroceria, como nos elementos longitudinais e nas colunas C. Uma peça conhecida como ‘tailored rolled blank’ une o assoalho com a seção posterior da carroceria: uma chapa única de metal com onze segmentos individuais e cinco diferentes espessuras.

Além disso, o capô, a subestrutura do eixo dianteiro e a seção absorvedora de impactos atrás do para-choque dianteiro e da plataforma traseira são feitas de alumínio. No conjunto, esses componentes de liga leve economizam 12 quilos, o que favorece a distribuição de carga entre os eixos. O suporte do eixo dianteiro é feito de plástico de alta resistência.

Graças aos amplos recursos dedicados pela Audi à manufatura da carroceria, o A3 Sedan possui excelente rigidez torcional estática e dinâmica.  Isso contribui para a alta precisão na fabricação do veículo e para um interior silencioso. O para-brisa com isolamento acústico é equipamento de série, assim como a dupla vedação envolvente que minimiza o ruído do vento nas portas e janelas. Os espelhos externos foram também projetados visando a redução do nível de ruído interno.  Materiais isolantes acústicos no interior, principalmente na peça moldada entre o assoalho e o carpete, são leves e, ao mesmo tempo, altamente eficientes.

O A3 Sedan também oferece ótimos resultados em termos de segurança passiva. Em uma colisão dianteira, a travessa frontal distribui as forças para os dois membros laterais, que passam por uma deformação programada para dissipá-las. Outras zonas de deformação incluem a subestrutura do eixo dianteiro e a parte superior dos para-lamas. Em caso de impacto lateral, os componentes de aço moldado a quente nas soleiras e colunas B proporcionam excelente proteção aos ocupantes. Já em uma colisão traseira, os elementos transversais do para-choque transferem a tensão para os grandes membros longitudinais.

O modelo apresenta ainda coeficiente de arrasto (Cx) de apenas 0,30 graças, em parte, ao acabamento nas áreas não visíveis. Coberturas de plástico reforçado com fibra de vidro revestem a parte inferior da carroceria até a altura das colunas B. Essas coberturas protegem as chapas metálicas e o motor contra impactos e corrosão, ao mesmo tempo em que absorvem vibrações. Um pequeno defletor à frente de cada roda ajuda a minimizar a perda de fluxo de ar. O assoalho externo reduz o arrasto aerodinâmico total em cerca de 12%.

Chassi: alto padrão da engenharia automotiva 

Com um design complexo e ajuste equilibrado, o chassi do A3 Sedan atende aos mais altos padrões da engenharia automotiva. Tudo começa pela distribuição de pesos otimizada, facilitada pelo fato de o eixo dianteiro estar posicionado bem à frente no carro. A suspensão dianteira é tipo McPherson, com braços inferiores em V. O subchassi em peça única e os mancais de pivô conjugados aos motores mais potentes são feitos de alumínio. Esses componentes são, em conjunto, seis quilos mais leves que similares de aço. A bitola dianteira é de 1.555 milímetros.

Além de proporcionar conforto e segurança, o sistema de assistência de direção eletromecânica contribui para a eficiência do sedã. Como o motor é montado diretamente na cremalheira, não consome energia quando o carro anda em linha reta. A força de assistência varia de acordo com a velocidade do veículo. Sua redução de 15,3:1 é esportivamente direta e o diâmetro de giro do carro é de apenas 10,9 metros.

As versões Attraction e Ambiente

Com o motor bicombustível, o A3 Sedan continuará sendo oferecido nas versões Attraction e Ambiente, mas traz maior variedade de itens de série e oferta de opcionais. Todas elas se caracterizam pelo conforto e segurança, incluindo, entre outros itens, um total de sete airbags para proteção dos ocupantes – frontais e laterais na dianteira, airbags de cortina para as janelas laterais dianteiras e traseiras e airbag para proteção dos joelhos do motorista. Outro item de segurança ativa, presente em todas as versões, é o ESP, controle eletrônico de estabilidade.

A versão de entrada, a Attraction, traz de série ar-condicionado, direção eletromecânica, faróis bi-xenônio com ajuste automático de altura e lavadores, rádio MMI com alto-falantes com conexão via Bluetooth, computador de bordo, sensor de estacionamento traseiro, bancos dianteiros com ajuste de altura, volante multifuncional e alavanca de câmbio revestidos de couro e vidros laterais e traseiro com isolamento térmico.

Há ainda o sistema start-stop para desligamento e partida do motor quando o carro é imobilizado, como em semáforos e congestionamentos – um equipamento que pode fornecer até 10% de economia de combustível, sobretudo nas grandes cidades. O freio de estacionamento tem acionamento eletromecânico e as rodas são de alumínio com 16 polegadas.

A versão intermediária Ambiente soma aos itens de série do Attraction sensores de luz e chuva, para-brisa com faixa colorida cinza e rodas de alumínio aro 17.

Um dos diferenciais do A3 Sedan Ambiente é a oferta de opcionais, com dois pacotes de equipamentos: o Design, constituído por bancos de couro sintético, diversos porta-objetos e teto solar panorâmico “Open Sky”, e o pacote Ambiente Plus, que traz controle de velocidade de cruzeiro, espelho retrovisor com função antiofuscante automática, computador de bordo com display colorido, Audi Sound System e pacote de luzes.

 

PREÇOS

A3 Sedan 1.4 TFSI Flex versão Attraction: R$ 115.190,00

A3 Sedan 1.4 TFSI Flex versão Ambiente: R$ 124.190,00

 

DADOS TÉCNICOS

Audi A3 Sedan Attraction

Motor: 1.4 Turbo FSI Flex

Tipo: 4 cilindros em linha, transversal

Cilindrada: 1.395 cm³

Potência máxima: 150 cv* entre 4.500 e 5.500 rpm

Torque máximo: 250 Nm* entre 1.500 e 5.500 rpm

Tração: dianteira

Transmissão: Tiptronic, 6 velocidades

Peso: 1.240 kg

Comprimento: 4.456 mm

Largura: 1.796 mm

Altura: 1.416 mm

Distância entre eixos: 2.637 mm

Porta-malas: 425 l

Tanque de combustível: 50 l

Rodas: 16” 7J

Pneus: 205/55 R16

Desempenho

Aceleração: 0-100 km/h: 8,8 s

Velocidade máxima: 215 km/h

* *Tanto com gasolina como com etanol

 

Audi A3 Sedan Ambiente

Motor: 1.4 Turbo FSI Flex

Tipo: 4 cilindros em linha, transversal

Cilindrada: 1.395 cm³

Potência máxima: 150 cv* entre 4.500 e 5.500 rpm

Torque máximo: 250 Nm* entre 1.500 e 5.500 rpm

Tração: dianteira

Transmissão: Tiptronic, 6 velocidades

Peso: 1.240 kg

Comprimento: 4.456 mm

Largura: 1.796 mm

Altura: 1.416 mm

Distância entre eixos: 2.637 mm

Porta-malas: 425 l

Tanque de combustível: 50 l

Rodas: 17” 7,5J

Pneus: 225/45 R17

Desempenho

Aceleração: 0-100 km/h: 8,8 s

Velocidade máxima: 215 km/h

* *Tanto com gasolina como com etanol

Mercedes Vito 2017 é lançado em versão táxi em Londres

vito-taxi-5

 

A Mercedes lançou o Novo Vito 2017 na versão taxi em Londres. O veiculo apresenta niveis de espaço e refinamento para o motorista e seis passageiros superiores aos concorrentes e tambem conta com acesso para cadeira de rodas.

O motor 114CDI Euro 6 e 136 cv apresenta baixas emissões de poluentes, combinado com um cambio 7G-Tronic.

O Vito segundo a Mercedes tem as caracteristicas perfeitas para ser usado como taxi nas ruas de Londres, principalmente em relação a grande capacidade de esterçamento.

O Vito já vem com start-stop, portas controladas eletricamente em ambos os lados, e um degrau eletrico para facilitar a entrada dos passageiros, que contam tambem com bancos em couro.

O modelo tem garantia de 3 anos com km ilimitada,  intervalo de 40000 km entre as revisões e conta com o serviço MobiloVan roadside por três anos.

Mais de 3000 Vito taxi da geração anterior foram vendidos desde 2008, e a Mercedes acredita o mesmo sucesso da geração atual, os preços partem de £47,000.

vito-taxi-2

Audi A3 Sedan 2017 é lançado com novo visual

audi-a3-sedan-20171-630x420

A Audi anunciou nesta segunda-feira o  A3 Sedan fabricado no Brasil reestilizado e com preço partindo de R$ 115.190, o mesmo da linha 2016.

O modelo ganhou uma atualização no visual, e conta com novos faróis que receberam desenho com recortes, novos parachoques e lanternas, o A3 2017 ficou bem parecido com o novo A4.

audi-a3-sedan-20172-630x420

Internamente o A3 sedan vem com com novo volante, console central, e agora todas as luzes internas são em LED. A tela multimídia é 7 polegadas e rebatível eletronicamente.

audi-a3-sedan-20173-630x420

Os preços da A3 Sedan 2017 não mudaram e são os seguintes:

A3 Sedan 1.4 TFSI Flex versão Attraction: R$ 115.190,00
A3 Sedan 1.4 TFSI Flex versão Ambiente: R$ 124.190,00

 

Ford testa a nova Transit Connect Hybrid como táxi nos EUA.

fordtransithybridtaxi-2

A Ford começou a testar este ano uma tecnologia de nova geração de veículos elétricos, incluindo a van Transit Connect híbrida que é uma das grandes atrações do Salão de Detroit. Uma frota de 20 protótipos da Transit Connect híbrida já está rodando em serviço de táxi em Nova York e outras grandes cidades norte-americanas para avaliar o seu desempenho em condições reais de tráfego intenso.

A Ford também anunciou o lançamento, no final deste ano, de uma van híbrida “plug-in” Transit Custom na Europa, junto com um novo pacote de serviços de mobilidade, telemática e soluções de conectividade.

A nova Transit Connect híbrida tem como modelo o sucesso do primeiro táxi híbrido do mundo – o Ford Escape Hybrid –, que foi também o primeiro utilitário esportivo híbrido do mundo e o primeiro híbrido produzido na América do Norte. Muitos táxis Escape Hybrid ainda estão rodando e transportando passageiros, com mais de 560.000 km cada e usando as baterias originais.

Hoje, a Ford é a marca de híbridos “plug-in” mais vendida da América e a segunda em vendas globais de veículos elétricos nos Estados Unidos. Aproveitando suas duas décadas de experiência nesse segmento, a Ford está usando as lições aprendidas para desenvolver tecnologia patenteada, softwares e serviços para atrair os consumidores de picapes, utilitários esportivos, carros de alto desempenho e frotas comerciais com modelos elétricos.

Onix segue em primeiro na quinzena e Compass assume a liderança entre os SUVs.

 

 

CHEVROLET ONIX 2017
CHEVROLET ONIX 2017

Segundo dados da Fenabrave, o Onix (6353) continua na frente com quase o dobro das vendas em relação o segundo colocado o HB20 (3398) na primeira quinzena de Janeiro.

O Gol depois de ter problemas de produção de 2016 por causa de fornecedor, começa o ano em terceiro lugar com 2402 unidades e a frente do Corolla (2203).

Mas a grande surpresa da quinzena é o Jeep Compass (1451) que com apenas 3 meses de mercado já assume a liderança do segmento de SUVs no Brasil, deixando para trás os maiores vendedores do segmento nos últimos dois anos, o Honda HR-V (1209) e o Jeep Renegade (1185).

 

 

screen-shot-2017-01-16-at-13-34-50

Toyota registra recordes em participação de mercado, produção e exportação em 2016

 

A Toyota do Brasil alcançou em 2016 sua melhor colocação no ranking nacional de vendas e a maior participação de mercado em toda a sua história de 59 anos no País. Com 180.406 unidades comercializadas e 8,8% de market share, a fabricante terminou o ano na 5ª posição do mercado e registrou crescimento de 2,6% nas vendas em comparação a 2015.

Ao longo de 2016, a Toyota do Brasil também obteve resultados recordes em produção e exportação.

Vendas no mercado nacional

sw4a.jpg

O utilitário SW4 consolidou sua liderança na categoria de SUVs médios crescendo cerca de 40% em vendas em relação a 2015. Foram 12.175 unidades comercializadas, fechando uma participação de mercado de quase 53% no segmento.

Malagrine

Pela primeira vez, desde o início das vendas do modelo no Brasil, a Hilux tornou-se líder em todo o segmento de picapes médias, totalizando 33.969 unidades vendidas, cerca de 3,2% a mais que o total vendido em 2015.

Malagrine

O Etios manteve um bom desempenho e atingiu números recordes de produção desde que começou a ser fabricado e vendido no País, em 2012. Ao mercado nacional, foram destinadas 67.768 unidades. A evolução positiva da família Etios pode ser observada pelo aumento de market share deste produto. O modelo foi responsável por 5,8% de todas as vendas no segmento de hatches compactos (aumento de 1,6 pontos percentuais em relação a 2015). Já as vendas do Etios Sedã representaram 10,3% do total vendido na categoria de sedãs compactos (aumento de 1,1 pontos percentuais se comparado ao ano anterior).

O Corolla manteve liderança absoluta no segmento de sedãs médios. O modelo foi responsável por 48% das vendas totais na categoria. Foram 64.737 unidades comercializadas.

A Toyota foi uma das únicas fabricantes a atingir crescimento em 2016, um ano em que o mercado nacional recuou mais de 20%.

 

Malagrine

Híbridos

O híbrido Prius, que teve sua 4ª geração lançada no Brasil em junho de 2016, chegou à liderança do segmento de híbridos no País ao atingir 485 unidades vendidas no ano. Este total representa um aumento de aproximadamente 128% em relação a 2015. Desde que o modelo começou a ser vendido em território nacional, no início de 2013, foram vendidas 1.139 unidades.

Produção

A Toyota do Brasil encerrou o ano de 2016 com produção recorde de 175.901 unidades, um aumento de 1,1% em relação ao ano anterior.

O compacto Etios, fabricado na planta da Toyota em Sorocaba (SP), teve 93.598 unidades produzidas. O sedã médio Corolla registrou 82.303 veículos produzidos no período.

Exportação

Em 2016, a Toyota do Brasil exportou 43.561 de seus veículos produzidos no Brasil para outros mercados da América Latina, desempenho 16% superior ao total registrado em 2015, com 37.496 unidades.

O grande destaque para a operação brasileira da Toyota no comércio internacional ao longo de 2016 foi o compacto Etios, nas carrocerias sedã e hatchback, que confirmou a boa aceitação nos seus mercados de destino (Argentina, Paraguai, Uruguai e Peru) e fechou o ano com aumento de 17,5% no total exportado, atingindo 26.424 unidades comercializadas entre os países vizinhos, contra 22.480 em 2015.

Salão de Detroit: Nissan Vmotion 2.0 vence o Prêmio de Design EyesOn como “Melhor Carro-Conceito”

Nissan_Vmotion_20_Wins_EyesOn_Design_Award_01.jpg

O Vmotion 2.0, um carro-conceito que mostra a nova direção do design da Nissan, é o vencedor do Prêmio EyesOn de Design 2017, como “Melhor Carro-Conceito”. O modelo também recebeu o prêmio de “Melhor Uso Inovador de Cores, Grafismos e Materiais”. O anúncio foi feito apenas um dia após a revelação mundial do conceito, durante a cerimônia de premiação do “EyesOn Design Awards”, na edição 2017 do Salão do Automóvel de Detroit – onde o carro está em exibição.

EyesOn Design Awards é uma das principais premiações na área de design com foco no transporte, com um júri formado por líderes de design de todo mundo que prestam uma homenagem aos melhores carros-conceito e modelos de produção em série que são revelados no Salão de Detroit.

Nissan Vmotion 2.0

“O Vmotion 2.0 é um formidável exemplo de como será o futuro design da Nissan, moderno e dinâmico, mas com muito conforto na cabine”, comentou Mamoru Aoki, diretor executivo de design na Divisão Mundial de Estratégia de Design da Nissan Motor Co., Ltd. “Receber o prêmio das maiores autoridades mundiais na área de design em todo o mundo não é apenas sinônimo de prestígio, mas também demonstra o enorme potencial da nova direção do design da Nissan. É uma honra para nós estar aqui hoje, isso representa uma grande motivação para continuarmos a mostrar ao mundo as infinitas possibilidades do design da Nissan”.

O Nissan Vmotion 2.0 é a evolução da assinatura característica do design frontal de vários modelos atuais da Nissan, chamada de “V-motion”. A premiada cor de carroceria cobre prateado é resultado de uma combinação exclusiva de cobre e outros materiais, criando um efeito em camadas com diferentes matizes e reflexos conforme o ângulo de visão.