SALÃO DE FRANKFURT: Renault Duster renovado tem primeiras imagens reveladas

2018-dacia-duster-00

O renovado Renault Duster que vai ser apresentado no Salão de Frankfurt já pode ser visto por algumas imagens, e mostra um estilo mais aventureiro.

Já o interior que deverá ser totalmente renovado ainda não foi revelado.

Na frente, os novos faróis LED para condução diurna estão nos cantos unindo a grade para uma aparência mais larga.

Também o interior parece mais espaçoso com o avanço do parabrisas 100 mm.

O Renault Duster, também conhecido como Dacia Duster na Europa já vendeu mais de um milhão de veículos desde o seu lançamento em 2010.

2017 - Nouveau Dacia DUSTER2017 - Nouveau Dacia DUSTER

SALÃO DE FRANKFURT: Mini elétrico será apresentado em Frankfurt

P90274832_highRes

A Mini vai apresentar no Salão de Frankfurt o protótipo do Mini elétrico que será lançado no mercado em 2019.

A Mini vai mostrar um protótipo que tem por base uma carroceria de três portas de um Mini elétrico que tem muito de JCW, não só em alguns apêndices aerodinâmicos, mas também nas rodas e nas entradas de ar.

As informações ainda são escassas, sabe-se apenas que deverá entrar em produção em 2019, na fábrica de Oxford, e as baterias serão  produzidas na Alemanha.

Ao contrário do Mini E, o primeiro Mini elétrico de sempre, este protótipo tem quatro lugares e vai manter este layout quando entrar em produção.

A parte mecânica deverá ser partilhada com o BMW i3, por isso espera-se uma autonomia de 240 km e um motor elétrico de, pelo menos, 150 cv.

GALERIA DE FOTOS:

 

Chevrolet Cruze Sport6 chega mais equipado na linha 2018

Cruze-Sport6-LTZ-1

O Cruze Sport6 é o hatch médio de maior sucesso comercial do mercado brasileiro na atualidade. O modelo chega à linha 2018 com itens adicionais de segurança: o ajuste de altura dos faróis também para a versão de entrada e o repetidor de seta nos retrovisores externos, como na versão sedã.

Outra novidade é a localização da produção do motor do Cruze Sport6 no mesmo complexo industrial da GM onde é feito o modelo, em Rosário, na Argentina, o que dá mais competitividade ao veículo com maior flexibilização industrial e vantagens ao consumidor no momento da manutenção do carro.

O Cruze Sport6 conta com acerto exclusivo de suspensão e direção, além de para-choques personalizados com saída de escape alargada. É ofertado em duas versões de acabamento LT (luxo) ou LTZ (alto luxo). Todas equipadas com controle eletrônico de tração e estabilidade e o eficiente motor 1.4 turbo flex com injeção direta de combustível de até 153 cavalos de potência e 24,5 kgfm de força. A transmissão é automática sequencial, de seis marchas.

O Cruze Sport6 vem completo desde a versão mais acessível. Além dos itens comuns a modelos de sua categoria, o Chevrolet traz revestimento premium dos bancos, assistente de partida em rampas, sistema de monitoramento da pressão dos pneus, ajuste de altura dos faróis, airbags frontais e laterais, câmera de ré com sensor de estacionamento traseiro, computador de bordo de última geração, equipamento de áudio de alta definição, rodas de aro 17 e sistema Stop/Start (desliga momentaneamente a ignição em paradas para economizar combustível).

Conectividade total é outra exclusividade do veículo na categoria. Além do multimídia MyLink com Android Auto e Apple CarPlay, ele traz o sistema de telemática avançada OnStar, que oferece ao motorista mais de 20 serviços de emergência, segurança, navegação, concierge e diagnóstico remoto em um patamar jamais visto no mercado nacional.

Já a versão topo de linha (LTZ) soma, entre outros, airbags de cortina, luz de condução diurna em LED, teto solar, sensor de estacionamento dianteiro, sensor de chuva, sensor crepuscular, abertura das portas por sensor de aproximação na chave e partida por botão no painel, além de acionamento da ignição por controle remoto, retrovisores externos com rebatimento elétrico e aquecimento, retrovisor interno eletrocrômico, multimídia MyLink com GPS integrado, acabamento da grade e das maçanetas externas em cromo e rodas escurecidas.

A Chevrolet oferece ainda um pacote high-tech para o Cruze Sport6, composto por:

  • Assistente de permanência na faixa
  • Alerta de colisão frontal
  • Alerta de ponto cego
  • Sistema de estacionamento semi-autônomo
  • Farol alto inteligente
  • Carregador de celular sem fio
  • Banco do motorista com ajustes elétricos

O assistente de permanência na faixa possui uma câmera na parte superior do para-brisas que “lê” as faixas da via e faz eventuais correção na trajetória do veículo ao perceber que ele está saindo involuntariamente da pista.

O alerta de colisão frontal é um equipamento de segurança bastante útil no dia a dia. Por meio dele, o motorista estabelece eletronicamente uma distância mínima em relação ao veículo à frente, podendo, por exemplo, ser alertado caso o outro automóvel sofra uma redução de velocidade repentina. Além de luzes vermelhas piscarem na base do para-brisa, um alarme soa pelos alto-falantes do carro.

O alerta de ponto cego auxilia o motorista em mudanças de faixa. Uma luz acende no retrovisor externo atentando da presença ou da aproximação de um outro automóvel ou de uma motocicleta em tráfego lateral.

O sistema de estacionamento automático ajuda o motorista a estacionar em vagas paralelas e perpendiculares. Radares e sensores espalhados pela carroceria identificam os obstáculos em volta e o volante esterça sozinho. Ao condutor, basta seguir as instruções no computador de bordo de quando acelerar e frear o veículo, por exemplo.

Já o sistema de iluminação conta com os faróis altos inteligentes, sistema que altera o facho de acordo com o tráfego para não ofuscar, por exemplo, a visão do motorista do veículo que vem em sentido contrário.

O Cruze Sport6 2018 já está sendo distribuído às concessionárias Chevrolet em todo país em oito opções de cores: Branco Summit, Branco Abalone, Vermelho Edible Berries, Vermelho Glory, Cinza Satin Steel, Prata Switchblade, Azul Petróleo e Preto Ouro Negro.

GALERIA DE FOTOS:

 

 

Aliança Renault-Nissan e Dongfeng fazem parceria para desenvolver veículos elétricos na China

Renault-Nissan Alliance and Dongfeng Motor Group Co., Ltd. forge

A Aliança Renault-Nissan e a Dongfeng Motor Group Co., Ltd. (Dongfeng) anunciaram a criação de uma nova joint-venture para o desenvolvimento e venda de veículos elétricos (EVs) na China. A nova empresa, a eGT New Energy Automotive Co., Ltd. (eGT), concentrará sua atuação nas principais competências de cada parceiro, aproveitando todo o potencial da liderança dos veículos elétricos da Aliança Renault-Nissan, bem como os recursos da Dongfeng no novo setor de energia, para atender às expectativas do mercado chinês.

A eGT irá projetar um novo modelo de veículo elétrico com interconectividade inteligente, que estará em linha com as expectativas dos clientes chineses. Será desenvolvido conjuntamente pela Alliance e Dongfeng em uma plataforma de utilitário esportivo da Aliança Renault-Nissan. O veículo inédito vai ser baseado na liderança global em tecnologias EV da Aliança e nos custos de produção competitivos da Dongfeng.

“O estabelecimento da nova joint-venture com a Dongfeng confirma nosso compromisso comum em desenvolver veículos elétricos competitivos para o mercado chinês”, disse Carlos Ghosn, presidente e diretor-executivo da Aliança Renault-Nissan. “Estamos confiantes em atender às expectativas dos clientes chineses e fortalecer nossa posição global de liderança de veículos elétricos”.

“Este projeto é o resultado de um esforço conjunto para desenvolver veículos elétricos para o mercado chinês pelo ‘Triângulo de Ouro’, formado por Dongfeng, Renault e Nissan, com um modelo de negócios inovador”, disse Zhu Yanfeng, presidente da Dongfeng. “Esperamos encontrar atender à transformação do mercado na China, na qual os carros estão se tornando leves, elétricos, inteligentes, interconectados e compartilhados. Isso também é testemunho de uma cooperação estratégica aprofundada e reforçada entre as três partes”.

No acordo para a criação da nova joint venture, a Renault terá 25% do eGT, a Nissan 25% e a Dongfeng os 50% restantes. A empresa será baseada na cidade de Shiyan, província de Hubei, na China central. O veículo elétrico será produzido na fábrica da Dongfeng de Shiyan, que tem capacidade de produção e vendas de 120 mil veículos por ano. O início da produção do novo EV está previsto para o ano de 2019.

Segundo a Associação China de Fabricantes de Automóveis, a China é o maior mercado de EV do mundo. Em 2016, 256.879 unidades foram vendidas na China, aumento de 121% em relação ao ano anterior. Nos primeiros sete meses de 2017, a produção de EVs atingiu 223 mil unidades e vendeu 204 mil unidades, representando um aumento de 37,8% e 33,6%, respectivamente. O novo movimento visa aproveitar o potencial do segmento chinês de mercado em rápido crescimento.

Sobre a Dongfeng Motor Corporation
Segundo a Automotive Works, a antecessora da Dongfeng Motor Corporation e da matriz da companhia foi estabelecida em setembro de 1969. Em 2000, a Dongfeng Motor Corporation passou por um acordo de reestruturação da dívida com a China Huarong Asset Management Corporation, China Cinda Asset Management Corporation, China Orient Corporação de Gestão de Ativos, China Great Wall Asset Management Corporation e China Development Bank para formar a companhia. A empresa foi constituída em 18 de maio de 2001. Em 2004, foi transformada em uma sociedade por ações conjuntas após a recompra de todas as participações de capital detidas por acionistas diferentes da Dongfeng Motor Corporation.

Sobre a Aliança Renault-Nissan
A Aliança Renault-Nissan é uma parceria estratégica entre o Groupe Renault, da França, e a Nissan Motor e a Mitsubishi Motors, com sedes no Japão. Combinadas, as fabricantes venderam 9,96 milhões de veículos, em quase 200 países, em 2016 – mais de um em nove veículos em todo o mundo. A Aliança tem colaborações estratégicas com outras montadoras, incluindo Daimler da Alemanha e Dongfeng da China.

VW comemora a produção de 150 milhões de veículos em sua história

vw_golf_gte_01.jpg

Comemoração de um marco produtivo: a Volkswagen foi fundada há mais de oitenta anos. Desde então, 150 milhões de veículos, incluindo ícones como o Golf ou o Fusca, foram construídos em mais de 50 fábricas, em 14 países por todo o mundo. O portfólio atual da marca inclui mais de 60 modelos oferecidos ao redor do mundo. A Volkswagen move as pessoas – em todos os cantos do globo. No último dia 24 de agosto, o carro que simboliza essa comemoração – um Golf GTE azul – saiu da linha de montagem em Wolfsburg. O híbrido plug-in é um símbolo do futuro da mobilidade na Volkswagen – e ao mesmo tempo, é a prova de um poderoso desempenho de equipe.

O Dr. Herbert Diess, CEO da marca Volkswagen, disse à equipe presente na Área de Montagem 12, de onde saiu o modelo: “150 milhões de veículos – isso quer dizer que realizamos o sonho de ter um carro novo a nossos clientes 150 milhões de vezes no mundo inteiro. Vocês e seu trabalho diário são a base para este sucesso. Meus colegas da Diretoria se juntam a mim para agradecer a todos os funcionários da Volkswagen – em todas as nossas fábricas. Esse marco não teria sido possível sem o comprometimento de vocês”.

A Volkswagen está lançando mais de 10 novos modelos no mundo inteiro apenas em 2017. No total, serão 19 novos SUVs até 2020. Depois disso, a família I.D., com a nova arquitetura elétrica (MEB), marcará a ofensiva elétrica da marca Volkswagen a partir de 2020. A previsão é de que um milhão de modelos elétricos da Volkswagen estejam circulando até 2025. Perspectivas inteiramente novas são trazidas a partir da digitalização tecnológica, do aumento da conectividade e da tecnologia de sensores. “No cenário atual é imprescindível que a Volkswagen continue se desenvolvendo de forma bem sucedida. Porque nós temos uma equipe forte, fazemos bem o nosso o trabalho e temos um bom plano para o futuro. Nós devemos trabalhar consistentemente em nosso desempenho para continuarmos vitoriosos. O sucesso do passado não é uma garantia para o futuro”, Diess continuou.

Bernd Osterloh, Presidente do Conselho Mundial de Trabalhadores do Grupo, comentou: “150 milhões de veículos – esse é um número realmente incrível. Isso quer dizer que, por 150 milhões de vezes, a Volkswagen transportou seus clientes por milhares de quilômetros, seja no seu trajeto até o trabalho, aproveitando seu tempo de lazer, saindo de férias ou viajando a negócios. Esse marco prova que nossos colegas têm feito um trabalho esplêndido há gerações. Aqui na Volkswagen nós construímos carros da melhor qualidade. E continuaremos fazendo o mesmo no futuro. Nossa equipe tem todos os motivos do mundo para se orgulhar disso.”.

A produção em série da marca Volkswagen começou em 27 de dezembro de 1945, com um Käfer Tipo 1 (modelo que deu origem ao Fusca). A indústria automobilística na era pós-guerra foi inicialmente moldada pelo Fusca da Volkswagen. No total, 21,5 milhões de unidades deste adorado carro foram produzidas antes que a sua produção fosse finalmente encerrada no México, em 2003.

O Volkswagen Golf bateu o recorde do Fusca. Em 2007, o Volkswagen Golf de número 25 milhões saiu da linha de montagem em Wolfsburg – em 2013, o número já tinha aumentado para 30 milhões. Hoje, a Volkswagen produz a sétima geração do campeão de vendas Golf, que já conta com mais de 34 milhões de unidades fabricadas no mundo inteiro. O Golf tem se mantido durante décadas como referência no segmento dos compactos.

Atualmente, o portfólio da marca Volkswagen inclui mais de 60 modelos em todo o mundo. Além do Fusca e do Golf, foram produzidas mais de 20 milhões de unidades do Passat, cerca de 19,5 milhões do Jetta e quase 17 milhões do Polo.

A equipe da fábrica de Wolfsburg contribuiu de forma crucial para o marco de 150 milhões de unidades produzidas, sendo responsável pela fabricação de mais de 44 milhões de veículos desde o início da produção, há 72 anos.

SALÃO DE FRANKFURT: Honda mostrará seu primeiro veículo 100% elétrico

World premiere of the Honda Urban EV Concept – Honda’s first EV for Europe

A Honda revelará no Salão Automóvel de Frankfurt de 2017 quais os próximos passos no seu plano de eletrificação da gama automóvel na Europa. O foco da marca em Frankfurt será a estreia mundial do Honda Urban EV Concept, que indicará a direção para o futuro modelo de produção. Juntamente com esta estreia, estará também a nova versão europeia do Novo CR-V e do protótipo do Novo CR-V Hybrid.

Também será apresentado no stand da Honda a nova versão do Jazz e a nova motorização diesel disponível no Civic 5 Portas.

O CEO da Honda Motor, Takahiro Hachigo, revelará o Honda Urban EV Concept na Conferência de imprensa Honda, dia 12 de setembro, 3ª feira, às 13h20 no Pavilhão 9, Stand B11.

BMW Group no Salão de Frankfurt 2017

P90273564_highRes

Os novos modelos do BMW Group, que serão revelados no Salão de Frankfurt 2017 entre os dias 14 e 24 de setembro, evidenciam o status da BMW como fabricante de veículos que entregam níveis incomparáveis de apelo emocional com design inspirador, inovações pioneiras e o reconhecido prazer ao volante. A BMW mostrará suas últimas tecnologias aplicadas ao futuro da mobilidade pessoal, na qual os propulsores elétricos, a digitalização e outros avanços no campo da direção autônoma desempenharão um papel fundamental. Com o slogan “O Futuro é Agora”, o estande do BMW Group apresentará as novidades da BMW, MINI e BMW Motorrad em um espaço de 10.500 metros quadrados. Entre as atrações confirmadas estão o conceito BMW Série 8 e edição comemorativa de 40 anos do BMW Série 7, que atestam a expansão da marca no segmento de luxo. O DNA esportivo trazido das competições de Motorsport apresenta o novo BMW M8 GTE, apto para as corridas de endurance. Já o BMW M5, que traz da pista para as ruas esses genes de alta performance, também faz sua estreia na mostra alemã. Estarão presentes ainda o BMW Z4 Concept e os novos BMW Série 6 Gran Turismo e BMW X3, este último já confirmado para o mercado brasileiro no próximo ano. A nova geração do BMW i3, que ganhou a nova versão esportiva i3s, ilustra a combinação perfeita de sustentabilidade com prazer de dirigir e aparece pela primeira vez.

A BMW Motorrad também apresentará uma mobilidade intensamente emocional e sustentável em Frankfurt. A exclusiva BMW MP4 RACE, que desembarca este ano no Brasil, e o BMW Motorrad Concept Link, com seu sistema de acionamento elétrico e tecnologia de conectividade de última geração, serão acompanhados de inúmeras outras ideias pioneiras para a mobilidade urbana no mundo de amanhã.

Novo Porsche Cayenne 2018: Todos os detalhes

CayenneE3_Slider_05_Follow911

A Porsche apresenta a terceira geração do Cayenne, agora os motores turbo estão mais potentes, uma nova transmissão Tiptronic S de oito marchas, novos sistemas de chassi e um conceito de display e de operação inovador com conectividade abrangente ampliam a margem entre esportividade e conforto.

Para o lançamento no mercado, é possível escolher entre dois motores de seis cilindros reprojetados: o motor turbo de três litros e 250 kW (340 cv) de potência do Cayenne gera 29 kW (40 cv) a mais do que o modelo anterior. O motor biturbo V6 de 2,9 litros do Cayenne S, capaz de atingir uma velocidade de até 265 km/h, alcança 324 kW (440 cv) – um aumento de 15 kW (20 cv). Equipado com o novo pacote Sport Chrono opcional, o novo Cayenne S acelera de zero a 100 km/h em menos de cinco segundos.

O Cayenne é fortemente orientado no ícone dos carros esportivos, o 911: na sua terceira edição, agora também com visual aperfeiçoado, o SUV é disponibilizado pela primeira vez com pneus mistos e eixo traseiro direcional. Além destes recursos típicos dos carros esportivos, a tração integral ativa de série, o Porsche 4D Chassis Control, a suspensão a ar com três câmaras e a estabilização ativa de rodagem elétrica Porsche Dynamic Chassis Control (PDCC) aprimoram as capacidades on-road. Apesar da expansão significativa dos equipamentos de série, o Cayenne pesa até 65 quilos a menos em comparação com o modelo anterior e mantém inalterada a sua capacidade off-road.

P17_0697_a4_rgb.jpg

Estilo dinâmico: design mais vigoroso e rodas maiores

Linhas esportivas, precisas e definidas – novo e, ainda assim, familiar: o visual do Cayenne foi aprimorado seguindo o estilo do DNA de design da Porsche. As entradas de ar maiores na dianteira são traços distintivos claros do aumento da potência. As novas lanternas de canto horizontais conferem ao SUV um visual mais largo e mais atlético, mesmo quando parado. 63 milímetros a mais de comprimento externo com a mesma distância entre eixos (2.895 milímetros) e nove milímetros a menos de altura do teto em relação ao modelo anterior acentuam a impressão alongada elegante do Cayenne de 4.918 milímetros de comprimento e 1.983 milímetros de largura, excluindo os retrovisores externos.

O volume do porta malas é de 770 litros – um aumento de 100 litros. As rodas com uma polegada a mais de diâmetro – pela primeira vez com rodas e pneus mais largos no eixo traseiro – enfatizam a maior dinâmica de direção. Entre as lanternas traseiras com novo design tridimensional das luzes e a faixa luminosa contínua de LED estende-se a inscrição tridimensional Porsche marcante.

Para os faróis, a Porsche oferece um novo conceito de iluminação em três níveis: cada Cayenne é equipado de série com faróis de LED. Além destes, no nível seguinte de expansão é disponibilizado para escolha o Porsche Dynamic Light System (PDLS), que conta com diferentes modos de iluminação, tais como luz de curva e luz para autoestrada. O sistema mais sofisticado é o novo farol principal de LED Matrix com PDLS Plus que conta com 84 diodos luminosos controláveis individualmente possibilitando uma distribuição e uma intensidade totalmente variáveis da luz. Com isso, o Cayenne oferece novas funções, tais como luz alta sem ofuscamento do tráfego em sentido contrário e controle adaptável do brilho das sinalizações.

CayenneE3_Slider_09_RedWeight-9b197cc4

Lançamento no mercado com o Cayenne e o Cayenne S

O novo SUV da Porsche está sendo lançado em duas versões: o Cayenne com motor turbo de seis cilindros e três litros de cilindrada gera 250 kW (340 cv) e desenvolve um torque de 450 Nm.  ele acelera de zero a 100 km/h em 6,2 segundos (em 5,9 segundos com o pacote Sport Chrono). A velocidade máxima é de 245 km/h.

O segundo modelo lançado no mercado é o Cayenne S. Ele é movido por um motor V6 de 2,9 litros com superalimentação biturbo. Este motor, que também é um novo desenvolvimento, gera 324 kW (440 cv) e atinge um torque de 550 Nm. Isso são 15 kW (20 cv) a mais do que no modelo anterior. A aceleração de zero a 100 km/h é proporcionalmente mais rápida, caindo para 5,2 segundos (4,9 segundos com pacote Sport Chrono). A velocidade máxima é de 265 km/h.

O 911 como modelo: chassi em construção leve com pneus mistos

O novo Cayenne combina três conceitos de chassi em um novo design: carro esportivo, SUV, sedã de viagem. Para isso, foi criada uma nova estrutura de chassi em construção leve com um eixo dianteiro com braço independente e um eixo traseiro multibraços.

Uma característica típica dos carros esportivos: os novos pneus mistos, agora em rodas de no mínimo 19 polegadas. Eles melhoram a estabilidade e a dinâmica de direção nas curvas. A Porsche disponibiliza como opcional para o Cayenne rodas com tamanhos de até 21 polegadas.

CayenneE3_Slider_08_PSMSport-a52306b0

Novo pacote Sport Chrono com PSM Sport

É possível explorar ainda mais o potencial esportivo do novo Cayenne. Para isso, a Porsche reestruturou o pacote Sport Chrono com base no modelo dos carros esportivos. Um sinal evidente é o comutador de modo no volante.

Além dos modos de direção Normal, Sport e Sport Plus, o motorista também pode selecionar um modo de configuração personalizada. Uma pressão sobre o Sport Response Button no centro ativa os diagramas característicos do motor e da transmissão, configurados para máxima performance.

O pacote Sport Chrono também inclui o modo Sport do PSM comutável em separado, com o qual é possível explorar totalmente o potencial de dinâmica de direção do novo Cayenne.

CayenneE3_Slider_07_SurfCoatBr-4b16aae2

Menor peso resulta em consumo reduzido e prazer de dirigir ainda maior

A fabricação de carros esportivos é sinônimo de construção leve. Tomando como base o 911 e o Panamera, a nova carroceria do Cayenne também é composta por uma combinação inteligente entre metal leve e aço.

O exterior é totalmente fabricado em alumínio. O conjunto do piso, a extremidade dianteira e quase todos os componentes do chassi também são compostos pelo metal leve.

Um destaque técnico especial é a inovadora bateria de arranque de polímero de ferro-lítio que, sozinha, é responsável por uma economia de peso de dez quilos em comparação com o modelo anterior. No total, o peso vazio do Cayenne foi reduzido de 2040 para 1985 quilos – e isso apesar da expansão significativa dos equipamentos de série, que agora incluem, entre outros, os faróis principais de LED, rodas maiores, o ParkAssistent na dianteira e na traseira, um módulo telefônico LTE incluindo WiFi hotspot, serviços do Porsche Connect e uma proteção antecipada de pedestres.

CayenneE3_Slider_10_PCM-9efa7085

Evolução digital: Porsche Advanced Cockpit e novo PCM

Com a nova geração, o Cayenne dá início a um novo capítulo da interação entre motorista e veículo: o Porsche Advanced Cockpit é integrado em um ambiente esportivo luxuoso. O elemento central do novo conceito de display e de operação da Porsche, que foi introduzido no ano passado com o novo Panamera, é a nova tela touch Full HD de 12,3 polegadas da última geração do Porsche Communication Management (PCM). Aqui, inúmeras funções digitais podem ser operadas de modo intuitivo – também por entrada de voz. O Porsche Connect Plus de série possibilita o acesso a serviços on-line e à internet. Estes incluem, por exemplo, a navegação on-line de série com informações de trânsito em tempo real. No novo console central, elementos de operação analógicos concentram-se nas funções principais do veículo. Outras teclas são integradas harmonicamente na superfície touch vitrificada, semelhante à de um smartphone, emitindo uma resposta sonora e tátil adicional quando operados. Ao estilo típico da Porsche, do seu assento o motorista enxerga um tacômetro analógico centralizado. Este é ladeado por dois displays Full HD de sete polegadas, que exibem todos os demais dados de direção relevantes e informações personalizadas que podem ser selecionadas através do volante multifuncional. Os sistemas de assistência mais importantes incluem um assistente de visão noturna com câmera termográfica, um assistente para ponto cego, um assistente de controle de troca de pista com reconhecimento de sinalizações de trânsito, um assistente de engarrafamento, o ParkAssistent com Surround View e o Porsche InnoDrive com piloto automático adaptável.

 

BMW i revela o novo i3, e sua versão esportiva i3s

P90273557_highRes

A BMW i, divisão de veículos elétricos e híbridos do BMW Group, acaba de revelar o novo i3 e sua variante esportiva, i3s. Ambos os modelos de propulsão elétrica farão sua estreia mundial no Salão de Frankfurt, na Alemanha, considerada a maior mostra da indústria automobilística no ano, que abre suas portas ao público no próximo dia 16 de setembro. Além do lançamento da versão s, de perfil esportivo e sofisticado – caracterizado por detalhes distintivos de cor preta nos para-choques, rodas de 20 polegadas e suspensão esportiva rebaixada em 10 milímetros –, o i3 passa a exibir aprimoramentos de design nas partes frontal e traseira, incluindo faróis Full-LED de série e luzes indicadoras de direção e faróis auxiliares com luzes de LED.

 

Emissão zero com diversão na direção agora com duas opções.

O i3 é equipado com um motor elétrico capaz de gerar 170cv (125kw) de potência máxima e 250Nm de torque, disponível instantaneamente. Acoplado a uma transmissão automática, o compacto é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 7,3 segundos, com velocidade máxima de 150 km/h. sua autonomia vai até 300 km (ciclo NEDC);

O i3s, por sua vez, conta com um motor elétrico de alta performance de 184cv (135kw) e torque máximo de 270 Nm. Neste caso, a aceleração de 0 a 100 km/h é feita em 6,9 s e a velocidade máxima é de 160 km/h.  Sua autonomia atinge até 290 k m (ciclo NEDC).

Ambas as versões do BMW i3 contam com um extensor de autonomia, um motor de dois cilindros e 28cv dedicado a produzir energia para abastecer as baterias, ampliando assim a autonomia convencional, de 150 quilômetros, para um alcance máximo de 330 km.

 

GALERIA DE FOTOS: