Zero estrela para o Ford Ka no último teste de colisão do Latin NCAP

Screen Shot 2017-10-25 at 12.47.10

A sexta série de resultados de 2017 do Programa de Avaliação de Veículos Novos para a América Latina e o Caribe, o Latin NCAP, foi apresentada hoje com um resultado extremadamente desapontador para o Ford Ka. Nos últimos testes, o Ka ofereceu um rendimento particularmente baixo a respeito da proteção no impacto lateral, motivo principal da baixa qualificação de estrelas conforme protocolos de avaliação do Latin NCAP vigentes desde 2016 em diante.

O Ford Ka, terceiro veículo mais vendido no Brasil, produzido também no Brasil, ganhou zero estrela no tocante à Proteção do Ocupante Adulto e três estrelas para a Proteção do Ocupante Infantil. O modelo foi originalmente avaliado em um impacto frontal em 2015, conseguindo quatro estrelas para o ocupante adulto. O Latin NCAP fez o teste de impacto lateral visando estimar o resultado de acordo com os novos protocolos de avaliação (2016). O Ka apresentou um desempenho pobre no teste de impacto lateral, mostrando níveis altos de lesões no peito do ocupante adulto, penetração profunda do pilar B no habitáculo e abertura da porta. O Ka não proporciona dispositivos de absorção de energia de impacto lateral em sua estrutura nem no painel interior nas portas. Levando em conta os resultados dos testes, o Ka não foi aprovado conforme a norma básica de proteção contra impactos laterais das Nações Unidas (UN95), obrigatória na Europa desde 1995.

A proteção infantil foi aceitável no teste de batida. Contudo, o modelo não oferece cintos de três pontos em todas as posições, a sinalização de ancoragens ISOFIX é deficiente e não conta com a possibilidade de desligar o airbag do passageiro na hora de instalar um Sistema de Retenção Infantil (SRI) olhando para trás, motivos adicionais para a redução da pontuação. A porta traseira direita foi aberta no teste de impacto lateral, expondo os passageiros crianças a riscos maiores.

O resultado do Ford Ka e válido, também, para o modelo Ford Figo/Aspire comercializado no México, na Costa Rica, em O Salvador, na Guatemala, em Honduras, na Nicarágua e no Panamá.

 

 

Novo VW Polo e Toyota Corolla feitos no Brasil ganharam nota máxima no Latin NCAP

result_faseVIII_set_es

VW POLO

O VW Polo, produzido no Brasil e recém-lançado, ganhou cinco estrelas tanto para a proteção do ocupante adulto como para a do ocupante infantil. O modelo foi avaliado no impacto frontal, no impacto lateral e no impacto lateral de poste. Os airbags de cabeça-tórax apresentaram um rendimento robusto em ambos os impactos laterais. O Controle Eletrônico de Estabilidade (ESC por suas siglas em inglês) cumpre com as condições do Latin NCAP. A respeito da segurança infantil, o Polo respeita a normativa i-size, oferecendo uma boa segurança em impactos para crianças, conta com ancoragens ISOFIX, interruptor para desligar o airbag do passageiro, quando um SRI é instalado aí olhado para trás, e cintos de três pontos em todas as posições, de forma padrão. Portanto, o Polo conseguiu as cinco estrelas para a proteção do ocupante infantil, proporcionando, também, proteção para pedestres, padrão. Isso fez que ganhasse o prêmio Latin NCAP Advanced Award ao oferecer essa característica de segurança tão importante.

VEJA VÍDEO DO VW POLO:

 

GALERIA DE FOTOS VW POLO:

TOYOTA COROLLA

O Toyota Corolla, recém-atualizado, com sete airbags e Controle Eletrônico de Estabilidade de forma padrão, conseguiu as cinco estrelas tanto para a proteção do ocupante adulto como para o ocupante infantil. O modelo, que tinha sido previamente avaliado em 2014 e obtido cinco estrelas para a proteção do ocupante adulto, foi reavaliado conforme o último protocolo do Latin NCAP e auditado em diferentes versões de diversas plantas. O bom desempenho no impacto frontal, no impacto lateral, no impacto lateral de poste e o Controle Eletrônico de Estabilidade, que cumpre com os requerimentos do Latin NCAP, permitiram ao Corolla ganhar as cinco estrelas para a proteção do ocupante adulto. A Toyota demonstrou, mais uma vez, que é possível colocar o dummy de três anos de idade olhando para trás, produzindo benefícios relevantes à proteção infantil no impacto frontal. Assim, alcançava as cinco estrelas para a proteção do ocupante infantil. O Latin NCAP também auditou a versão do Corolla fabricada nos Estados Unidos no impacto frontal, testada em impacto lateral em 2014, apresentando resultados satisfatórios e conquistando as cinco estrelas. A versão fabricada nos Estados Unidos abastece alguns mercados da região. O Corolla também recebeu o prêmio Latin NCAP Advanced Award no tocante à proteção dos pedestres. O resultado do Corolla é válido para todos os Corolla desde setembro de 2017.

VEJA VÍDEO DO TOYOTA COROLLA:

 

GALERIA DE FOTOS TOYOTA COROLLA:

 

Latin Ncap: Resultados muito fracos para o Mobi

Screen Shot 2017-08-01 at 13.17.47.png

A quarta série de resultados de 2017 do Programa de Avaliação de Veículos Novos para a América Latina e o Caribe, o Latin NCAP, acabou de divulgar um decepcionante resultado de zero estrela para a versão de passageiros do Chevrolet N300, apenas uma estrela para o Fiat Mobi e duas estrelas para o Kia New Rio Sedan.

Screen Shot 2017-08-01 at 13.18.14

O Fiat Mobi, produzido no Brasil, ganhou uma estrela para a proteção do ocupante adulto e duas estrelas para a proteção do ocupante criança. O Mobi proporcionou proteção marginal ao peito dos adultos no teste de impacto frontal, estrutura estável nesse impacto, sendo fraca a proteção proporcionada ao peito do adulto no impacto lateral. O desempenho estrutural do Mobi no impacto lateral mostrou uma alta penetração igual que no modelo do Chevrolet Onix, recentemente publicado. A falta de airbags laterais junto com o ruim desempenho estrutural explicam a baixa pontuação obtida. A porta traseira se abriu no teste de batida de impacto lateral, expondo os ocupantes a potenciais riscos. A falta de cintos de segurança de três pontos em todas as posições dos bancos, bem como o fato de não contar com ancoragens ISOFIX padrão, preocupa o Latin NCAP, já que isso limita a instalação dos SRIs.

VEJA O VÍDEO DO TESTE:

 

 

Sobre o  Latin NCAP

O Programa de Avaliação de Carros Novos para a América e o Caribe (Latin NCAP) foi lançado em 2010 para desenvolver um sistema regional independente de testes de colisão de veículos e de qualificação de segurança na região. O Latin NCAP replica programas de testes de consumidores similares desenvolvidos nos últimos trinta anos na América do Norte, na Europa, na Ásia e na Austrália, demonstrando ser muito eficazes no progresso da segurança dos carros. Desde 2010, o Latin NCAP vem publicando os resultados de mais de 60 veículos, em seis fases de teste.

O Latin NCAP agradece o apoio recebido do Global New Car Assessment Programme (Global NCAP), do International Consumer Research and Testing (ICRT), da FIA Foundation, do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e da Bloomberg Philanthropies Global Road Safety Initiative.

O Latin NCAP é membro associado do Global NCAP e apoia o Decênio de Ação das Nações Unidas para a Segurança Viária 2011-2020, especialmente o pilar referido ao veículo do Plano Mundial e à iniciativa Stop the Crash.

Chevrolet Onix, fabricado no Brasil, obteve zero estrela na proteção do ocupante adulto do Latin NCAP

Screen Shot 2017-05-11 at 12.45.54.png

O Programa de Avaliação de Carros Novos para América Latina e o Caribe, Latin NCAP, apresentou a segunda série de resultados de 2017 com um decepcionante resultado de zero estrela para o Chevrolet Onix. O Chevrolet Onix é o carro de maior venda no Brasil, mostrando resultados especialmente ruins a respeito da proteção lateral.

Screen Shot 2017-05-11 at 12.45.46

O Chevrolet Onix fabricado no Brasil, obteve zero estrela na proteção do ocupante adulto e três estrelas em relação à proteção do ocupante infantil. O modelo tinha sido testado em colisão frontal em 2014, ganhando três estrelas para a proteção do adulto. Para avaliar o eventual resultado sob o novo protocolo (2016), foi feito o teste de impacto lateral do modelo. O Onix mostrou um desempenho pobre, já que o teste de impacto lateral evidenciou uma compressão alta no peito do passageiro adulto, divulgando uma alta penetração na estrutura. O Onix não contava com dispositivos de absorção de energia em sua estrutura para impacto lateral, apenas barras nas portas. Considerando esses resultados de testes, o Onix não passaria os requerimentos básicos da regulação para impacto lateral das Nações Unidas (UN95).

A proteção para o passageiro infantil no impacto foi aceitável; contudo, o modelo apenas oferece um cinto de segurança de dois pontos na posição central traseira, carecendo de ancoragens ISOFIX. A porta traseira direita se abriu no teste, expondo as crianças a maiores riscos.

Veja o vídeo do teste:

 

 

 

 

 

VW Golf é o veículo mais seguro produzido no Brasil, de acordo com o Latin NCAP

golf_2

O Volkswagen Golf é o mais seguro veículo fabricado no Brasil, de acordo com novos testes realizados pelo Latin NCAP. Os resultados foram divulgados nesta quarta-feira, 15 de março. Após essa nova rodada de testes, o modelo produzido em São José dos Pinhais (PR) atingiu a pontuação mais alta entre todos os veículos avaliados pelo Latin NCAP, de acordo com a nova metodologia de avaliação, e obteve cinco estrelas na proteção para adultos e crianças, além do prêmio Latin NCAP Advanced por oferecer o recurso de segurança Front Assist.

Dessa forma, o Golf repetiu o excelente resultado obtido pela versão fabricada no México, testada em 2014 (e que também havia mantido as cinco estrelas para adultos e crianças do modelo alemão) – o hatch Volkswagen foi o primeiro carro a receber a classificação máxima no Latin NCAP.

Os testes do Latin NCAP incluem análise de impacto frontal – a 64 km/h contra uma barreira deformável descentrada (40%) –, impacto lateral (contra uma barreira deformável montada em um trenó a 50 km/h contra o veículo) e impacto lateral contra poste – o veículo é lançado lateralmente a 29 km/h em direção a um poste.

A classificação da proteção infantil é oferecida por meio da avaliação do comportamento dinâmico dos sistemas de retenção infantil (as “cadeirinhas de criança”) nos testes frontal e lateral, além da facilidade e segurança na instalação desses dispositivos.

O Golf traz de série conteúdo de itens de segurança de alto nível, compreendendo a robusta estrutura da carroceria, sete airbags, uma combinação de cintos de segurança de última geração, controle de tração e sistema ISOFIX de fixação para “cadeirinhas” infantis.

Prêmio Advanced para Front Assist

Além de obter a classificação máxima na proteção para adultos e crianças, o Volkswagen Golf recebeu também o prêmio Latin NCAP Advanced por oferecer o sistema de monitoramento frontal “Front Assist”. Esse reconhecimento é oferecido desde 2016 pelo Latin NCAP aos modelos “5 estrelas” que dispõem de tecnologias para prevenção de acidentes e mitigação de lesões a pedestres como item opcional ou de série.

O Front Assist funciona com um sensor de radar integrado à frente do veículo, que monitora permanentemente a distância do tráfego à frente. O Front Assist ajuda o motorista em situações críticas pré-condicionando o sistema de freios e alertando o condutor por meio de sinais visual ou sonoro quando for necessária uma reação. Caso o motorista não freie forte o suficiente, o sistema automaticamente gera força de frenagem para tentar evitar uma colisão.

O Front Assist diminui a velocidade do carro de forma que, em condições ideais, as consequências de um possível impacto sejam minimizadas. A função City Emergency Brake (frenagem urbana de emergência) faz parte do Front Assist.

Se for necessário, essa função inicia a aplicação total dos freios para diminuir a gravidade do impacto. Além disso, se o motorista deixar de pressionar o pedal do freio de forma suficiente, o sistema irá ajudar gerando o máximo de força de frenagem.