Novo Cayenne Coupé chega ao Brasil com preços à partir de R$ 459.000

A Porsche Brasil apresentou, entre os dias 27 e 29 de outubro, a nova versão da bem-sucedida linha de utilitários esportivos: o Cayenne Coupé. O carro tem todos os elementos que caracterizam o DNA da empresa alemã: estilo, luxo e esportividade.

Linha de teto com inclinação acentuada cria uma elegância sem rival
As proporções mais dinâmicas combinam com elementos de design exclusivos que dão ao novo Cayenne Coupé um nível de elegância inigualável. “A linha de teto significativamente mais inclinada, que cai para a traseira, faz o Cayenne Coupé parecer ainda mais dinâmico e o posiciona como o modelo com aparência mais esportiva em todo o segmento”, diz Michael Mauer, vice-presidente de Estilo da Porsche. O efeito é reforçado por um defletor aerodinâmico no teto, que marca ainda mais a silhueta diferenciada do Coupé. O para-brisa dianteiro e a coluna A são mais baixos do que no Cayenne, graças ao rebaixamento da borda do teto em torno de 20 milímetros. As portas traseiras e para-lamas redesenhados alargam os ombros do veículo em 19 milímetros, contribuindo para a impressão muscular do conjunto. A placa traseira é integrada ao para-choques, fazendo o veículo parecer mais próximo do chão.

Com seu defletor adaptativo, o atual Cayenne Turbo foi o primeiro SUV a trazer esse tipo de aerodinâmica ativa. O novo Cayenne Coupé aproveita essa iniciativa e dá continuidade a ela. Em todos os modelos Cayenne Coupé, o defletor de teto é combinado a um novo defletor traseiro adaptativo, como parte da Porsche Active Aerodynamics (PAA – aerodinâmica ativa). O defletor – integrado harmonicamente à silhueta deste modelo – se estende 135 mm em velocidades acima de 90 km/h, aumentando a pressão de contato sobre o eixo traseiro, ao mesmo tempo que a PAA aumenta simultaneamente a eficiência.

Conforto na estrada com quatro bancos esportivos
O novo Cayenne Coupé oferece de série amplo espaço a bordo para até quatro pessoas. Na frente, os novos assentos esportivos com oito regulagens com apoios de cabeça integrados oferecem conforto excepcional e ótimo apoio lateral. Na traseira, o Coupé vem equipado de série com um banco com características típicas de bancos individuais. Como alternativa, bancos conforto tipo 2+1 – um equipamento familiar do Cayenne – pode ser especificado sem custo adicional. Os passageiros de trás sentam-se 30 milímetros mais baixo que no Cayenne, o que garante amplo espaço para a cabeça, apesar da silhueta esportiva rebaixada do veículo. A capacidade do bagageiro e de 625 litros – ideal para o uso diário – e pode ser elevada até 1.540 litros quando os assentos traseiros são rebatidos (no Cayenne Turbo Coupé, de 600 para 1.510 litros).

Lançamento no mercado com motores turbo de 340 cv e 680 cv
As linhas altamente dinâmicas e elementos de design exclusivos do novo Cayenne Coupé diferenciam o modelo verdadeiramente. Ao mesmo tempo, ele se beneficia de todos os destaques tecnológicos da terceira geração do Cayenne, que apresenta potentes sistemas de propulsão, sistemas de chassi inovadores, display e conceito operacional digitalizados e uma abrangente conectividade.

No lançamento ao mercado brasileiro serão disponibilizados dois modelos de alto desempenho, o Cayenne Coupé e o topo de linha Cayenne Coupé Turbo S E-Hybrid. O Cayenne Coupé com motor turbo de seis cilindros e três litros de deslocamento tem potência de 250 kW (340 hp) e desenvolve 450 Nm de torque. O pacote Sport Chrono que equipa os veículos de série permite realizar a arrancada de 0 a 100 km/h em 6,0 segundos, tempo que pode cair para 5,9 segundos com os pacotes esportivos de peso leve opcionais. A velocidade máxima do veículo é 243 km/h. 

O topo de linha Cayenne Turbo S E-Hybrid Coupé obtém sua potência de sistema de 500 kW (680 cv) da interação inteligente entre um motor V8 de quatro litros (404 kW/550 cv) e um motor elétrico (100 kW/136 cv) integrado à transmissão Tiptronic S de oito velocidades. O torque máximo do sistema é 900 Nm, disponibilizado logo acima da marcha lenta, de 0 até 100km/h em 3,8 segundos, atinge uma velocidade máxima de 295 km/h. Esse desempenho excepcional se combina a um alto nível de eficiência: o Cayenne Turbo S E-Hybrid Coupé pode rodar até 40 quilômetros sem nenhuma emissão local. O consumo, segundo o ciclo NEDC, é de 3,9 -3,7 l/100 km (combustível) e 19,6-18,7 kWh/100 km (eletricidade).

Ambos modelos estão disponíveis para encomenda na rede de concessionárias Porsche, o Cayenne Coupé tem seu preço público sugerido de R$ 459.000 e o Cayenne Turbo S E-Hybrid em R$ 956.500.

GALERIA DE FOTOS:

Novo Porsche Taycan: O elétrico esportivo

O sedã esportivo de quatro portas é um produto inédito, oferecendo o típico desempenho e conectividade da Porsche com praticidade para o uso diário. Ao mesmo tempo, os métodos de produção e os componentes altamente avançados do Taycan estabelecem novos parâmetros nos campos da sustentabilidade e da digitalização. “Nós prometemos um verdadeiro Porsche para a era da eletromobilidade – um carro esportivo fascinante que não apenas entusiasme por sua tecnologia e dinâmica de condução, mas que também desperte paixão em pessoas de todo o mundo, da mesma forma que fizeram seus legendários precursores. Estamos cumprindo agora essa promessa”, ressaltou Michael Steiner, membro do Comitê Executivo da Porsche AG responsável por Pesquisa e Desenvolvimento.

Os primeiros modelos da nova série são o Taycan Turbo S e o Taycan Turbo. Eles representam a vanguarda da Porsche E-Performance e estão entre os modelos de produção mais potentes que a fabricante de carros esportivos oferece atualmente em sua linha de produtos. Versões menos potentes desses veículos com tração nas quatro rodas virão a seguir, ainda este ano. O primeiro derivado a ser acrescentado à gama será o Taycan Cross Turismo, no final do ano que vem. Até 2022, a Porsche terá investido mais de seis bilhões de euros em eletromobilidade.

O desempenho encontra a eficiência
A versão de topo do Taycan, o Turbo S, pode gerar até 560 kW (761 cv) de potência com overboost e em combinação com o sistema Launch Control, enquanto o Taycan Turbo disponibiliza até 500 kW (680 cv). O Taycan Turbo S acelera de 0 a 100 km/h em 2,8 segundos, enquanto o Taycan Turbo chega à mesma velocidade em 3,2 segundos. O Turbo S tem uma autonomia de até 412 quilômetros e o Turbo pode rodar até 450 quilômetros com uma carga da bateria (segundo a norma WLTP, nos dois casos). A velocidade máxima de ambos os modelos, que têm tração nas quatro rodas, é 260 km/h.

O Taycan é o primeiro veículo de produção com um sistema com 800 volts, em lugar dos costumeiros 400 volts dos carros elétricos. Esta é uma vantagem especial para os condutores do Taycan na estrada: em pouco mais de cinco minutos, a bateria pode ser recarregada usando corrente contínua (CC) provida por uma rede de carga de alta potência, para obtenção de uma autonomia de até 100 quilômetros (norma WLTP). Em condições ideais, o tempo de recarga para atingir 80 por cento de estado de carga (SoC) é 22,5 minutos e a potência máxima de carga (pico) é de 270 kW. A capacidade total da Performance Battery Plus é de 93,4 kWh. Os usuários do Taycan podem recarregar seus carros confortavelmente em casa com até 11 kW de corrente alternada (CA). 

O Porsche Taycan Turbo S e o Porsche Taycan Turbo já estão disponíveis para encomendas e custam respectivamente 185.456 euros e 152.136 euros na Alemanha, incluindo equipamento específico para o país e VAT (imposto sobre valor agregado). No Brasil o modelo está previsto para ser lançado em 2020. 

Design exterior com o puro DNA da Porsche
Com seu design limpo e purista, o Taycan marca o início de uma nova era. Ao mesmo tempo, ele mantém o inconfundível DNA de design da Porsche. Visto de frente, o novo carro parece particularmente largo e baixo, com paralamas com contornos elevados. A silhueta é modelada pela linha de teto esportiva, que tende para baixo na traseira. As seções laterais altamente esculturadas também são características. A esguia cabine, a coluna C recuada e os ombros pronunciados dos para-lamas resultam numa traseira marcante, típica da Porsche. Há elementos inovadores também, como o logotipo Porsche com efeito vítreo, que foi integrado à barra luminosa na traseira. Com um índice Cd partindo de 0,22, a conformação básica aerodinamicamente otimizada dá uma contribuição importante para o baixo consumo de energia e, consequentemente, uma grande autonomia.

Design interior inédito, display digital panorâmico
O cockpit indica o início de uma nova era com sua estrutura objetiva e uma construção totalmente nova. O quadro de instrumentos independente e curvado é o ponto de maior destaque do painel. Ele é claramente focado no eixo de visão do motorista. Uma tela central de informação e entretenimento com 10,9 polegadas e um mostrador opcional para o passageiro são combinados para formar uma faixa de vidro integrada com visual preto. Todas as interfaces com o usuário foram totalmente redesenhadas para o Taycan. O número de controles físicos tradicionais, como interruptores e botões, foi bastante reduzido. Por isso, o controle é inteligente e intuitivo, utilizando operação por toque ou a função de controle por voz, que responde ao comando “Hey Porsche”. 

Com o Taycan, a Porsche está oferecendo pela primeira vez um interior totalmente sem uso de couro. Interiores feitos de materiais reciclados inovadores ressaltam o conceito sustentável do carro esportivo elétrico. “Foot garages” – recuo da bateria na área dos pés, na traseira – garantem conforto na acomodação dos passageiros de trás e permitem a baixa altura do veículo, típica dos carros esportivos. Há dois compartimentos de bagagem disponíveis: o dianteiro, com 81 litros de capacidade, e o traseiro, com 366 litros.

Motores inovadores e uma transmissão com duas velocidades
O Taycan Turbo S e o Taycan Turbo têm dois motores elétricos excepcionalmente eficientes, um no eixo dianteiro e outro no eixo traseiro, o que proporciona ao carro tração nas quatro rodas. Tanto a autonomia como a potência contínua de rodagem são beneficiados pela alta eficiência dessas máquinas, dotadas de sincronia permanente. Cada motor elétrico, transmissão e inversor controlado por pulso é combinado num compacto módulo de impulsão. Os módulos proporcionam a maior densidade de potência (kW por litro de espaço ocupado) de todos os trens de força disponíveis atualmente no mercado. Uma característica dos motores elétricos do Taycan é o enrolamento em forma de grampo das bobinas do estator. Essa tecnologia possibilita incorporar mais cobre ao estator, aumentando a potência e o torque resultantes, mantendo o mesmo volume do componente. A transmissão de duas velocidades instalada no eixo traseiro é uma inovação desenvolvida pela Porsche. A primeira marcha dá ao Taycan uma aceleração ainda maior a partir da imobilidade, enquanto a segunda, com uma relação mais elevada, assegura alta eficiência e reservas de potência igualmente elevadas. Isso também se aplica a velocidades muito altas.

Sistemas de chassi com rede centralizada
A Porsche utiliza um sistema de controle com interligação centralizada para o chassi do Taycan. O sistema integrado Porsche 4D-Chassis Control (Controle de Chassi 4D) analisa e sincroniza todos os sistemas de chassi em tempo real. Os inovadores sistemas de chassi incluem a suspensão pneumática adaptativa com tecnologia de três câmaras, incluindo o controle eletrônico dos amortecedores PASM (Porsche Active Suspension Management – Gerenciamento Ativo da Suspensão), assim como o sistema eletromecânico de estabilização de rolagem Controle Dinâmico Esportivo do Chassi (PDCC Sport – Porsche Dynamic Chassis Control Sport), incluindo o Vetoreamento de Torque Plus (PTV Plus). O controle da tração integral com dois motores elétricos e o sistema de recuperação de energia é único. A até 265 kW, a recuperação potencial de energia é significativamente maior do que a dos concorrentes. Testes de rodagem revelaram que aproximadamente 90 por cento das frenagens no dia-a-dia são realizadas somente pelos motores elétricos, sem que os freios hidráulicos nas rodas tenham sido ativados. 

O perfil dos diferentes modos de condução segue basicamente a mesma filosofia utilizada em outras linhas de modelos da Porsche. Eles são suplementados por ajustes especiais que permitem a utilização otimizada da propulsão exclusivamente elétrica. Quatro modos de condução estão disponíveis: “Range” (alcance), “Normal”, “Sport” e “Sport Plus”. Além disso, os sistemas individuais podem ser configurados conforme desejado no modo “Individual”.

Novo Cayenne Plug-in Hybrid começa a ser vendido no Brasil

Como parte das iniciativas de E-Performance, a Porsche lança no Brasil a nova versão do Cayenne E-Hybrid. Um grande sucesso em sua geração anterior, a pré-venda do novo modelo inicia-se em agosto e a expectativa é de ampliar a participação de mercado com a versão eletrificada da marca, a qual oferece o melhor dinamismo de condução em sua categoria com máxima eficiência. 

Um motor V6 de três litros (250 kW / 340 cv) foi combinado com um motor elétrico (100 kW / 136 cv) para gerar 340 kW (462 cv) de potência. O torque máximo, de 700 Nm, é disponibilizado logo acima da rotação de marcha lenta. A propulsão híbrida plug-in do Cayenne permite a aceleração de 0 a 100 km/h em 5,0 segundos e uma velocidade máxima de 253 km/h. O novo Cayenne E-Hybrid pode percorrer uma distância de 44 quilômetros e alcançar velocidade de 135 km/h usando apenas eletricidade. 

A capacidade da bateria foi significativamente melhorada no Cayenne E-Hybrid, juntamente com a autonomia com eletricidade e as reservas para impulsão: em comparação com o modelo anterior, a capacidade aumentou de 10,8 para 14,1 kWh. Isso equivale a um aumento de aproximadamente 30 por cento. A bateria com resfriamento líquido, alojada sob o assoalho de carga na traseira do carro, consiste de oito módulos de células, cada um deles com 13 células prismáticas de íons de lítio. A bateria de alta voltagem é carregada totalmente em 7,8 horas através de uma conexão de 230 volts e 10 amperes. Se for usado o carregador de bordo opcional de 7,2 kW e uma conexão de 230 volts com 32 amperes como alternativa ao carregador de série de 3,6 kW, a bateria é “preenchida” novamente em apenas 2,3 horas.

Novo módulo híbrido e câmbio Tiptronic S com trocas rápidas
A Porsche reprojetou o trem de força do Cayenne E-Hybrid. O módulo híbrido consiste de uma combinação altamente integrada do motor elétrico com uma embreagem de separação. Diferentemente do sistema eletrohidráulico anterior, com atuador mecânico, a embreagem de separação agora é operada eletromecanicamente, o que garante tempos de reação ainda mais rápidos. A transmissão ganhou o novo câmbio Tiptronic S recentemente desenvolvido para toda a linha Cayenne, com oito velocidades. A caixa de câmbio automática não apenas permite uma arrancada mais confortável e suave, mas também aumenta significativamente a velocidade das trocas de marchas. A interrupção da força de tração durante o processo de troca também foi reduzida ainda mais.

Tração integral ativa permanente e 3,5 toneladas de capacidade de reboque
Com o sistema de Gerenciamento de Tração da Porsche (Porsche Traction Management – PTM), o Cayenne E-Hybrid possui tração ativa permanente nas quatro rodas distribuída através de uma embreagem multidiscos eletronicamente comandada, controlada por mapeamento. Com sua ampla faixa de distribuição de torque, esse sistema proporciona claras vantagens em termos de dinamismo de condução, agilidade, controle de tração e capacidade off-road. Graças ao chassi completamente novo, o Cayenne E-Hybrid proporciona o mesmo dinamismo de condução de carro-esporte disponível em todos os modelos da nova geração do Cayenne. O sistema de gerenciamento ativo da suspensão (Porsche Active Suspension Management – PASM) é disponibilizado de série. Itens opcionais incluem o sistema elétrico de estabilização de rolagem Porsche Dynamic Chassis Control (PDCC) e um engate para reboque para cargas de até 3,5 toneladas.

Novas opções: head-up display e rodas de 22 polegadas de metal leve
Com o lançamento do Cayenne E-Hybrid, a Porsche está expandindo sua gama de sistemas de assistência e itens opcionais para toda a linha, com uma variedade de inovações. Pela primeira vez, o head-up display é oferecido num Porsche: ele projeta todas as informações mais importantes sobre a condução diretamente na linha de visão do motorista, num mostrador totalmente colorido. Outros novos itens agora disponíveis no Cayenne são o copiloto digital inteligente Porsche InnoDrive com controle de velocidade de cruzeiro adaptativo, bancos com massagem, um para-brisa aquecido, aquecimento independente com controle remoto e rodas de 22 polegadas de metal leve.

O preço público sugerido é a partir de R$ 435.000,00.

Porsche apresenta o Cayenne Coupé

S19_1689

A Porsche está ampliando a família Cayenne. Um veículo ainda mais esportivo foi adicionado à terceira geração dessa linha de utilitários esportivos de alto sucesso: o Cayenne Coupé.

Os destaques do novo modelo Cayenne incluem linhas mais marcadas, com uma seção traseira totalmente única, um defletor traseiro adaptativo, bancos traseiros individuais e dois conceitos diferentes de teto: um teto panorâmico de vidro fixo, como equipamento de série, ou um teto opcional de carbono.
As proporções mais dinâmicas combinam com elementos de design exclusivos que dão ao novo Cayenne Coupé um nível de elegância inigualável. O efeito é reforçado por um defletor aerodinâmico no teto, que marca ainda mais a silhueta diferenciada do Coupé. O para-brisa dianteiro e a coluna A são mais baixos do que no Cayenne, graças ao rebaixamento da borda do teto em torno de 20 milímetros. As portas traseiras e para-lamas redesenhados alargam os ombros do veículo em 19 milímetros, contribuindo para a impressão muscular do conjunto.

A placa traseira é integrada ao para-choques, fazendo o veículo parecer mais próximo do chão. Com seu defletor adaptativo, o atual Cayenne Turbo foi o primeiro SUV a trazer esse tipo de aerodinâmica ativa.

O novo Cayenne Coupé aproveita essa iniciativa e dá continuidade a ela. Em todos os modelos Cayenne Coupé, o defletor de teto é combinado a um novo defletor traseiro adaptativo, como parte da Porsche Active Aerodynamics (PAA – aerodinâmica ativa). O defletor – integrado harmonicamente à silhueta deste modelo – se estende 135 mm em velocidades acima de 90 km/h, aumentando a pressão de contato sobre o eixo traseiro, ao mesmo tempo que a PAA aumenta simultaneamente a eficiência.

S19_1691
O novo Cayenne Coupé vem de série com um teto panorâmico fixo de vidro com 2,16 m². A área transparente de 0,92 m² proporciona a todos os passageiros uma extraordinária sensação de espaço, enquanto a persiana retrátil integrada protege contra a exposição ao sol e o frio.

Um teto de carbono estruturado é oferecido para o Coupé como opcional a pedido. A costura central dá a esse teto o visual característico de um carro-esporte, similar ao Porsche 911 GT3 RS. O teto de carbono é oferecido como parte de três pacotes esportivos com baixo peso. Esses pacotes também incluem itens Sport Design e novas rodas GT Design de 22 polegadas com peso reduzido, centro dos bancos em tecido com padrão clássico xadrez e detalhes interiores em carbono e Alcantara.

Para o Cayenne Turbo Coupé, o pacote também inclui um sistema esportivo de escapamento.

O novo Cayenne Coupé oferece de série amplo espaço a bordo para até quatro pessoas. Na frente, os novos assentos esportivos com oito regulagens com apoios de cabeça integrados oferecem conforto excepcional e ótimo apoio lateral.

S19_1687

Na traseira, o Coupé vem equipado de série com um banco com características típicas de bancos individuais. Como alternativa, bancos conforto tipo 2+1 – um equipamento familiar do Cayenne – pode ser especificado sem custo adicional. Os passageiros de trás sentam-se 30 milímetros mais baixo que no Cayenne, o que garante amplo espaço para a cabeça, apesar da silhueta esportiva rebaixada do veículo.

A capacidade do bagageiro e de 625 litros – ideal para o uso diário – e pode ser elevada até 1.540 litros quando os assentos traseiros são rebatidos (no Cayenne Turbo Coupé, de 600 para 1.510 litros).
As linhas altamente dinâmicas e elementos de design exclusivos do novo Cayenne Coupé diferenciam o modelo verdadeiramente. Ao mesmo tempo, ele se beneficia de todos os destaques tecnológicos da terceira geração do Cayenne, que apresenta potentes sistemas de propulsão, sistemas de chassi inovadores, display e conceito operacional digitalizados e uma abrangente conectividade.

S19_1690

No lançamento ao mercado, são disponibilizados dois motores de alto desempenho. O Cayenne Coupé com motor turbo de seis cilindros e três litros de deslocamento tem potência de 250 kW (340 hp) e desenvolve 450 Nm de torque. O pacote Sport Chrono que equipa os veículos de série permite realizar a arrancada de 0 a 100 km/h em 6,0 segundos, tempo que pode cair para 5,9 segundos com os pacotes esportivos de peso leve opcionais. A velocidade máxima do veículo é 243 km/h.

O topo de linha Cayenne Turbo Coupé chega à linha de partida com um motor V8 de quatro litros com duplo turbocompressor, 404 kW (550 cv) e torque máximo de 770 Nm. O Cayenne Turbo Coupé acelera da imobilidade até 100 km/h em 3,9 segundos e tem velocidade máxima de 286 km/h.

GALERIA DE FOTOS:

Novo Porsche 911 chega ao Brasil em maio com preços entre R$ 679.000 e R$ 769.000

PBR19_0005

A Porsche Brasil apresentou nos dias 19 e 20 de março, a oitava geração do icônico Porsche 911. O modelo mantém o seu DNA esportivo, com uma releitura atemporal, porém com toques de modernidade, mais potente, rápido e digital.

O evento de lançamento aconteceu no autódromo Velo Cittá, em Mogi Guaçu. Além do novo 911, também foram apresentadas as sete gerações do esportivo. “Apresentamos para o público brasileiro a oitava geração do nosso esportivo emblemático, que carrega a clássica engenharia minuciosa e inovações tecnológicas.

O novo Porsche 911 materializa a qualidade, o design, velocidade e liberdade que todos os fãs da marca almejam.” revela Andreas Marquardt, diretor-presidente da Porsche Brasil.

Mais velocidade e potência
A nova geração do 911 possui motor horizontal de seis cilindros que gera 450 cv de potência, um acréscimo de 30 cv para a versão anterior. No quesito desempenho o 911 Carrera S chega a 308 km/h em sua velocidade máxima já a versão com tração traseira, Carrera 4S chega a 306 km/h.

A aceleração dos dois modelos também supera a marca da versão anterior, o Carrera S faz de 0 a 100 km/h em 3,7 segundos já o 911 Carrera 4S, precisa de 3,6 segundos para atingir essa aceleração (caso escolha o pacote Sport Chrono esse número cai para 3,4 segundos).

Com relação ao consumo de combustível (NEDC) do 911 Carrera S é de 8,9 l/100 km, enquanto o do Carrera 4 S é 9,0 l/100 km.
PBR19_0009

Design marcante e inconfundível
Os modelos possuem características clássicas em seu design que lembram o estilo das primeiras gerações, como o capô com rebaixo pronunciado, porém não se engane, o novo design exterior enfatiza a performance do esportivo.

A traseira agora tem a mesma largura em todos os modelos, ressaltando a seção central mais esguia. Na frente, a carroceria é 45 milímetros mais larga. Caixas de roda mais largas recobrem as rodas dianteiras de 20 polegadas e as traseiras com 21 polegadas de diâmetro.

Em todos os modelos, a traseira é dominada pelo defletor traseiro com posicionamento variável consideravelmente mais largo e pela elegante faixa luminosa contínua. Fora as seções dianteira e traseira, toda a cobertura exterior da carroceria é feita de alumínio.

O interior completamente novo também foi inspirado nesse resgate as primeiras gerações. O painel possui linhas definidas e retas no painel com os instrumentos embutidos e o conta-giros como peça central do painel.

A tela central do PCM agora tem 10,9 polegadas e pode ser operada rapidamente e sem provocar distração, graças à nova arquitetura. Localizada abaixo dela há uma unidade compacta de interruptores com cinco botões que dão acesso a importantes funções do veículo.
PBR19_0009
Novos sistemas de assistência aumentam segurança e conforto
Pioneirismo mundial: a Porsche desenvolveu um modo Wet (molhado), incluído de série no 911. Essa função detecta água na estrada, pré-condiciona os sistemas de controle para essa condição e alerta o motorista, que pode então regular o veículo para dar uma atenção especial à segurança simplesmente apertando um botão ou utilizando o seletor de modos localizado no volante (no pacote Sport Chrono).

O sistema de alerta e assistência na frenagem, também instalado de série, detecta o risco de colisões com objetos móveis e inicia uma frenagem de emergência se for necessário. O Night Vision Assist (assistente de visão noturna), com câmera de imagens térmica, é oferecido pela primeira vez como opção para o 911.

O controle de velocidade de cruzeiro (piloto automático) adaptativo inclui controle automático de distância, função stop-and-go, proteção reversível dos ocupantes e uma inovadora função autônoma de assistência de emergência.

O valor público sugerido inicial para o novo 911 é de R$ 679.000 para o modelo Carrera S e de R$ 719.000 para o Carrera 4S. Para a versão Cabrio os valores iniciais sugeridos são R$ 729.000 para o 911 Carrera S Cabrio e R$ 769.000 para o 911 Carrera 4S Cabrio. Os modelos já podem ser encomendados nos Porsche Centers de todo Brasil.

GALERIA DE FOTOS:

 

LA Auto Show: Novo Porsche 911

P18_0835_a4_rgb

O Porsche 911 entra em sua oitava geração. O novo 911 celebrou sua estreia mundial na véspera do Salão do Automóvel de Los Angeles, nos Estado Unidos, e continua a estabelecer os parâmetros para uma esportividade exclusiva. Com um visual sem dúvida alguma relacionado com o DNA de design da Porsche, uma aparência muito mais muscular e um interior que inclui um monitor com tela de toque de 10,9 polegadas, o novo 911 é ao mesmo tempo atemporal e moderno. Elementos do chassi e controles inteligentes, assim como sistemas de assistência inovadores combinam o magistral dinamismo sem concessões pelo qual o clássico carro esportivo com motor traseiro é famoso com as exigências do mundo digital.

A próxima geração do motor turbo alimentado horizontal de seis cilindros foi desenvolvida ainda mais e está mais potente do que nunca, com 331 kW (450 cv) nos modelos S. A eficiência foi aumentada por um processo de injeção aperfeiçoado e uma nova disposição do sistema de turbo compressores e resfriamento do ar de admissão. A força é disponibilizada através de uma nova transmissão de dupla embreagem com oito velocidades. Outros destaques incluem os novos sistemas de assistência, que incluem o modo Porsche Wet, que torna ainda mais segura a condução em pistas molhadas, e o Night Vision Assist (assistente de visão noturna) com câmera de imagem térmica, assim como a abrangente conectividade, que agora também inclui a inteligência coletiva. O conteúdo do 911 é completado por três ofertas digitais exclusivas: o aplicativo Porsche Road Trip, para viagens extraordinárias, o assistente pessoal Porsche 360+ e o calculador de emissões baseado na rede Porsche Impact, para neutralizar sua pegada de carbono individual.

Modelos Carrera S começam com 450 cv
O motor horizontal de seis cilindros do 911 Carrera S* e do 911 Carrera 4S agora gera 331 kW (450 cv). Isto corresponde a um acréscimo de 22 kW (30 cv) em relação ao modelo anterior. Os dois modelos 911 superam a marca de quatro segundos para a aceleração de 0 a 100 km/h: com tração traseira, o Coupé precisa de 3,7 segundos, enquanto o 911 Carrera 4S, com tração nas quatro rodas, de apenas 3,6 segundos. Isto torna ambos os carros 0,4 segundos mais rápidos que os modelos anteriores correspondentes. Essa vantagem é aumentada por mais 0,2 segundos com o pacote opcional Sport Chrono. As velocidades máximas agora são 308 km/h (911 Carrera S) e 306 km/h para a versão com tração nas quatro rodas. O consumo de combustível (NEDC) do 911 Carrera S é de 8,9 l/100 km, enquanto o do Carrera 4 S é 9,0 l/100 km.

P18_0842_a4_rgb
Clareza no design, identidade inconfundível
O design exterior é completamente novo e enfatiza o salto na performance do 911 da geração 992. Caixas de rodas significativamente mais largas recobrem as rodas dianteiras de 20 polegadas e as traseiras com 21 polegadas de diâmetro. A traseira agora tem a mesma largura em todos os modelos, ressaltando a seção central mais esguia. Na frente, a carroceria é 45 milímetros mais larga. A integração fluida das maçanetas elétricas embutidas nas portas reforça o contorno lateral suave e gradual. Entre os novos faróis de LED, um capô com um rebaixo pronunciado evoca o design das primeiras gerações do 911. Em todos os modelos, a traseira é dominada pelo defletor traseiro com posicionamento variável consideravelmente mais largo e pela elegante faixa luminosa contínua. Fora as seções dianteira e traseira, toda a cobertura exterior da carroceria é feita de alumínio.

O interior completamente novo se caracteriza pelas linhas definidas e retas do painel, com os instrumentos embutidos. A inspiração para esse aspecto vem dos modelos 911 dos anos 1970. Dos lados do conta-giros central – uma característica típica da Porsche – dois estreitos displays fornecem informações para o condutor. A tela central do PCM agora tem 10,9 polegadas e pode ser operada rapidamente e sem provocar distração, graças à nova arquitetura. Localizada abaixo dela há uma unidade compacta de interruptores com cinco botões que dão acesso a importantes funções do veículo. Em termos de digitalização, o 911 avança para o futuro com conectividade permanente, assim como novas funções e serviços. Os itens do PCM incluem navegação online* baseada em inteligência coletiva, assim como o Porsche Connect Plus.

P18_0874_a4_rgb

Novos sistemas de assistência aumentam segurança e conforto
Pioneirismo mundial: a Porsche desenvolveu um modo Wet (molhado), incluído de série no 911. Essa função detecta água na estrada, pré-condiciona os sistemas de controle para essa condição e alerta o motorista, que pode então regular o veículo para dar uma atenção especial à segurança simplesmente apertando um botão ou utilizando o seletor de modos localizado no volante (no pacote Sport Chrono). O sistema de alerta e assistência na frenagem, também instalado de série, detecta o risco de colisões com objetos móveis e inicia uma frenagem de emergência se for necessário. O Night Vision Assist (assistente de visão noturna), com câmera de imagens térmica, é oferecido pela primeira vez como opção para o 911. O controle de velocidade de cruzeiro (piloto automático) adaptativo inclui controle automático de distância, função stop-and-go, proteção reversível dos ocupantes e uma inovadora função autônoma de assistência de emergência.

O 911 Carrera S custa a partir de 120.125 euros na Alemanha e o 911 Carrera 4S, a partir de 127.979 euros, incluindo VAT (imposto por valor adicionado) e equipamento específico para o país. Os novos modelos já podem ser encomendados. No Brasil o novo modelo estará disponível em 2019 a partir de segundo semestre.

Aplicativos digitais: “Road Trip”, “360+” e “Impact”*
O aplicativo “Porsche Road Trip” auxilia os entusiastas por carros a planejar, organizar e navegar em viagens especiais. Os roteiros orientados que ele propõe incluem recomendações exclusivas de hotéis e restaurantes, assim como pontos de interesse e locais de observação ao longo do caminho.

O “Porsche 360+” tem o objetivo de permitir que o cliente desfrute a experiência Porsche mesmo longe do veículo. O coração do “Porsche 360+” é um assistente pessoal de estilo de vida, à disposição dos usuários dia e noite. O assistente tem como objetivo tornar a vida diária mais fácil e viabilizar experiências exclusivas.

O “Porsche Impact” é um calculador de emissões. Ele calcula as contribuições financeiras que os clientes da Porsche podem fazer para anular sua pegada de CO2. Eles podem escolher pessoalmente os projetos climáticos internacionais certificados para investir. Os projetos disponíveis estão espalhados por todo o mundo e têm foco na energia eólica, hidráulica e solar, além da proteção das florestas.

*Itens não disponíveis no mercado Brasileiro.

GALERIA DE FOTOS: