Auto Shanghai 2017: Novo Mercedes Classe S

Mercedes-Benz S-Klasse; 2017

 

A Mercedes apresentou o novo Classe S, que alem da renovação externa, ele apresenta  novos motores que no futuro vão aparecer em outras gamas da marca alemã. Estes blocos partilham a mesma arquitetura dos propulsores de quatro cilindros  nas versões a gasolina.

Os modelos S350d e S400d, ambos com o seis cilindros em linha com 3.0 litros com 210 e 340 CV, respetivamente. O S560 regressa à nomenclatura da Mercedes – este que é um dos modelos mais venerados pelos fãs da marca – equipado com o V8 de 4.0 litros turbo a gasolina semelhante ao do S500.

O S560e tomará o lugar do atual S500e, que utiliza o bloco seis em linha de 3.0 litros sobrealimentado, com compressor elétrico e tecnologia de 48 volts.

No topo da gama lá estarão os modelos AMG e Maybach. No AMG o destaque é para o S63 que deixa para trás o motor V8 5.5 litros turbo do anterior modelo em favor do 4.0 litros V8 duplo turbo que exibe 620 CV (o anterior tinha 590 CV). Com este aumento de potência, o S63 AMG chega dos 0-100 km/h em 3,5 segundos, menos 0,5 segundos que o anterior. O S65 AMG exibe o bloco V12 de 6.0 litros duplo turbo com 629 CV. Mais tarde, em 2018, serão lançadas novas versões como oS300h, o S400 bem como os S600 e S650 Maybach com motor V12.

Em relação a versão anterior se destacam  os novos para choques dianteiros e traseiros além dos faróis. A grade também tem novo desenho integrando todos os sensores para o sistema de condução semi autónoma, que foi lançado na Classe E no ano passado.

Mas as grandes novidades estão nos sistemas que giram em redor do condutor, tendo o “Intelligent Drive” dado um passo em frente rumo ao topo da condução autónoma. O sistema inclui a função “Active Distance” que oferece aceleração e frenagem totalmente autónomas de acordo com um trajeto previamente desenhado no sistema de navegação do carro. Também a função “Active Speed Limit Assist” foi revista para melhor funcionar com o novo “Active Distance”.

Mercedes-Benz S-Klasse; 2017

O Classe S passa a oferecer a função de condução autónoma que promete mais segurança bem como a função de escolha de um limite de velocidade. Mas o mais importante é que o sistema consegue ajustar a velocidade de forma autónoma, e parando o carro quando o condutor indica que deseja virar para o caminho onde estão a circular outros veículos, por exemplo, em cruzamentos.


Para o Distronic, estão contemplados no painel de instrumentos uma série de novos gráficos, uns exibidos na tela, outros no “head up display”.

O novo sistema de ajuda á condução – que agora é controlado através de botões colocados no revisto volante do Classe S, deixando, finalmente para trás, a alavanca colocada atrás do volante – funciona com uma câmara montada no para brisas, com duas lentes de elevada definição e precisão, para monitorar os sinais de tráfego. Além disso, utiliza um radar de longo alcance capaz de operar até aos 250 metros na frente do carro, ajudando assim a identificar obstáculos e promovendo a travagem.

Para lá de todas estas funções, o sistema é capaz de antecipar as velocidades que serão obrigatórias tendo por base o mapa digital que está inserido no sistema Command Online 5.5. Os dados do mapeamento digital foram feitos pela Here, uma joint venture entre a Mercedes, Audi e BMW e que é descrito por Michael Hafner, responsável pelo projeto de condução autónoma e segurança ativa da Mercedes, como sendo “significativamente mais inteligente que os anteriores sistemas e mapas.” É este mapa da Here que permite à função Active Distance reduzir a velocidade para as curvas, rotatórias  sabendo de antemão o que vai encontrar pelo caminho que o veículo está fazendo.

Mercedes-Benz S-Klasse; 2017Mercedes-Benz S-Klasse; 2017Mercedes-Benz S-Klasse; 2017
A função de condução autónoma pode ser alterada segundo três modos, através do “Dynamic Select”, os modos de condução da Mercedes. O primeiro é o Eco, que provê um estilo de condução conservador e que tenta poupar o máximo de combustível. Segue-se o Comfort, que tem como objetivo seguir marcha com o maior conforto e serenidade possíveis. Finalmente, o modo Sport, programado para retirar do motor a máxima capacidade e a velocidade em curva também varia conforme o modo escolhido.

Os períodos de condução sem mãos estão limitados a 30 segundos, funcionando aqui o sistema Active Steering Assist em conjunto com o Active Distance, tendo o primeiro sido profundamente retrabalhado, funcionando, agora muito melhor.

Mercedes-Benz S-Klasse; 2017Mercedes-Benz S-Klasse; 2017Mercedes-Benz S-Klasse; 2017Mercedes-Benz S-Klasse; 2017Mercedes-Benz S-Klasse; 2017

Uma consideração sobre “Auto Shanghai 2017: Novo Mercedes Classe S”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s