Nissan Navara EnGuard Concept, a picape elétrica de resgate, estará no Salão do Automóvel de Buenos Aires

Nissan Navara EnGuard Concept, a picape elétrica de resgate, es

Um deles será exibido pela primeira vez na América Latina, o Nissan Navara EnGuard (Navara é um dos nomes adotados pela Frontier em alguns mercados pelo mundo). O conceito foi projetado para auxiliar em missões de salvamento e emergência. Por sua resistência e durabilidade, o Nissan Navara EnGuard é ideal para os ambientes mais extremos e difíceis. Entre as tecnologias propostas para uma equipe de salvamento, está um drone que captura imagens de lugares inacessíveis ao resgate. O conceito é consistente com a visão do futuro da marca, o Nissan Intelligent Mobility (Nissan Mobilidade Inteligente), que integra a tecnologia para benefício dos consumidores.

Mas a força e criatividade da Nissan em relação às picapes não se restringe apenas ao Navara EnGuard. Uma segunda picape conceito fará sua estreia mundial em Buenos Aires. O público vai poder conhecer a novidade no estande da marca no Salão do Automóvel de Buenos Aires.

Fiat Argo tem preços à partir de R$ 46.800

imagem-26

O Fiat Argo é fruto de um grande investimento da Fiat Chrysler Automobiles (FCA) na modernização do Polo Automotivo de Betim (Minas Gerais), com foco na excelência construtiva. Ele representa um novo ciclo de renovação na consagrada gama Fiat, depois de um período onde a marca investiu em segmentos onde ainda não estava presente, como o de picapes maiores (Toro) e hatches subcompactos (Mobi).

Para ver a matéria completa clique neste link

 

Confira os preços do Fiat Argo 2018:

  • Argo 1.0 Drive (manual) – R$ 46.800
  • Argo 1.3 Drive (manual) – R$ 53.900
  • Argo 1.3 GSR (automatizado) – R$ 58.900
  • Argo 1.8 Precision (manual) – R$ 61.800
  • Argo 1.8 Precision AT6 (automático) – R$ 67.800
  • Argo 1.8 HGT (manual) – R$ 64.600
  • Argo 1.8 HGT AT6 (automático) – R$ 70.600

Argo: Todos os detalhes sobre o novo lançamento da Fiat.

 

Estilo, Tecnologia, Conforto, Performance, Esportividade e Segurança. Mais que seis palavras, são esses seis atributos que definem o Fiat Argo, modelo que sustenta e dá ainda mais força à nova fase da Fiat no segmento de hatches no mercado brasileiro.

O Fiat Argo é fruto de um grande investimento da Fiat Chrysler Automobiles (FCA) na modernização do Polo Automotivo de Betim (Minas Gerais), com foco na excelência construtiva. Ele representa um novo ciclo de renovação na consagrada gama Fiat, depois de um período onde a marca investiu em segmentos onde ainda não estava presente, como o de picapes maiores (Toro) e hatches subcompactos (Mobi).

 

DESIGN UNE EMOÇÃO E TECNOLOGIA

Da união entre a tecnologia capaz de estampar as superfícies mais refinadas e a emoção da escultura feita à mão, nasce o Fiat Argo. Com design de alma italiana, ele traz o equilíbrio nas proporções, a elegância nos detalhes e a esportividade tão desejada em um hatch.

imagem-2

O tema “wrap around” (contornos envolventes) experimentado anteriormente no Fiat Toro agora se movimenta de forma mais inquieta, quase nervosa, para que toda a emoção de um hatch possa ser percebida por meio de linhas insinuantes.

Na parte frontal, o capô longo e volumoso demonstra sua imponência e presença. Os faróis que invadem a lateral com dinamismo são bi-parábola, com guias de LEDS que deixam uma assinatura marcante e um olhar tecnológico. A grade deixa de ser um simples elemento de cobertura de partes internas do cofre do motor para se tornar um objeto tridimensional, rico em detalhes. Trata-se de uma linha moderna do design automotivo, também visto em modelos de segmento premium e em superesportivos europeus.

imagem-4

A parte inferior reforça visualmente a largura do carro com as tomadas de ar esculpidas nas extremidades do para-choque. O efeito visual é imediato, com o aumento do “size-impression” e a percepção de equilíbrio nas formas.

Destacam-se no desenho volumoso as caixas de roda anabolizadas, com músculos sob a linha de cintura que contorna todo o hatch. O amplo entre-eixos permitiu explorar a forma como a luz se movimenta ao redor do carro, criando um efeito de luz e sombra que acentua a tensão e o espirito arrojado. O resultado é uma escultura dinâmica, sensual e atraente. O Argo, mesmo parado, transpira movimento e esportividade.

Na traseira, as lanternas têm desenho fragmentado e moderno, com formato em “C” apontando para o centro do logotipo FIAT e dando suporte para as laterais esculpidas da tampa traseira. O para-choque esportivo, com seu desenho extrator, enfatiza o caráter jovial do carro, ao mesmo tempo em que garante leveza ao conjunto.

imagem-5

 

REFINAMENTO INTERIOR

A essência da marca Fiat sempre se traduziu em paixão e esportividade, e estes dois elementos nortearam o processo criativo do interior do Fiat Argo. O time de Design foi buscar na arquitetura das grandes cidades a inspiração para criar as linhas-guia do hatch.

O painel inspira amplitude e beleza através de sua composição em três níveis, com elementos envolventes. A adoção de um sistema multimídia de 7 polegadas, de aspecto flutuante, chama a atenção de imediato, assim como o belo layout das áreas funcionais (botões, climatização e saídas de ar).

imagem-6

O aspecto esguio e leve do painel é complementado pelos detalhes: na camada superior, as saídas de ar laterais direcionadas para os ocupantes, a integração entre painel e portas e a cobertura vazada do quadro de instrumentos.

Na camada intermediária, a faixa pintada incorpora as três saídas de ar centrais, inspiradas nos ícones esportivos da FCA. Na parte inferior, o controle central no conceito “tecla de piano” é mais um item que confere modernidade e ineditismo em seu segmento. Este conceito mantém a leveza do painel com ergonomia digna de segmentos superiores.

O console central teve o layout trabalhado de maneira específica para cada tipo de câmbio. Além do fácil acesso à porta USB e entrada auxiliar. Aos passageiros do banco de trás estão disponíveis porta-objetos, porta-copo e mais uma entrada USB completa, que inclui transferência de dados.

O painel de portas possui apoia braço recoberto em tecido integrado ao puxador. Os bancos elevaram o conforto e qualidade do acabamento, com volumes e contenções maiores.

imagem-18

Por fim, o volante, que traduz a esportividade do Fiat Argo, trazendo elementos do universo das corridas, como empunhadura levemente mais espessa, apoio para os polegares, base achatada e faixa central na parte superior.

 

SEGURANÇA INIGUALÁVEL NA CATEGORIA

O Fiat Argo se destaca nesse quesito, introduzindo equipamentos antes presentes apenas no segmento dos hatches de médio porte. Entre os itens que ampliam a segurança a bordo estão os airbags laterais dianteiros e a câmera de ré com linhas dinâmicas e sensores de estacionamento. Bancos com ISOFIX, que permitem a melhor fixação de cadeiras infantis à carroceria, são de série em todas as versões do Fiat Argo, assim como os repetidores de pisca laterais nos retrovisores. Mas o que o diferencia dos concorrentes está na lista a seguir.

Controle Eletrônico de Estabilidade (ESC)  Através de uma série de sensores, o sistema garante a dirigibilidade e estabilidade do carro nas situações de perda de aderência dos eixos dianteiro ou traseiro. Para tanto, automaticamente as rodas são freadas de forma seletiva, e a potência do motor pode ser momentaneamente diminuída, permitindo que o veículo tome a direção correta apontada pelo volante.

Controle de Tração (TC)  Item especialmente útil em rampas íngremes e escorregadias. Nessa situação, a baixa aderência faz com que as rodas patinem e o veículo tenha seu movimento e dirigibilidade comprometidos. Ao perceber isso, o sistema diminui o torque de forma seletiva nas rodas dianteiras, podendo diminuir a potência do motor, para aumentar a aderência das rodas ao piso e garantir uma partida segura e sem sustos.

Hill-Holder  O assistente para partida em rampas impede que o carro se desloque nas saídas em trechos íngremes, evitando colisões. E também atua em manobras de estacionamento em subidas ou descidas.

Carroceria reforçada com aços de alto resistência – Quase toda a carroceria do Fiat Argo usa aços de alta resistência. Em especial, as áreas que formam a célula de sobrevivência aos ocupantes contam com aços ultra resistentes ou até hot stamping em áreas planejadas. Na comparação com o Fiat Punto, o Fiat Argo teve aumento de 7% na rigidez torcional e de 8% na rigidez flexional, o que resulta em maior resistência, segurança e durabilidade.

 

ESPAÇO, CONFORTO E NÍVEL DE EQUIPAMENTOS INVEJÁVEIS

O Fiat Argo esbanja elementos que tornam a vida a bordo mais agradável e convidativa. Além do design envolvente e ergonômico, e do acabamento de categoria superior, o hatch tem uma extensa lista de itens de conforto, praticidade e comodidade. E impressiona pelo aproveitamento de espaço na cabine e no porta-malas.

Espaço surpreendente – O Fiat Argo tem o maior habitáculo do segmento, com 2.806 litros de área. Na categoria, ele é imbatível em habitabilidade dianteira e traseira, e também em espaço para cabeça, joelhos e cotovelos. O hatch conta com bancos que acomodam de forma envolvente e confortável os ocupantes, sem truques para garantir um espaço interno generoso, sobretudo para quem viaja nos bancos traseiros. Com pessoas de estatura média no carro, quem viaja atrás consegue cruzar as pernas e viajar confortavelmente. O porta-malas de 300 litros tem formato retangular, quase sem interferência das caixas de roda. A área de carga pode ser consideravelmente ampliada com o rebatimento dos bancos traseiros bipartidos.

imagem-11

Posição de dirigir  O banco do motorista conta com ajuste de altura, enquanto o volante pode vir com regulagens de altura e profundidade. Essa combinação permite que o motorista encontre facilmente a melhor posição a bordo, independentemente de seu tipo físico.

Comandos no volante/paddle shifts  Que tal selecionar a estação de rádio ou a música preferida e controlar as operações do telefone sem tirar as mãos do volante e os olhos do trânsito? É exatamente o que os controles do sistema de áudio e telefone no volante permitem, com indicações diretas e intuitivas. Sem falar dos paddle shifts para trocas de marcha nas versões automática e automatizada.

Central multimídia de 7 polegadas touchscreen  Esse é o grande diferencial de requinte e tecnologia do interior do Fiat Argo, quase como se um tablet se sobressaísse acima do painel central, com ótima ergonomia e visibilidade. A central conta com tela multicolorida High Definition, um diferencial frente à concorrência, e sensível ao toque de sete polegadas. Os comandos são acessados de forma rápida e extremamente intuitiva. Além disso, o sistema é compatível com os aplicativos Apple CarPlay e Android Auto. Com eles, os comandos são feitos por botões, toques ou voz. Basta dizer o nome de uma música da playlist para que o sistema a disponibilize no sistema de áudio do carro. Com capacidade de receber aplicativos complementares de preferência do usuário, a central multimídia torna-se um conjunto completo de navegação, entretenimento e conveniência a bordo.

imagem-22.jpg

Quadro de instrumentos digital  Usando tecnologia TFT para alta definição de imagens, o display de 3,5 polegadas tem configuração personalizável de acordo com as preferências do motorista. Nas versões 1.8 (Precision e HGT), ela tem o dobro do tamanho (7 polegadas) – uma exclusividade do Argo frente aos seus concorrentes. Independentemente do tipo de tela, o computador de bordo é de série em todas as versões, com informações e controles detalhados do carro e da forma de condução. Dependendo da configuração, o número de funções à disposição do motorista pode chegar a 70.

imagem-21

Keyless Entry’N’ Go  Conveniência e comodidade extras ao liberar o uso do telecomando para destravar as portas e ligar a ignição no Fiat Argo. Sensores de presença instalados nas maçanetas dianteiras externas e na tampa do porta malas, somados ao botão de ignição instalado no interior da cabine, fazem todo o trabalho ao simples toque dos dedos. Este conteúdo é mais uma exclusividade do Argo em seu segmento.

Ar-condicionado automático  Para uma perfeita climatização a bordo, com controles digitais intuitivos e eficientes.

imagem-16

Retrovisores externos multifunção – Além do desenho futurista que chama a atenção, os retrovisores externos trazem vários recursos. Eles podem ser rebatidos ao toque de um botão (função Folding), função muito útil em vagas apertadas e ruas estreitas. Eles contam também com luz de cortesia (Puddle lamps), que ilumina a área onde o condutor e o passageiro irá pisar para sair, ou entrar, do veículo, assim que as portas são destravadas. Esse conteúdo também é exclusividade do Fiat Argo no segmento de hatches compactos. O espelho direito ainda dispõe da função “tilt-down”, que ajusta automaticamente para uma posição mais baixa nas manobras de ré.

Retrovisor interno eletrocrômico – O Fiat Argo pode contar com sensores de ofuscamento, crepuscular e de chuva, oferecidos num pacote que amplia a comodidade e a segurança do veículo. O primeiro escurece automaticamente o espelho quando uma luz forte é refletida, evitando prejudicar a visão do motorista. Já o segundo aciona automaticamente os faróis baixos quando a luminosidade externa se torna fraca. E o terceiro aciona os limpadores do para-brisa aos primeiros sinais de chuva.

 

AJUSTE PERFEITO PARA O PRAZER AO VOLANTE

A performance do Fiat Argo vai muito além dos motores – Firefly com versões 1.0 três cilindros e 1.3 quatro cilindros, além do E.torQ 1.8 Evo VIS de 139 cv. Ela passa por um ajuste primoroso entre transmissão, direção e suspensão, além de uma carroceria sólida, bem construída e com excelente isolamento acústico. No novo hatch, o tuning mecânico recebeu tratamento primoroso, numa combinação que resulta em desempenho, rendimento, conforto, segurança e prazer de dirigir. Tudo isso com a assinatura de uma área de engenharia com mais de 40 anos de tradição no desenvolvimento de veículos perfeitamente adaptados às condições de rodagem na América do Sul.

A escolha dos motores está completamente alinhada à oferta de versões do novo Fiat Argo. Quando o cliente procura modelos mais acessíveis, o consumo de combustível é um item de alta relevância. Por isso, Argo Drive com propulsores Firefly 1.0 e 1.3 são os mais econômicos do segmento. Agora, quando o consumidor optar por um motor maior, fica claro que ele quer performance e ponto final. E o Argo 1.8 entrega, pois quando impulsionado pelo E.torQ Evo VIS 1.8, passa a oferecer o melhor desempenho da categoria.

De fato, e independente da difícil relação desempenho/economia de combustível, o Argo é um carro muito bom de dirigir. A família Firefly, tanto no 1.0 quanto no 1.3 litro, oferece o melhor e mais bem distribuído torque do segmento, dando agilidade as acelerações e retomadas de velocidade, sem a necessidade de espremer o pedal do acelerador a todo momento. A força do Firefly é fruto de uma combinação inteligente da adoção de duas válvulas por cilindro, da alta taxa de compressão e dos mínimos índices de atrito interno. Um motor tecnológico, com alto controle de combustão, é verdade, mas acima de tudo um propulsor de soluções inteligentes altamente eficiente em termos de consumo e entrega de torque.

A família Firefly foi pensada com base em dois pilares: eficiência e confiabilidade. Estas duas bases são as mais importantes para o cliente, pois conciliam o difícil binômio consumo/força.  Com cabeçote de duas válvulas por cilindro e comando de válvulas único no cabeçote com variador de fase, tanto o motor 1.0 de três cilindros quanto o 1.3 de quatro cilindros apresentam o menor consumo de energia interna para o acionamento do valvetrain, comparado a qualquer cabeçote de quatro válvulas. Além disso, oferecerem ao cliente o melhor torque e o baixo consumo de combustível que, na prática, é o que todo mundo deseja. Sem perder o prazer ao dirigir, muito pelo contrário, Argo Drive 1.0 e 1.3 trazem notam A no Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular e também estão entre os mais fortes do segmento. Com 3 cilindros e 1.0 litro, Argo Drive tem 77 cv e 10,9 kgmf de torque com etanol. Quando 1.3, ele traz 4 cilindros, 109 cv e 14,2 kgmf de torque (etanol).

Agora, se o assunto for desempenho, o Argo pode contar com o E.torQ Evo VIS e se torna o mais potente do segmento. Com 139 cv a 5.750 rpm e torque máximo de 19,3 kgfm a 3.750 rpm (ambos com etanol), as versões Precision e HGT do Argo são as mais potentes e velozes do segmento. Sem perder a vivacidade no trânsito, graças ao coletor de admissão variável, também chamado de VIS (sigla inglesa para Variable Intake System – sistema de admissão variável), que garante mais força em baixos regimes de rotação. Na prática, são dois coletores em um só: até 4.000 giros, o ar que vai para os cilindros passa por um caminho mais longo, favorecendo o torque. Acima dessa rotação, uma aleta é acionada e faz o ar percorrer um trajeto mais curto, gerando mais potência. A esportiva HGT, por exemplo, pode levar o Argo aos 192 km/h de velocidade máxima, com uma aceleração de zero a 100 km/h em apenas 9s2 segundos, os melhores números do segmento.

Ampliando o leque de opções para o cliente, são três tipos de transmissão disponíveis: manual de cinco marchas, GSR Comfort por botões (também com cinco velocidades) e automática de seis marchas. Comum a todos os tipos, o escalonamento preciso extrai a maior potência e maior torque nas mais variadas rotações. Todas também contam com a última marcha na função Overdrive, que prioriza a diminuição de consumo e ruído.

Câmbio automático de seis marchas Pela primeira vez, um carro de passeio compacto da Fiat produzido no Brasil vem equipado com caixa automática de seis marchas – a mesma do Fiat Toro. Essa moderna transmissão faz um casamento muito equilibrado com o propulsor E.torQ 1.8 Evo VIS de 139 cv, proporcionando trocas quase imperceptíveis e reduzindo a rotação em velocidade de cruzeiro. Esse moderno câmbio é um aliado não só para extrair o melhor desempenho do motor, mas também para reduzir o consumo de combustível e baixar sensivelmente o nível de ruído que chega até a cabine. Um dos destaques dessa transmissão é o Neutral Function, recurso que desacopla o motor da transmissão em paradas rápidas de trânsito, evitando aquela sensação de que o sistema está forçando os freios – medida que também ajuda a reduzir o consumo.

Câmbio GSR (Gear Smart Ride) Comfort – Essa moderna transmissão automatizada equipa a versão Drive 1.3 GSR, combinando performance, conforto e economia de forma invejável. As passagens de marchas suaves, somadas ao inteligente sistema Auto-Up Shift Abort, que entrega retomadas mais vigorosas, fazem da transmissão GSR uma referência no mercado. E ela vem sempre com paddle shifts no volante, para momentos em que o motorista quer impor seu estilo de trocas de marcha, além do conforto do sistema Hill Holder que evita o desconforto do veículo se movimentar sem intenção nas subidas.

Sistema Start&Stop  Item de série em todas as versões do Fiat Argo, ele desliga o motor automaticamente quando o carro está parado. Os benefícios são economia de combustível e menor emissão de poluentes. E tudo isso sem abrir mão da segurança: sensores só permitem que o motor seja desligado se não houver qualquer tipo de comprometimento, seja do veículo ou dos ocupantes. Para ligar novamente o motor após a parada, basta soltar o pedal do freio nas versões com transmissão GSR ou automática; já nas versões equipadas com câmbio manual, um leve toque no pedal da embreagem coloca novamente o propulsor em funcionamento.

Direção elétrica progressiva Sem roubar diretamente a potência e o torque do motor, a direção com assistência elétrica proporciona total precisão e leveza na condução do Fiat Argo. Com respostas rápidas aos comandos do motorista e facilidade superior nas manobras, a direção elétrica é sinônimo da tecnologia a serviço do conforto e conveniência a bordo, e também traz sua contribuição para a economia de combustível.

Alto torque em baixa  Comum aos três motores, vale destacar o alto torque em baixas rotações, que resulta em um carro ágil e gostoso de dirigir. É aquela pitada extra de esportividade, quando o motor fica cheio com pouco acelerador, tornando as arrancadas e retomadas mais ágeis, prazerosas e seguras. De quebra, isso ajuda a reduzir o consumo de combustível.

Transmissão por corrente  No lugar da tradicional correia dentada para o acionamento da distribuição, o Fiat Argo usa corrente metálica em seus três propulsores. Essa solução proporciona maior robustez e isenção de troca, garantindo manutenção mais tranquila e barata para os clientes.

Nada de tanquinho  Os três motores dispensam o uso do tanque auxiliar, aquele que é abastecido com gasolina para partida nos dias mais frios. Um sistema eletrônico aquece o combustível automaticamente quando a temperatura externa está abaixo dos 16 graus e há mais de 70% de etanol no tanque.

Calibração da suspensão  Combinação imbatível de conforto e esportividade, sem abrir mão da segurança. O conforto chega na forma do isolamento competente frente às imperfeições do piso, que minimiza as vibrações e solavancos transmitidos à cabine. A mistura de esportividade com segurança entrega um carro de respostas rápidas, prazeroso de dirigir, mas de comportamento previsível mesmo nas situações mais severas.

Conforto acústico – Os engenheiros acústicos da Fiat fizeram um trabalho primoroso de isolamento a bordo do Argo, que tem os mais baixos níveis de ruído da categoria em qualquer condição de uso e qualquer medição que se faça (rolamento dos pneus, ruído de vento e índice de articulação). A sensação de silêncio a bordo é próxima de um hatch médio de categoria premium.

 

GAMA COMPLETA, PARA TODOS OS GOSTOS

O Fiat Argo chega em sete versões, oferecendo três opções de motores, três ofertas de transmissão e três configurações de acabamento – Drive, Precision e HGT. Uma linha de produtos na medida certa, de casamento perfeito com as mais diversas necessidades, desejos e expectativas dos clientes. E com uma exclusiva série especial de lançamento, batizada de Opening Edition Mopar, limitada a 1.000 unidades.

Fiat Argo Drive 1.0

A versão de entrada, campeã de economia na categoria, vem equipada com o motor Firefly 1.0 de três cilindros (77 cv de potência e 10,9 kgfm de torque), com transmissão manual de cinco marchas. No pacote de itens de série, destaque para direção elétrica progressiva, ar-condicionado, display de alta resolução no quadro de instrumentos, banco do motorista com ajuste de altura, cintos de segurança retráteis de três pontos para todos os ocupantes, sistema Start&Stop, ISOFIX, travas elétricas e vidros dianteiros com acionamento elétrico.

imagem-2

Fiat Argo Drive 1.3

Traz o motor Firefly 1.3 com potência de 109 cv e torque de 14,2 kgfm, melhor do segmento, acoplado a transmissão manual de cinco marchas. Destaque para as retomadas sem igual nessa faixa de motorização. Adiciona à versão 1.0 sistema de monitoramento da pressão dos pneus, central multimídia de 7 polegadas, com tela sensível ao toque, de alta definição, e compatível com os sistemas Apple CarPlay e Android Auto (esse item exclusivo é de série a partir desta versão), volante com comandos do rádio e telefone e 2ª porta USB para o passageiro traseiro.

imagem-23.jpg

Fiat Argo Drive 1.3 GSR

A diferença aqui não é apenas a transmissão automatizada de cinco marchas GSR (Gear Smart Ride) Comfort. Esta versão conta também com Controle de Tração (TC), Controle Eletrônico de Estabilidade (ESC) e sistema Hill-Holder, que evita que o carro se mova em breves paradas com inclinação. No console central, cinco botões permitem fácil acionamento, incluindo função Sport, que aciona um modo de condução mais esportivo. Por meio de paddle shifts no volante, o motorista pode trocar as marchas manualmente. O sistema conta ainda com a função Auto-Up Shift Abort, que garante retomadas mais vigorosas. Além disso tudo, conta ainda com ambient lights, que deixa o interno do veículo ainda mais requintado, controle de velocidade de cruzeiro, apoia braço para o motorista, vidro elétrico traseiro e retrovisores externos elétricos com função tilt down e repetidores laterais, a mais que a versão Drive 1.3 manual.

imagem-25

Fiat Argo Precision 1.8

Esta versão conta com motor E.torQ 1.8 16V Evo VIS, que atinge potência de 139 cv e 19,3 kgfm de torque (maiores valores para a categoria), acoplado à transmissão manual de cinco marchas. Na lista de itens de série, vale mencionar o sistema de alarme antifurto, faróis de neblina, faróis com luz de posição a LED, rodas de liga leve com aro 15 e banco traseiro bi-partido 60/40.

Fiat Argo Precision 1.8 AT6

A versão acrescenta o refinado câmbio automático de seis marchas, com possibilidade de trocas por paddle shifts junto ao volante. Para aprimorar a experiência e o conforto, ela inclui controle de velocidade de cruzeiro, apoio de braço para o motorista, volante revestido em couro e ambient lights.

Fiat Argo HGT 1.8

A versão esportiva da gama combina visual imbatível à performance entregue pelo motor E.torQ 1.8 Evo VIS de 139 cv, combinado ao câmbio manual de cinco marchas. Oferece itens exclusivos, como o display multicolorido de 7 polegadas de alta definição e personalizável no quadro de instrumentos. Externamente ele se diferencia por grade dianteira inferior com acabamento vermelho, spoilers no para-choque, moldura preta na parte inferior da lateral e nas caixas de roda, ponteira de escapamento trapezoidal cromada, rodas de liga leve aro 16 e uma calibração de suspenção mais esportiva. Por dentro também há detalhes exclusivos, como o revestimento vermelho na parte central do painel. Também traz como diferencial uma calibração de suspensão e controle de estabilidade voltada para uma condução mais esportiva.

imagem-12

 

Fiat Argo HGT 1.8 AT6

Máximo conforto e performance na condução com a versão topo de gama, que agrega o câmbio automático de seis marchas ao pacote. A exemplo das demais versões equipadas com câmbio automático, possibilita trocas com recheio adicional de esportividade pelos paddle shifts junto ao volante, além do conforto do controle de velocidade e do apoio de braço para o motorista.

Série especial Opening Edition Mopar

Baseada na versão HGT 1.8 AT6, essa série limitada a 1000 unidades traz um conjunto de acessórios Mopar, montados no Custom Shop da fábrica de Betim. Disponível apenas na cor azul Portofino, ele vem com teto e retrovisores externos pintados de preto, e com um elegante aerofólio na tampa traseira, também na cor preta. Entre os acessórios Mopar, destaque para rodas de alumínio escurecidas (aro 16), protetor de soleira das portas, tapetes de borracha e carpete, kit de alto-falantes de alta performance com 60 W e o badge “Mopar” nas colunas traseiras. Além disso, o Opening Edition Mopar vem com a conveniência do Mopar Vehicle Protection (MVP), com as três primeiras revisões inclusas.

imagem-19

 

TECNOLOGIAS DE ÚLTIMA GERAÇÃO NA MANUFATURA TRAZEM QUALIDADE PARA O FIAT ARGO

O Polo Automotivo Fiat, em Betim, Minas Gerais, dá um salto para o futuro, em direção à Indústria 4.0. Essa onda de modernização teve início com os investimentos nas linhas de produção do Fiat Mobi e dos motores Firefly. Com o Fiat Argo, o processo evoluiu com a integração completa de pessoas, máquinas e sistemas.

Novas tecnologias para digitalização, conectividade e virtualização otimizam os processos da manufatura. Cada etapa de produção do Fiat Argo foi avaliada, passo a passo, em mais de 45 mil horas de simulações virtuais. Outro foco é a rastreabilidade. Através de uma gestão integrada e em tempo real, os dados dos principais componentes são rastreados e armazenados, assegurando todos os parâmetros de qualidade.

Atualmente, cerca de 900 robôs garantem precisão e repetibilidade dos processos. Desse total, mais de 300 estão focados na produção do Fiat Argo. Impressora 3D, sistemas de movimentação inteligente e soluções para melhoria da ergonomia do operário conectam a fábrica com o que há de melhor na manufatura mundial.

O capital humano também é peça-chave para essa evolução. O investimento na capacitação dos funcionários para o desenvolvimento de novas competências e habilidades no contexto da Indústria 4.0 é uma realidade. Em 2016, cerca de 1,2 mil profissionais participaram de mais de 15 mil horas de treinamento, inclusive imersões internacionais.

Todas essas inovações no processo produtivo garantem ao cliente do Argo um automóvel com ótima qualidade percebida, segurança e conforto.

 

Chinesa Geely dona da Volvo assume controle da Lotus

 

Elise Sport_banner

 

Os chineses da Zhejiang Geely Holding, donos da Volvo, compraram 49,9% da Proton do conglomerado DRB-Hicom. Com este negócio, a Geely tornar-se a acionista majoritária da  fabricante britânica Lotus, com 51%.

Este acordo permitirá que a Proton tenha acesso a motores e plataformas da Geely. Em compensação, a Geely fica com acesso ao mercado do sudeste asiático. Após a consumação deste negócio, o vice-presidente da Geely, Daniel Donghui Li, disse “respeitar a história das marcas e a cultura, de modo a recuperar a Proton com o apoio da tecnologia e gestão da Geely. Pretendemos também aproveitar todo o potencial da Lotus Cars, graças à experiência acumulada com a revitalização da Volvo”.

O acordo será formalizado em julho, quando serão  conhecidos os valores do negócio.

Protótipo Audi A5 g-tron tem autonomia de 950 km

2b1daa8f410a913125050d108d192b8d_4_XL

 

A Audi aproveitou o encontro de fãs do grupo VW em Wörthersee, na Áustria, para apresentar uma versão modificada do A5 Sportback g-tron que tinha estreado no Salão de Genebra, em março. O motor  é um 2.0 TFSI com 170 cv com 450 km de autonomia, que conta com o auxílio de quatro depósitos de gás natural comprimido (CNG) com 19 kg de combustível (para mais 500 km de autonomia). Estima-se que este modelo bi-fuel proporcione 950 km de autonomia.

 

BMW M8 é confirmado para as ruas e versão de competição vai a Le Mans

BMW M8

O BMW Série 8 ainda está sendo desenvolvido, mas já tem companhia: a versão apimentada M8, cujo protótipo camuflado será mostrado junto à corrida 24 horas de Nürburgring. “A concepção e o desenvolvimento do BMW Série 8 e do BMW M8 caminham juntos”, explica o presidente BMW M, Frank van Meel. “O futuro M8 herdará os genes do Série 8, mas seu DNA será potencializado com porções extras de apuro dinâmico, precisão e agilidade, o que resultará em uma experiência de condução alinhada aos reconhecidos padrões de qualidade M e satisfará os mais exigentes clientes”, conclui. Além do M8, está sendo desenvolvido também o M8 GTE, um carro de competição que será responsável pelo retorno da BMW Motorsport à corrida de Le Mans. “Desenvolver um novo carro de corrida é sempre emocionante, e no caso do BMW M8 GTE estamos ainda mais empolgados”, afirmou o diretor da BMW Motorsport, Jens Marquardt. “Não podemos revelar imagens, mas adianto que o BMW M8 GTE será espetacular. Estamos planejando uma apresentação inicial no primeiro semestre deste ano e a estreia oficial do modelo na corrida 24 horas de Daytona, em janeiro de 2018”.

Novo MINI Countryman chega em três versões

P90246022_highRes_mini-cooper-s-countr

O novo MINI Countryman já está disponível nas concessionárias da marca no país em três versões: Cooper (R$ 144.950), Cooper S (R$ 164.950) e Cooper S ALL4 (R$ 189.950) — esta última à venda desde abril no mercado nacional. A versão Cooper (foto) deve responder pela maior fatia no mix de vendas, segundo o diretor da MINI Brasil, Julian Mallea: “O novo MINI Countryman vem completo em todas as versões, com tecnologia embarcada de última geração e um conjunto mecânico que permite excelente dirigibilidade em diferentes situações e terrenos. Dessa forma, acreditamos que a versão Cooper, a mais procurada no pré-venda, responderá sozinha por 40% no mix de vendas”. Vale lembrar que os primeiros 150 proprietários do modelo ganharão o MINI Service Inclusive, serviço gratuito de manutenção pelo período de três anos ou 40 mil quilômetros (o que ocorrer primeiro). Único no mercado brasileiro, o plano inclui serviços de mão de obra, manutenção com peças originais MINI e o Serviço Premium das Concessionárias da marca. A MINI possui atualmente uma rede de 25 concessionárias distribuídas por todo o Brasil.

Chevrolet apresenta Prisma 2018 com algumas novidades

Prisma-2018-2

O sedã compacto Prisma, alías, acaba de estrear sua linha 2018 com novidades em todas suas versões de acabamento: Joy, LT e LTZ.

O modelo de entrada Joy (1.0) passa a ser comercializado apenas na configuração Conforto, que soma trava elétrica das portas e alarme antifurto à lista composta por ar-condicionado, direção elétrica, painel com velocímetro digital e conta-giros, cinto do motorista com regulagem de altura, sistema de monitoramento da pressão dos pneus, vidros dianteiros elétricos, duplo air bag, freios ABS com sistema de distribuição de frenagem, entre outros.

Já a versão intermediária LT (1.4) e a versão de luxo LTZ (1.4) do Novo Prisma ganham uma nova opção cor para a carroceria: o Imperial Blue, um tom escuro de azul. Outra novidade é a luz de neblina na parte inferior do para-choque traseiro.

A linha 2018 do sedã traz também novo posicionamento dos logos de identificação do nome do carro e da versão na base da tampa traseira.

A partir de agora, o nome do carro fica na esquerda, e o da versão, na direita. Essa mudança segue o padrão global da Chevrolet.

Prisma é o sedã flex mais econômico do mercado

Design moderno, amplo espaço interno e variada oferta de equipamentos fazem parte das principais virtudes do Prisma, assim como a elevada eficiência energética.

De acordo com dados do Inmetro, o modelo da Chevrolet é o sedã flex mais econômico do país, percorrendo média de 15,6 km por litro de gasolina na estrada, cerca de 10% melhor que o principal rival.

Observa-se ainda que mesmo a opção de motorização mais potente do Prisma entrega performance surpreendente.

  Etanol Gasolina Classificação
Cidade Estrada Cidade Estrada PBE
1.0 MT6 (80 cv) 8,7 km/l 10,9 km/l 12,9 km/l 15,6 km/l AA
1.4 MT6 (106 cv) 8,8 km/l 10,7 km/l 12,9 km/l 15,4 km/l AA
1.4 AT6 (106 cv) 8,1 km/l 10,2 km/l 11,9 km/l 14,7 km/l AA

 

Isto porque o Prisma adotou em meados do ano passado evoluções mecânicas significativas. Batizado de sistema ECO, esse conjunto incluiu uma nova geração de motores 1.0 e 1.4 e de transmissões de seis marchas, manual e automática.

As mudanças englobaram também freio, aerodinâmica e até a uso de materiais mais nobres para redução de peso. Com isso, o carro passou a ostentar nota máxima em eficiência energética pelo Inmetro e o selo verde do Conpet.

Um dos destaques foi a adoção da direção elétrica de série em todas configurações e um acerto na suspensão que deixaram o Novo Prisma mais estável e agradável de dirigir.

O time de engenheiros da GM se dedicou também para reduzir o peso e elevar a rigidez estrutural do Novo Prisma. Mais de 100 componentes foram retrabalhados, aumentando a aplicação de aço de alta resistência em painéis e reforços.

Freios mais eficientes e de baixo arrasto e pneus de baixa resistência a rolagem também contribuíram para que o Novo Prisma alcançasse até 22% de redução no consumo de combustível ante ao modelo anterior.

Prisma-2018-4Prisma-2018-5Prisma-2018-6

BMW Série 8 Concept é revelado

P90260634_highRes_bmw-concept-8-series

A volta do Série 8, que deverá chegar ao mercado em 2018, foi revelado hoje, e será exibido amanhã pela primeira vez no Concorso d’Eleganza Villa d’Este, em Itália.

O modelo pretende fazer a ponte entre o passado e o futuro da BMW, reinterpretando o estilo de modelos históricos  que ajudaram a criar o legado da marca.

Tal como o original, a silhueta é baixa e poderosa, destacando-se a saliente grade na dianteira e dos atraentes grupos óticos, que juntamente com as rodas de 20 polegadas com uma  pintura exclusiva “Barcelona Grey Liquid”.

A marca utiliza os adjetivos “esportivo e impactante visualmente” para definir a dianteira, enquanto “ousado e moderno” são escolhidos para designar a traseira onde surge um difusor baixo em fibra de carbono ladeado por duas saídas de escape trapezoidais.

O motorista é envolvido por um banco que fica “ligado” ao volante, sendo que todos os controles foram pensados para ser facilmente visualizáveis e de utilização intuitiva. A BMW enfatiza ainda a ligação suave entre o painel de instrumentos e o console central.

Ainda não foram divulgados os dados mecãnicos, embora a versão de produção venha a contar com o que de melhor existe na BMW, motores V8 e V12, todos biturbo, de alta potência.

 

Aston Martin RapidE será elétrico em 2018

aston-martin-rapide-2015-e-119

O modelo de luxo abandonará a opção de motor V12 e sserá substituído por   um sistema 100% elétrico. Terá 800 cv.

A Aston Martin vai mesmo lançar  o RapidE, um Rapide totalmente elétrico. Segundo a Motoring, o novo modelo, chegará em 2018, substituindo a versão convencional do “gran turismo”, dotada de um V12 6.0 naturalmente aspirado com 560 cv (na versão S). A versão elétrica terá  autonomia para cerca de 320 km, será desenvolvida em conjunto com a LeEco, empresa chinesa com a qual os britânicos assinaram um acordo de entendimento há pouco mais de um ano.

O RapidE não será o único Aston Martin elétrico a chegar ao mercado nos próximos anos, estando prevista também uma versão EV do SUV DBX para o final da década e, posteriormente, da linha  Lagonda. Sobre os Diesel, o chefe da marca britânica, diz que “são persona non grata, por estes dias.”

 

Andy Palmer acredita que a “eletrificação” é uma tendência, pois, segundo ele, em breve apenas este tipo de carros poderão circular em algumas das grandes cidades do mundo.

aston-martin-rapide-2015-e-128aston-martin-rapide-2015-e-122aston-martin-rapide-2015-e-121aston-martin-rapide-2015-e-119