Chevrolet vai lançar a S10 Flex automática

chevrolet-s10-teaser-1.jpg

A Chevrolet prepara uma inédita configuração da Nova S10 Flex. A picape, que já traz o motor mais potente e moderno da categoria, ganhará opção de transmissão automática. A novidade chega às concessionárias da marca em breve.

A primeira aparição estática da S10 Flex automática está programada para acontecer no Espaço Chevrolet na Tecnoshow, umas das principais feiras rurais do Brasil. O evento acontece de 3 a 7 de abril, em Rio Verde (GO).

RECALL: Jeep convoca proprietários do Compass

Projeto 551 JEEP

A FCA – FIAT CHRYSLER AUTOMÓVEIS convoca os proprietários dos veículos Jeep® Compass, motorização 2.0 Diesel, ano/modelo 2016 e 2017, para, a partir de 3 de abril de 2017, agendarem seu comparecimento a uma das concessionárias Jeep para que seja providenciada, gratuitamente, a configuração do sistema eletrônico de controle do motor dos veículos.

Os veículos Jeep Compass envolvidos têm numeração de chassi 988675116HKH00441 a 988675126HKH03941, totalizando 1.141 unidades. Foi detectado que o dispositivo que permite o desligamento do motor quando a alavanca de câmbio estiver numa posição diferente de P (estacionamento) e a velocidade do veículo for superior a 8 km/h não está habilitado. Em caso de tentativa de utilização, pelo condutor, do referido dispositivo, o seu não funcionamento conforme previsto no manual poderá aumentar o risco de colisão com consequentes danos físicos e materiais ao condutor, passageiros e terceiros.

O tempo  estimado de reparo é de 30 (trinta) minutos, podendo variar conforme o fluxo de atendimento na concessionária escolhida. Por este motivo, solicitamos aos clientes que agendem sua visita previamente na concessionária Jeep de sua preferência. Para consulta dos números de chassis envolvidos ou mais informações, contate a Central de Serviços ao Cliente Jeep pelo telefone 0800 703 7150 ou consulte http://www.jeep.com.br.

RECALL: FCA convoca proprietários de Fiat Uno e Strada

A FCA – FIAT CHRYSLER AUTOMÓVEIS convoca os proprietários dos veículos Fiat Uno, motorizações 1.0 e 1.3, ano modelo 2016/2017 e Strada, motorização 1.4, ano/modelo 2016/2017 para, a partir de 3 de abril de 2017, agendarem seu comparecimento a uma das concessionárias Fiat para que seja providenciada, gratuitamente, a atualização do software da central eletrônica do motor. Para os veículos Uno com motorização 1.3 equipados com o dispositivo Start&Stop também será necessária a substituição, gratuita, da bomba de combustível.

Os veículos Uno envolvidos têm numeração de chassis entre 9BD195A4NH0722618 a 9BD195A4NH0785160, totalizando 5.089 unidades.  Os modelos envolvidos da Strada trazem chassis entre 9BD57814FHB089108 a 9BD57834FHY143918, totalizando 12.022 unidades. Nestes modelos, foi detectada a possibilidade de falha na bomba de combustível e tal situação pode gerar eventuais inconvenientes, como falha no funcionamento do motor e, em casos extremos, o seu desligamento inesperado e, nos modelos equipados com a função Start&Stop, a não repartida automática. Tais características podem comprometer as condições de dirigibilidade do veículo, aumentando o risco de colisão, com eventuais prejuízos e danos físicos e materiais ao motorista, passageiros e terceiros.

O tempo estimado para o reparo é de aproximadamente uma hora, podendo variar conforme o fluxo de atendimento na concessionária escolhida. Por este motivo, solicitamos aos clientes que agendem sua visita previamente na concessionária Fiat de sua preferência. Para mais informações, o consumidor poderá entrar em contato por meio da Central de Serviços ao Cliente Fiat, pelo telefone 0800 707 1000 ou consultar o website www.fiat.com.br.

CAOA oferece o SUV iX35 com taxa zero

Hyundai_iX35___Alta

A Rede de Concessionárias CAOA de todo o Brasil realiza até este fim de semana uma campanha com condições especiais. Nos financiamentos será oferecida taxa zero para o Hyundai iX35 2.0 Flex, automático, modelo nacional produzido na fábrica da CAOA Montadora, em Anápolis, GO.

Durante a campanha, entre outras opções de taxas e prazos, será possível adquirir, por exemplo, o SUV Premium iX35 ao preço de R$ 99.990,00 com entrada a partir de 60% e saldo financiado em até 18 parcelas sem juros. No site www.caoa.com.br é possível verificar todos os endereços das lojas Hyundai CAOA e outras ofertas imperdíveis. Promoção válida até este fim de semana ou enquanto durarem os estoques.

Hyundai iX35

Produzido na fábrica da CAOA Montadora, em Anápolis (GO), desde 2013, o iX35 tornou-se um dos modelos mais desejados do mercado nacional por sua robustez, qualidade e design arrojado.

O iX35 Flex é equipado com um eficiente motor 2.0 Flex de 16 válvulas que gera até 167 cv (abastecido com etanol), totalmente adaptado às condições brasileiras, e com uma ampla gama de itens de série, oferecendo a melhor relação custo-benefício de sua categoria. O veículo possui ainda câmbio automático de seis marchas com possibilidade de trocas sequenciais.

As versões GL e GLS, do utilitário esportivo Hyundai New iX35 Flex são equipadas com controles de Estabilidade (ESP) e de Tração (TCS), oferecendo mais segurança e conforto para os ocupantes do veículo, além de contar com um pacote tecnológico que proporcionou significativo ganho no índice de eficiência energética, incluindo: tecnologia de desligamento automático do motor – sistema Start/Stop, TMPS (Tire Pressure Monitoring System) sistema de monitoramento da pressão nos pneus, além de pneus de baixa resistência à rolagem.

Fiat Mobi 2018 ganha câmbio automatizado em nova versão Drive GSR

imagem.jpg

 

Agora a linha 2018 do Fiat Mobi reforça ainda mais essa vocação urbana com a chegada de uma nova versão, a Drive GSR, equipada com câmbio automatizado e motor Firefly 1.0.

Por seu projeto moderno e em constante evolução, o Mobi foi o escolhido para receber pela primeira vez na história da Fiat brasileira a combinação de motor 1.0 com câmbio automatizado. E logo de cara justificou esse merecimento: nos testes do Inmetro-PBEV o Mobi Drive GSR (a sigla GSR significa Gear Smart Ride) alcançou o menor consumo de combustível em ciclo urbano entre todos os modelos equipados com motor 1.0 à venda no País.

Esse excepcional resultado em redução de consumo, e também de emissões, vem acompanhado de um novo patamar de conforto para o segmento, graças ao câmbio automatizado GSR-Comfort acionado por botões no console e paddle shifts (borboletas atrás do volante). O conjunto é complementado pelo novíssimo motor Firefly 1.0 três cilindros, direção elétrica com função City e o exclusivo sistema Fiat Live On de entretenimento a bordo.

A gama 2018 do Mobi conta com cinco versões, com nova oferta de conteúdos: Easy, Like, Way, Drive e a nova Drive GSR.

 

Conjunto mecânico perfeito para o uso urbano

Preferido pelos compradores por seu aproveitamento inteligente de espaço interno com dimensões externas reduzidas e design diferenciado, o Mobi ganhou recentemente a versão Drive com motor Firefly 1.0 três cilindros. E agora recebe também o câmbio GSR-Comfort, que unifica a conveniência de um câmbio automatizado à eficiência e desempenho do motor Firefly 1.0, elevando ainda mais a economia  de combustível, principalmente, em situações de tráfego intenso nas grandes cidades.

imagem-2

No console central cinco botões permitem fácil acionamento, incluindo função Sport, que aciona um modo de condução mais esportivo. Por meio de paddle shifts o motorista, se desejar, pode trocar as marchas manualmente, mesmo quando o câmbio estiver na posição automática.

O câmbio do Mobi Drive GSR conta com a função Creeping, que torna arranques e manobras muito mais confortáveis e seguras, inclusive em rampas de até 8% de inclinação. Basta tirar o pé do freio que o Mobi se movimenta, a exemplo de um câmbio automático convencional.
Há também o Auto-up Shift Abort, sistema inteligente que identifica uma rápida retomada de velocidade e aborta a troca para uma marcha superior, mantendo acelerações mais vigorosas, inclusive em ultrapassagens, com o motor em rotação mais elevada.

Já o novo motor Firefly 1.0 três cilindros adota a arquitetura de 2 válvulas por cilindro com geometria do conjunto otimizada. Essa concepção técnica resulta em potência elevada, maior torque em baixas rotações e reduzido consumo de combustível – em resumo, um conjunto perfeito para o uso urbano.

O Firefly 1.0 trabalha em giro mais baixo, assegurando ao Mobi maior silêncio a bordo e condução mais prazerosa. Ela é complementada pela direção elétrica com função City, que quando ativada por meio de um botão no painel reduz ainda mais a necessidade de esforço durante as manobras de estacionamento. A função é desativada automaticamente em velocidades maiores, mantendo a segurança.

O Mobi Drive oferece ainda com tecnologia HCSS, que elimina o tanquinho extra de gasolina para partidas a frio.

 

imagem-4

Mais conectividade e oferta de conteúdo na gama 2018

Ampliando os horizontes da conectividade, o exclusivo Fiat Live On está disponível em quatro das cinco versões do Fiat Mobi 2018. Por meio de um exclusivo app, o Fiat Live On transforma um smartphone comum em uma central multimídia que pode ser acessada pela própria tela do aparelho ou pelo volante multifuncional.

imagem-5.jpg

Simples e ao mesmo tempo completo, o Fiat Live On leva para dentro do Mobi os aplicativos mais usados no smartphone de seu proprietário. Além de acessar apps de trânsito e de músicas como o Spotify, rádios, fotos, internet e realizar e receber chamadas, o Fiat Live On oferece aplicativos exclusivos que auxiliam o motorista, como o EcoDrive e o Onde Parei?. O sistema é complementado por uma entrada USB no painel, que pode ser usada para carregar a bateria do smartphone.

A gama de versões do Mobi 2018 ganhou também kits de conteúdo que permitem ao proprietário personalizar ainda mais seu veículo, adequando-o perfeitamente ao seu estilo e necessidades. As versões e respectivos kits são:

Mobi Easy: Traz de série motor Fire 1.0 EVO 8V Flex, quadro de instrumentos com Iluminação LED e display digital de 3,5 polegadas, brake light, ESS (sinalização de frenagem de emergência), entre outros itens. Pode receber opcionalmente desembaçador com ar quente e o Kit Funcional, composto por vidros elétricos dianteiros, pré-disposição para rádio, desembaçador, limpador e lavador do vidro traseiro e travas elétricas nas portas.

Mobi Like: Adiciona à versão Easy ar-condicionado, direção hidráulica, computador de bordo, vidros elétricos dianteiros, trava elétrica nas portas, volante com regulagem de altura, maçanetas e retrovisores na cor do veículo e outros. Pode receber o Kit Connect, com desembaçador do vidro traseiro, limpador e lavador vidro traseiro, rádio Connect com Bluetooth e volante multifuncional, ou o Kit Live On, que acrescenta a estes itens o sistema Fiat Live On e quadro de instrumentos em TFT.

Mobi Way: Acrescenta à Like barras longitudinais no teto, moldura nas caixas de roda, para-choques exclusivos e suspensão elevada. Essa versão também pode ser equipada com os kits Connect e Live On.

Mobi Drive: Além dos itens da versão Like, traz o novo motor 1.0 Firefly 6V Flex, grade dianteira com pintura em preto ônix, direção elétrica e sistema HCSS de partida a frio. Os kit disponíveis são Connect, Live On e ainda o Tech, composto por chave com telecomando, faróis de neblina, rodas de liga leve 14″, alarme, retrovisor elétrico com Tilt Down, Cargo Box, banco do motorista com regulagem de altura, sensor de estacionamento traseiro, bancos extra série, cintos dianteiros com regulagem de altura, abertura interna do porta-malas e tanque de combustível, além de revestimento da soleira das portas dianteiras.

Mobi Drive GSR: Soma à Drive o câmbio automatizado, volante com paddle shift e computador de bordo A e B. Também pode receber os kits Connect, Live On e Tech.

A oferta de cores contempla as opções sólidas Branco Banchisa, Preto Vulcano e Vermelho Alpine, a perolizada Branco Alaska e as metálicas Prata Bari, Cinza Tellurim e Verde Amazon (as duas últimas exclusivas para a versão Way).

 

Preços da gama 2018:

– Mobi Easy: R$ 33.700

– Mobi Like: R$ 39.190

– Mobi Way: R$ 40.650

– Mobi Drive: R$ 40.650

– Mobi Drive GSR: R$ 44.780

Ford lança novo KA Trail com preços à partir de R$ 47.690

Ford Ka Trail-7

A Ford inicia em abril a venda do Ka Trail, nova versão aventureira que amplia as opções da linha com itens de estilo e engenharia exclusivos e proposta de uso misto. O veículo foi apresentado no Guarujá, em São Paulo, e surpreende tanto pelo visual esportivo e desempenho robusto como por outro atributo que, certamente, será bem aceito neste mercado: o preço mais acessível do segmento.

Disponível nas versões 1.0 e 1.5, o novo hatch aventureiro urbano tem preço a partir de R$47.690, ou seja, R$10.000 a menos que o concorrente mais próximo, e como oferta de lançamento também dispõe de financiamento com taxa zero em 30 vezes. Nesse plano, basta acrescentar R$59 na parcela para levar o motor 1.5. Outra vantagem do Ka Trail é o baixo custo de propriedade. Ele tem preço das revisões pelo menos 20% mais baixo que os competidores e cesta básica de peças 10% mais barata. Conta também com as opções de seguro mais acessíveis do segmento.

Ford Ka Trail-5

Além de suspensão elevada e reforçada, o Ka Trail tem rodas de liga leve e pneus de uso misto de 15 polegadas, faixas esportivas nas laterais e traseira, rack de teto, molduras nas caixas de rodas, faróis de neblina, maçanetas e retrovisores na cor cinza Londres, apliques nos para-choques e lanternas traseiras fumê. A cabine vem com bancos especiais de couro sintético e tecido, pedais de alumínio, soleira protetora na porta e tapetes personalizados.

Como os demais modelos da linha, a nova versão vem de série com ar-condicionado, direção elétrica, travas elétricas, vidros elétricos dianteiros, abertura elétrica do porta-malas e direção com ajuste de altura. Tem também som MyConnection com comando de voz e Bluetooth, compartimento para o celular no painel MyFord Dock, banco traseiro bipartido (60/40) e cinto de segurança de três pontos e apoio de cabeça para os cinco ocupantes.

O desempenho do Ka Trail foi testado na cidade litorânea paulista com sua opção mais atraente de motor: o 1.0 TiVCT Flex de três cilindros, de 85 cv. Outra opção é o 1.5 Sigma Flex, de 110 cv, ambos com a tecnologia eletrônica Easy Start que dispensa tanquinho adicional para partida rápida com etanol e vários aprimoramentos para a redução de atrito e eficiência, com padrão A de economia de combustível aferido pelo Conpet/Inmetro.

Do ponto de vista de engenharia, o Ka Trail é um novo produto e não só um modelo com adaptações estéticas. Com a nova suspensão, ele entrega atributos reais de desempenho para uso fora de estrada leve. A altura do solo ampliada em 31 mm (para 200 mm) aumenta a sua capacidade de imersão e de superar obstáculos, junto com os pneus Pirelli ATR 185/65 R15, de uso misto – 50% em estrada e 50% fora de estrada –, que rodam bem tanto no asfalto como na lama.

As modificações na suspensão incluem novas molas e amortecedores dianteiros e traseiros, barra estabilizadora dianteira maior, eixo traseiro mais rígido e novos coxins do motor com amortecimento hidráulico. Os amortecedores cresceram em tamanho e carga para melhorar o isolamento de impactos e asperezas. Os freios ABS também foram recalibrados e recertificados, assim  como a direção elétrica. A validação do modelo incluiu testes de estabilidade no campo de provas da Ford em Dearborn, nos Estados Unidos, para garantir o padrão global de segurança e dirigibilidade.

Design aventureiro

O Ka Trail é um hatch de visual robusto e postura mais esportiva, com elementos exclusivos que valorizam as linhas modernas do seu projeto. O estilo aventureiro é destacado pelo porte elevado e rodas de liga leve de 15 polegadas na cor cinza Magnetic, de alto brilho. A carroceria tem quatro opções de cores: as sólidas vermelho Arpoador, preto Ebony e branco Ártico, e a metálica prata Dublin.

Ford Ka Trail-3

As faixas laterais e traseiras, na cor cinza com textura em formato de colmeia, trazem grafismos e o logotipo Trail destacados em laranja. As caixas de rodas e os faróis de neblina têm moldura na cor preta, estes últimos com um aplique em prata com a inscrição Trail. Os para-choques dianteiro e traseiro exibem um aplique na parte inferior, de cor prata.

O interior do Ka Trail incluiu o desenvolvimento de cores, materiais, texturas, acessórios e detalhes que refletem a sua proposta de veículo misto. A esportividade é destacada na cabine de forma harmoniosa e elegante, combinando as cores preto e cinza Shadow. O centro do painel e o volante exibem apliques na cor prata. Os bancos são revestidos em couro sintético e tecido com apliques e pespontos em tons verdes e alaranjados. O tecido recebe um tratamento especial “soil repelent”, que repele água e sujeira para facilitar a conservação. Elásticos laterais coloridos e redes atrás dos bancos dianteiros aumentam as opções para o transporte de objetos.

As soleiras das portas são protegidas por faixas pretas personalizadas com o logotipo Trail. Os pedais esportivos de alumínio com apliques de borracha são outro detalhe diferenciado. Os tapetes de borracha têm acabamento com pespontos na cor laranja.

Segmento em crescimento

O Ka Trail chega com uma oferta muito forte em termos de produto, conteúdo e preço no segmento dos chamados utilitários aventureiros, uma tendência que vem se consolidando no Brasil. De 2003 a 2017, ele cresceu 400%, passando de 4% para 16% das vendas totais do mercado. No segmento de compactos, só 5% dos modelos oferecem essa característica de fora de estrada leve, com 36.000 unidades vendidas em 2016.

“O Ka Trail vem atender uma grande demanda reprimida de consumidores que gostariam de um carro com essas características e porte mais elevado por um preço mais acessível”, diz Fernando Pfeiffer.

Para incrementar ainda mais o Ka Trail, a Ford oferece uma linha completa de acessórios originais. Entre outros itens, a lista inclui central multimídia Ford Smart Connection com CarPlay e Android Auto e tela capacitiva de 6 polegadas, espelho retrovisor com câmera de ré, sensor de estacionamento, sensor de ponto cego, geladeira portátil, rede organizadora do porta-malas e cadeirinha para “pets”.

Revisão, peças e seguro

Além do preço de aquisição mais vantajoso, o chamado  custo de propriedade é outra vantagem do novo compacto aventureiro da Ford. Com preço fixo, suas três revisões anuais somam um total de R$1.040, o menor da categoria. Os valores são: primeira revisão, aos 12 meses ou 10.000 km, em quatro vezes de R$67; segunda revisão, aos 24 meses ou 20.000 km, em quatro vezes de R$86; e terceira revisão, aos 36 meses ou 30.000 km, em quatro vezes de R$107.

A Ford oferece também a opção de três planos de manutenção preventiva Ford Protect, que permitem incluir o valor das revisões no financiamento. O plano Basic inclui as três revisões do período de garantia, de três anos, por R$1.450. O plano Advanced inclui uma quarta revisão, aos 48 meses ou 40.000 km, por R$2.250, e adiciona um ano de garantia estendida. O plano Premium abrange cinco revisões (sendo a quinta aos 60 meses ou 50.000 km), por R$2.650, com mais dois anos de garantia estendida.

O custo da cesta básica de peças de reposição do Ford Ka Trail também é menor que o dos concorrentes, segundo as publicações de referência do mercado. No seguro, é a mesma coisa: o preço da apólice do Ka tem a menor média nacional e ainda conta com um programa especial dos Seguros Ford.

Chevrolet confirma Equinox no Brasil ainda este ano

2018-Chevrolet-Equinox-001.jpg

O Equinox será lançado no Brasil no segundo semestre. O modelo chega para reforçar a família de utilitários esportivos e crossovers da marca no país, composta pela linha Activ (Onix e Spin), além dos novos Tracker e Trailblazer.

 

“Este é o ano dos SUVs na Chevrolet, e o Equinox é a principal novidade global da linha 2017”, destaca Carlos Zarlenga, presidente da GM Mercosul.

Na GM Mercosul, o carro será comercializado apenas no Brasil este ano.

MINI Countryman chega ao Brasil em abril por preços à partir de R$ 144.950

P90245965_highRes_mini-cooper-s-countr

A MINI confirma para abril a chegada da segunda geração do Countryman, com nova arquitetura, motor, câmbio e carroceria, dentre outras tecnologias. Apresentado mundialmente no último Salão de Los Angeles, o crossover será oferecido em três versões: Cooper, Cooper S e Cooper S ALL4. Renovado por fora e por dentro, o modelo cresceu em tamanho e equipamentos de série, entre eles faróis full LED, bancos elétricos com memória e ar-condicionado digital duas zonas. “O novo Countryman não é apenas o maior MINI que já construímos, mas é também o mais versátil e tecnologicamente avançado de nossa linha de produtos”, disse Julian Mallea, diretor da MINI Brasil. “A procura por SAVs domina o mercado e conseguimos levar este conceito para a marca, apresentando um dos menores modelos do segmento, com o maior espaço interno”, reforça.

Maior e mais forte 

A nova geração do Countryman é o maior MINI já produzido pela marca, o que reflete em maior espaço para cabeça, pernas e ombros do motorista e dos passageiros. Agora o modelo tem 4,29 metros de comprimento (20 centímetros mais longo que seu antecessor), 1,82 metro de largura, 1,55 metro de altura e 2,67 metros de distância entre-eixos, em todas as versões. O peso líquido é de 1.390 kg (MINI Cooper Countryman), 1.430 kg (MINI Cooper S Countryman) e 1.530 kg (MINI Cooper S Countryman ALL4). O espaço para bagagens também foi consideravelmente ampliado, subindo de 350 litros para 450 litros.

Os motores e câmbios, por sua vez, também ganham destaque e são oferecidos pela primeira vez no novo MINI Countryman. A versão Cooper tem motor três cilindros TwinPower Turbo 1.5l de 136 cavalos entre 4.400 rpm e 6.000 rpm, 22,43 kgfm de torque e câmbio Steptronic automático de seis marchas, que levam o modelo de 0 a 100 km/h em 9,6 segundos — 1,6 segundo mais rápido que o anterior — e à velocidade máxima de 200 km/h. Esse propulsor desenvolve 42% a mais de torque que o seu antecessor.

Já as versões Cooper S e Cooper S ALL4 possuem o motor quatro cilindros 2.0l de 192 cavalos entre 5.000 rpm e 6.000 rpm, 22,43 kgfm de torque e transmissão Steptronic automática de oito marchas — o MINI Cooper S Countryman ALL4 vem equipado ainda com tração integral. Eles percorrem de 0 a 100 km/h em 7,4 segundos e 7,2 segundos cada um, atingindo a velocidade máxima de 225 km/h e 222 km/h, respectivamente. Todas as versões são abastecidas com gasolina.

Tecnologia de ponta 

O novo MINI Countryman oferece uma série de tecnologias. Entre elas está o head-up display, que facilita a visualização do painel de controle ao projetar suas informações em uma tela translúcida na frente do motorista, e o novo sistema de navegação por satélite no monitor circular sensível ao toque de 8,8 polegadas. Ambos dispositivos são encontrados na versão topo de linha Countryman S ALL4.

A nova geração do Countryman estreia também o dispositivo MINI Find Mate, que encontra a localização de utensílios conectados ao seu sistema, por meio de um serviço de localização feito tanto no computador de bordo do MINI Countryman quanto no smartphone, para assegurar que o motorista não esqueça os seus itens pessoais. Caso o objeto esteja fora do alcance do Bluetooth, o motorista será levado ao lugar onde a conexão foi detectada pela última vez. Há ainda luzes diurnas de condução que, pela primeira vez, são emitidas por um conjunto de LEDs posicionados ao redor de cada um dos faróis.

Versões, equipamentos e preços

O novo MINI Countryman está mais equipado e tecnológico. A versão de entrada Cooper vem de série com volante esportivo em couro e botões multifuncionais; bancos com ajuste elétrico e memória; sensor de estacionamento traseiro; ar-condicionado digital Dual Zone; rodas de 17 polegadas “Imprint Spoke” (pneus 225/55 R17); faróis full LED; rádio MINI Visual Boost com tela de 6,5 polegadas e bancos de couro sintético Leatherette. Ela chega por R$ 144.950.

A versão intermediária Cooper S vem equipada, além do motor mais potente, com todos os itens do modelo de entrada, além de bancos em couro “Cross Punch”, rodas de 18 polegadas “Pair Spoke” (pneus 225/50 R18) e teto solar panorâmico. No Brasil, esta versão chega por R$ 164.950.

Por fim, a versão topo de linha Cooper S ALL4 agrega os itens das versões anteriores, além de volante JCW com Paddle Shift; sistema de entretenimento com tela de 8,8 polegadas, HD de 20GB e a inédita função “touchscreen” (tela sensível ao toque); sistema de som Hi-Fi Harman/Kardon; rodas de 19 polegadas “Edged Spoke” (pneus 225/45 R19); head-up display; câmera de ré e suspensão adaptativa e tração nas quatro rodas, dotada de um sistema inteligente que calcula automaticamente a distribuição de força em cada roda. O preço sugerido desta versão é de R$ 189.950.

VW Voyage atinge a marca de 1.500.000 unidades produzidas no Brasil

EZ8A7430up_m.jpg

Maior fabricante de veículos da história do País, a Volkswagen do Brasil acaba de conquistar a marca de 1,5 milhão de unidades do modelo Voyage produzidas no País. O marco produtivo foi representado pelo Voyage Highline na cor azul Lagoon, fabricado na unidade de Taubaté, no interior de São Paulo.

Derivado do Gol, o Voyage foi lançado em julho de 1981 e foi totalmente projetado e desenvolvido no Brasil. Ao longo de sua história, já teve mais de 420 mil unidades exportadas para 61 países. Quinto modelo Volkswagen mais vendido do mercado brasileiro, o Voyage registrou 26.074 unidades comercializadas no mercado nacional em 2016.

História

Oferecido inicialmente apenas com carroceria de duas portas, o Voyage foi lançado nas versões S e LS, com opção de motores movidos a álcool ou a gasolina, ambos de 1,5 litro e refrigerados a água. O câmbio era de quatro marchas.
voyage_tras_amarela

A produção do Voyage teve início na fábrica da Volkswagen em São Bernardo do Campo, que fabricou 340.891 unidades do carro em dois períodos: entre 1981 e 1987 e entre 1990 e 1996. Nos anos de 1988 e 1989 o carro foi produzido na fábrica de Taubaté, no interior do estado de São Paulo. Desde 2008, o modelo é produzido exclusivamente na unidade de Taubaté, na mesma linha em que é fabricado também o Novo Gol.

O nome Voyage significa “viagem” em francês e foi escolhido para o carro pela conotação de qualidades como charme e beleza. O Voyage apresenta design versátil com formas, linhas e proporções harmônicas, combinando uma imagem clássica com modernidade.

Pelo mundo

Uma curiosidade sobre as exportações do Voyage é que o sedã somente é comercializado com este nome no Chile, Colômbia e Argentina. Nos demais países da América do Sul, América Central e México, o Voyage é conhecido como Gol Sedan.
Volkswagen-Fox (1)

Já nos Estados Unidos e no Canadá, onde foi vendido durante um período de sete anos (de 1987 a 1993), foi chamado de Fox (o atual modelo com este nome ainda não existia) e somou mais 202 mil unidades comercializadas. Na ocasião, o Voyage exportado já contava com uma novidade para a época que era um inédito sistema de injeção de combustível. Em relação às versões comercializadas no Brasil, os modelos receberam aproximadamente 2.000 modificações, incluindo suspensão e câmbio de quatro marchas com “overdrive” (longo).

Atualmente, o Voyage é exportado para oito países: Argentina, México, Bolívia, Chile, Colômbia, Peru, Paraguai e Uruguai. Entre os 61 países onde o Voyage já foi comercializado estão Egito, Haiti, Libéria, Bahamas, Angola e Jordânia.

Evolução constante

A versão inicial do Voyage passou por inúmeras atualizações ao longo de sua história, marcada também por várias séries especiais, a começar pelo Voyage Plus, de 1983, e o Voyage Los Angeles, caracterizado pela cor azul metálica, que homenageava os Jogos Olímpicos realizados na cidade americana. Sua produção se estendeu até 1996, quando o modelo foi substituído no portfólio da Volkswagen pelo recém-chegado Polo Classic.
volkswagen-voyage

Em 2008, com plataforma totalmente nova e desenvolvido simultaneamente com a quinta geração do Gol, o Voyage retornou ao mercado, trazendo motor transversal, maior espaço interno e tecnologia e conforto condizentes com os novos níveis de exigência do mercado brasileiro do século 21. Oferecido com motores TotalFlex 1.0 e 1.6, a partir do ano seguinte ele também passou a contar com a opção da transmissão automatizada I-Motion.

De lá para cá, ano a ano, o sedã vem se modernizando e inovando sua categoria. Seja em estilo ou em equipamentos de série. No início de 2016, o sedã recebeu na linha 2017, entre outras novidades, a evolução de design, um interior completamente novo e passou a contar com a tecnologia Volkswagen App-Connect, a mais inovadora em sistemas de infotainment no mercado.

Cronologia
 
1981 – Lançamento do sedã, com duas portas, motor de 1,5 litro refrigerado a água (o mesmo usado no VW Passat) a álcool ou gasolina, nas versões S (Super) e LS (Luxo Super)
 
1982 – Eleito Carro do Ano pela revista AutoEsporte. Início da fabricação também na Argentina, onde foi inicialmente comercializado com o nome Gacel, e da exportação para países da América do Sul com os nomes Senda e Amazon
 
1983 – Primeira série especial, o Voyage Plus. Motor passa a ser 1.6
 
1984 – Lançamento da versão com quatro portas. Série especial Los Angeles, homenagem aos Jogos Olímpicos realizados nos Estados Unidos, na cor azul metálico e equipamento diferenciado como bancos Recaro e aerofólio traseiro (limitada a duas mil unidades). Câmbio de cinco marchas passa a ser oferecido como opcional
 
1985 – Passa a utilizar os motores AP (alta performance) 1.6 e 1.8
 
1986 – Série especial “GLS Super” com motor 1.8
 
1987 – Início das exportações para os Estados Unidos (Projeto 99), juntamente com a Parati. Durante sete anos, rebatizado de Fox, o Voyage, teve 202.062 unidades exportadas para os EUA. Para atender às exigências legais e do mercado americano, as versões CL (Comfort Luxo), GL (Gran Luxo) e GLS (Gran Luxo Super) passaram por aproximadamente 2.000 modificações, incluindo mudanças na suspensão, câmbio de quatro marchas com overdrive, novos faróis, lanternas e para-choques
 
1990 – Comemoração da produção de 600.000 unidades do Voyage no Brasil.
 
1991 – Nova dianteira: mudanças nos faróis, lanternas, grades, capô e para-lamas. O Voyage atinge a marca de 700.000 unidades produzidas, dessas mais de 400.000 foram destinadas ao mercado interno e o restante para o externo, principalmente para os Estados Unidos, e Argentina (onde recebeu o nome de Gacel e Senda), além de outros países da América Latina, África e Europa. Até 1991 a VW já havia exportado mais de 170 mil unidades para os EUA.
 
1993 – Série especial Sport, com motor 1.8
 
1994 a 1995 – Novas cores e revestimentos. Novos rádio e toca-fitas, como itens opcionais
1996 – A produção do Voyage é encerrada após 465.176 unidades fabricadas, dando lugar ao Polo Classic
 
2008 – Volta do Voyage após 12 anos de ausência do mercado. Desenvolvido juntamente com o Gol, o carro tem motor transversal 1.0 ou 1.6 e linhas completamente novas.
 
2009 – Versão I-Motion, com câmbio automatizado ASG e motor 1.6
 
2010 – Novos equipamentos de série: temporizador do limpador do para-brisa, Módulo Alto-falantes e o Módulo Preparação, nas versões 1.0 e 1.6
 
2012 – Alcança o marco de 1 milhão de unidades produzidas no Brasil. Sedã passa a contar com design global e equipamentos inéditos. Novo Voyage traz a nova geração de motores 1.0l, da família EA111. O novo propulsor traz a nova denominação TEC (Tecnologia para Economia de Combustível).
 
2014 – passam a utilizar nomenclatura global para diferenciar suas respectivas versões: Trendline, Comfortline e Highline. E mais: com a linha 2015, a Volkswagen lança o Voyage Evidence, posicionado acima da versão Highline
 
2016 – Modelo recebe evolução de design, interior completamente novo e a tecnologia Volkswagen App-Connect, a mais inovadora em sistemas de infotainment no mercado. Estreia do motor 1.0l de três cilindros Total Flex (82 cv) na linha Voyage.
 
2017 – Conquista a marca de 1,5 milhão de unidades produzidas.

BMW apresenta nova linha de veículos híbridos plug-in no Salão Internacional do Automóvel de Nova York

2017-bmw-530e-iperformance_100577706_h

A BMW mostrará uma nova linha de veículos híbridos plug-in no Salão Internacional do Automóvel de Nova York 2017, que ocorrerá entre os dias 14 e 23 de abril. As novidades incluem modelos da família BMW iPerformance, como o BMW 530e iPerformance; 740e xDrive iPerformance; 330e iPerformance e X5 xDrive40e iPerformance, além dos mais recentes modelos BMW M550i xDrive e M760i xDrive.

A família iPerformance, que representa os veículos híbridos plug-in da BMW, aplica a tecnologia eDrive da BMW i (marca que enfatiza a sustentabilidade e conceitos de veículos tecnologicamente visionários) aos seus modelos por meio de sua expertise técnica em relação a motores elétricos, células de bateria e sistemas de controle eletrônicos.

 

BMW-5series-sedan-iperformance-energymanagement-620x350

O BMW 530e iPerformance é o mais novo membro da família de veículos híbridos plug-in da BMW. O modelo combina o conceito de propulsor elétrico eDrive a um motor a gasolina de quatro cilindros para atingir uma potência conjunta de 248 cv e 42,85 kgfm de torque. Esse conjunto leva o modelo de 0 a 100 km/h em apenas 6,1 segundos. Além disso, o carro consegue rodar 24 quilômetros apenas com eletricidade. Entre os equipamentos, destaque para o controle por gestos, a última geração do head-up display, visão 3D Remote, estacionamento por controle remoto e um avançado sistema de assistência ao motorista, que reflete um passo adiante para a condução autônoma.

bmw-740e-iperformanc-22_800x0w

O BMW 740e xDrive iPerformance reúne todo o conforto e requinte da família Série 7 com as virtudes de um modelo híbrido e livre de poluentes. O sedã de alto luxo é equipado com motor 2.0 TwinPower Turbo de quatro cilindros a gasolina, integrado a um motor elétrico e transmissão Steptronic automática de oito velocidades, que combinados produzem uma potência de 322 cv. É possível percorrer até 22 quilômetros e chegar à velocidade máxima de 140 km/h somente com eletricidade. O carro se destaca ainda pelo extenso uso de fibra de carbono em sua construção, o que reduziu drasticamente o seu peso em relação ao seu antecessor.

2016-BMW-330e-iPerformance-9

O BMW Série 3, modelo premium mais bem-sucedido do mundo, acaba de ganhar sua versão híbrida plug-in: o BMW 330e iPerformance. A combinação inovadora do motor elétrico com o propulsor quatro cilindros a gasolina TwinPower Turbo, que ganhou por duas vezes o prêmio “International Engine of the Year Award”, resulta em uma potência combinada de 248 cv e 42,85 kgfm de torque, que leva o modelo de 0 a 100 km/h em apenas 5,9 segundos e à velocidade máxima de 225 km/h. No modo totalmente elétrico, o modelo percorre até 22 quilômetros e atinge velocidade máxima de 120 km/h.

P90175311_highRes_the-new-bmw-x5-xdriv-1024x683

Primeiro modelo híbrido plug-in da companhia, o BMW X5 xDrive40e iPerformance traz no conjunto mecânico um motor a combustão 2.0 quatro cilindros TwinPower Turbo em linha acompanhado de uma bateria de lítio-íon e transmissão automática de oito marchas. No total, o modelo desenvolve 308 cv de potência e 45,90 kgfm de torque, o que é suficiente para fazer de 0 a 100 km/h em 6,5 segundos. Aproximadamente 22 quilômetros podem ser percorridos no modo totalmente elétrico. Além disso, esse utilitário esportivo traz o sistema inteligente de tração integral da BMW.

Na família Série 5, BMW 540i xDrive e BMW M550i xDrive agora fazem companhia ao BMW 530e iPerformance. Com carroceria em magnésio, alumínio e aço de alta resistência, os modelos são até 62 quilos mais leves que os predecessores. O BMW 540i xDrive 2018 está equipado com motor 3.0 de seis cilindros em linha, que produz 335 cv de potência (35 cv a mais do que o antecessor), 45,90 kgfm de torque, velocidade máxima de 249 km/h e 0 a 100 km/h em apenas 4,7 segundos.  O BMW M550i xDrive, por sua vez, é uma combinação perfeita de luxo e esportividade, como motorização oito cilindros a gasolina e câmbio automático Steptronic de oito marchas. O modelo produz 456 cv de potência e 66,36 kgfm de torque, atingindo de 0 a 100 km/h em menos de 4 segundos — a melhor marca da história da família Série 5.

Por fim, o BMW M760i xDrive 2018 integra o primeiro motor a gasolina de 12 cilindros com a tecnologia M Performance TwinPower Turbo, que resulta em uma mistura de desempenho, eficiência e conforto. Equipado com 601 cv de potência e torque máximo de 81,57 kgfm, o sedã de alto luxo acelera de 0 a 100 km/h em apenas 3,6 segundos e atinge a velocidade máxima de 249 km/h. O modelo é disponível com as mesmas tecnologias avançadas de assistência de condução da linha Série 7, incluindo assistência de condução ativa; aviso de mudança de faixa; proteção de pedestre; detector de ponto cego com prevenção de colisão lateral; aviso de iminente colisão traseira e frontal e sistema de controle por gestos.