Jeep Renegade atinge a marca de 100.000 emplacamentos

imagem

 

A marca Jeep comemora hoje o 100.000º emplacamento do Jeep Renegade no Brasil, exatos dois anos depois do lançamento comercial. Mais precisamente, 100.054 unidades. Há ainda mais números para festejar, como o crescimento de 42,7% nas vendas da marca Jeep no primeiro trimestre deste ano sobre o mesmo período de 2016. Melhorando ainda mais a alta do ano passado, que havia sido de 41% em relação a 2015.

A chegada do Renegade aos seis dígitos comprova o sucesso do modelo que reinventou o segmento dos SUVs compactos no mundo e é até hoje o único no país a ter opção de motor a diesel na categoria. Oferecendo assim todas suas vantagens em força, economia e durabilidade, além da tração 4×4 mais avançada do mercado, com o sistema Selec-Terrain, entre outros recursos, e o também exclusivo câmbio automático de nove marchas.

Uma consideração sobre “Jeep Renegade atinge a marca de 100.000 emplacamentos”

  1. Experiência Shit Renegade, perdão, quero dizer Jeep

    Pessoal, quero dividir com vocês a emoção que é ter um carro Shit, ops Jeep, mais especificamente o Renegade. Peço que me ajudem a divulgar para o máximo de pessoas possível, assim só quem realmente quiser opta por este mundo de aventuras inigualáveis!
    O carro realmente é bonito, moderno, mas quero deixar registrada a minha experiência e relatar o que a minha namorada e eu estamos passando.
    No dia 16 de Janeiro de 2017 o carro dela estava com 1 ano de uso e 10.000 km rodados. Estavamos indo para a minha casa em dois carros e no caminho fomos surpreendidos por uma chuva forte e na metade do caminho, exatamente na Radial Leste, havia um ponto de alagamento totalmente transitável, com um nivel de água que estava sendo vencido por todos os carros (inclusive pelo meu, um Jetta). Para minha surpresa, o Renegade não conseguiu passar e morreu no meio da poça d’água.
    Eu desci do meu carro e fui até ela para ver que havia pcorrido, mas o carro simplesmente apagou. Não consegui entender o que havia ocorrido, pq a água estva num nivel muito baixo e não tinha como molhar distribuidor ou gerar qq outro problema.
    Mas enfim, pedi para ela colocar o cambio em N e fui empurrar o carro para tirar do meio da rua e neste momento um rapaz, que estava em um Palio, parou o carro no meio da poça, desceu (detalhe, a agua nem invadiu o interior do Palio!!!!) e me ajudou a empurrar a Renegade…. quando o carro estacionou próximo ao meio fio, ele voltou para o Palio, engatou 1a. e foi embora, sem o carro se quer regatiar!!!
    Como o carro não ligava e fazia um barulho estranho no motor, chamamos o guincho da Jeep e rebocamos o carro atė em casa.
    No dia 17 foi levado para a concessionaria Dharuj, a mesma onde foi comprado e lá, depois de dois dias, diagnosticaram o calço hidráulico e o inicio da nossa epopéia…
    Na Dharuj, não realizavam o serviço, pois o serviço era terceirizado (mandam para uma oficina terceirizada – isso mesmo, pois só realizam serviços de troca de óleo e procedimentos simples…outros procedimentos mandam para uma oficina de rua), então acionamos o 0800 da Jeep para tentar encontrar uma concessionaria com oficina e que atendesse o seguro.
    No 0800 me passaram a relação de todas as oficinas para que eu ligasse uma a uma para encontrar qual tinha oficina e que atendesse seguro e quando questionei se nao tinham o cadastro das concessionårias com oficina, disseram que não e que o cliente era quem deveria buscar isso, ligando de concessionária em concessionária… Confesso que fiquei puto e indignado, pedi para eles verificarem pois seria mais fácil que a montadora conseguisse esta informação e a atendente ficou de me retornar em seguida… estou esperando até hoje.
    Minha namorada, conversando com o vendedor da Dharuj, conseguiu a inforrmação de que a Sinal de São Bernardo do Campo atendia o seguro e tinha oficina mecânica, entao chamamos o guincho da seguradora e enviamos o carro para SbC, pensamos que o problema estava resolvido.
    Na Sinal, dois dias após a chegada do Renegade, confirmaram o calço hidráulico, acionamos a seguradora e fizeram a constatação de que precisaria trocar o motor inteiro!!!
    O pior é me confirmaram que a Renegade tem a entrada de ar numa area próxima a parte debaixo do parachoque, ficando vulnerável à calços hidráulicos, aí consegui entender pq os outros carros passaram e pq até o Pálio passou onde um “Jeep” ficou.
    Para resumir, o carro ficou mais de 65 dias parado, o atendimento da concessionária Jeep é falho e precisa ser cobrado para darem continuidade (por exemplo, cobramos uma posição e o gerente me disse que estava aguardando a vistoria há 3 dias, mas depois a seguradora nos informou a data do chamado e a concessionaria só abriu o chamaso após reclamarmos…), o motor demorou para chegar, informaram data e depois tentaram postergar, bom, no dia 27 entregaram o carro “pronto”, pediram desculpas e por descuido disseram que já havia outro Renegade na mesma situação sendo avaliado para troca do motor… O carro foi retirado da conxessionária proximo das 18:00h e às 20:00h ja estava sendo guinchado de colta para a condessionaria. Motivo? Não prenderam a mangueira do radiador de forma correta e vazou todo o liquido de arrefecimento do motor novo! Parecia o barulho de um motor diesel. Mais um dia na concessionaria, pedido de desculpas e agora ela tem um carro novo, com pouco mais de 10.000, com motor trocado, desvalorizado, com um projeto estupido onde a estrada de ar é na linha do parachoque (ou mesmo abaixo), que não pode pegar água (vendido em uma cidade como São Paulo, que chive muito e está cheia de ruas que enchem durante o verão), que nāo passa confiança… puro prejuízo e decepção pura.
    Este longo relato é somente uma forma de desabafo e para que possa sercir de base para quem tem dúvidas antes de decidir pela compra. Na entrega do carro, nāo avisam que nao pode entrar em areas alagadas com mais de 22 cm (sim, 22 centímetros, como disse meu amigo Carlos Gomes, 1 palmo), esta informação está no manual, mas é ignorada pelas concessionárias… Quem necessitar de maiores informacões, fico à disposição ou busquem no google “calço hidraulico Jeep Renegade”…
    Hoje, uma semana após o carro sair da concessionária Sinal São Bernardo do Campo, surgiu outro problema: vazamento de gasolina misturada com óleo!
    Sei que muitos vão dizer: “não é possível!”, mas assistam o vídeo e tirem suas conclusões…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s