Salão de Genebra: MINI Cooper S E Countryman ALL4

P90240782-highRes

O primeiro modelo híbrido plug-in da marca premium britânica conquista as ruas em 2017 – o modelo altamente versátil para ambientes urbanos e fora de estrada agora oferece opção de mobilidade puramente elétrica e, portanto, livre de emissões.

O divertimento ao volante que apenas um MINI é capaz de proporcionar acaba de adentrar a uma nova dimensão – eletrificada, praticamente silenciosa e com uma emocionante entrega de energia gerada espontaneamente e totalmente livre de emissões de CO2. O modelo mais espaçoso e versátil da marca premium britânica passa a ser também um pioneiro em termos de mobilidade eficiente e sustentável. O primeiro veículo híbrido plug-in da MINI oferece não somente uma agilidade esportiva no asfalto ou fora dele, mas também a possibilidade de uma condução puramente elétrica e zero-emissões. O MINI Cooper S E Countryman ALL4 será disponibilizado nas concessionárias da Europa a partir do dia 24 de junho de 2017.

 O sistema híbrido do MINI Cooper S E Countryman ALL4 agrega um motor elétrico associado a outro, a combustão, movido a gasolina, de três cilindros, dotado de tecnologia MINI TwinPower Turbo. Juntos, eles geram uma potência de 224 cv, o que permite ao veículo uma aceleração de 0 (zero) a 100 km/h em apenas 6,8 segundos. A potência do motor a combustão, por sua vez, é transmitida às rodas dianteiras com o auxílio de uma transmissão automática Steptronic, de seis marchas. Já o gerador elétrico movimenta o eixo traseiro por meio de uma caixa de câmbio monofásica de duas marchas. A interação entre as duas unidades de força é inteligentemente gerenciada criando um sistema de tração eletrificado capaz de otimizar a agilidade e estabilidade na estrada, bem como proporcionar dirigibilidade em pisos com pouca aderência ou coberto de neve.

 No uso diário, os modos de condução inteligente do MINI Cooper S E Countryman ALL4 oferecem uma experiência de condução híbrida intensa. Ao acionar o veículo, apenas o motor elétrico entra em funcionamento assegurando uma partida praticamente silenciosa. E como é típico dos motores eletrificados, o torque total é disponibilizado imediatamente. Uma vez que o veículo atinge os 80 km/h, a unidade a combustão entra em ação de maneira suave e o seletor eDrive permite que o motorista continue conduzindo o veículo no modo puramente elétrico caso haja necessidade. Basta selecionar o modo MAX eDrive e o MINI Cooper S E Countryman ALL4 é capaz de atingir velocidades de até 125 km/h, sem emissões. Neste caso, ele é capaz de rodar a uma distância de até 40 quilômetros. A energia necessária para isso é armazenada em uma bateria de íons de lítio de alta tensão instalada debaixo dos assentos traseiros. Ela pode ser recarregada em uma tomada convencional doméstica ou, com a ajuda de um dispositivo de carregamento rápido wallbox ou em uma estação pública de carregamento. O carregamento leva de 2h15 a 3h15 para ser concluído.

 A eficiência e a potência de tração do motor elétrico, sua interação gerenciada de forma inteligente juntamente com o motor a gasolina e a qualidade premium e a confiabilidade de todos os componentes do sistema híbrido são frutos da tecnologia eDrive desenvolvido pelo BMW Group. A bateria de alta tensão vem com uma garantia de seis anos ou 100.000 quilômetros rodados.

 O MINI Cooper S E Countryman ALL4 combina seu sistema de condução progressiva com o conceito de espaço versátil ao estilo de design da mais recente gama de modelos MINI. A capacidade volumétrica do porta-malas do veículo é de 405 litros, podendo ser ampliada para 1.275 l, com os encostos dos bancos traseiros rebatidos. Além disso, o Countryman ALL4 possui uma ampla oferta de itens de série, entre eles volante esportivo de três raios, pacotes de personalização MINI Driving Modes e sistema de navegação MINI, incluindo dispositivo de infotainment MINI Visual Boost, com display colorido de 6,5 polegadas no centro do painel.  Adicionalmente, o MINI Cooper S E Countryman ALL4 exibe elementos que o distinguem dos outros integrantes da família MINI, como o emblema com a letra “E” instalado na grade frontal e as saídas de ar laterais, bem como as soleiras de porta que trazem a tradicional letra “S”, neste caso em amarelo. Há ainda rodas de liga leve de 17 polegadas Light Spoke exclusivas para o modelo elétrico. Por dentro, itens específicos para o híbrido e o seletor eDrive identificam o modelo.

Salão de Genebra:Novo Audi e-gas: combustível oferece redução de 80% de CO2

A158355_medium.jpg

A158355_medium.jpg

A Audi apresenta uma novidade muito sustentável: a fabricante oferece o Audi e-gas, um combustível com baixa emissão, que irá abastecer, inicialmente, o A3 Sportback g-tron – a oferta será padrão para os clientes do modelo, ou seja, eles poderão utilizar o e-gas pelo preço normal do gás natural. Com isso, a Audi está reduzindo as emissões de CO2 da frota do g-tron, quando os carros rodam com o e-gas, em 80%. Durante o segundo semestre, a marca irá ampliar a oferta para outros dois modelos: o A4 Avant g-tron e o A5 Sportback g-tron.

 Comparada com um modelo movido a gasolina com a mesma performance, o Audi g-tron reduz as emissões de CO2 em cerca de 80% graças ao combustível verde Audi e-gas. Ele é produzido usando energia renovável proveniente da água e CO2 ou de resíduos orgânicos como palha e resíduos de plantas. Durante sua produção, o Audi e-gas libera exatamente a quantidade de CO2 que é emitida pelo carro durante a combustão. Com início imediato, os clientes que encomendarem o A3 Sportback g-tron até 31 de maio de 2018 terão acesso ao suprimento desse combustível por três anos como parte de um pacote de série. “Essa oferta é o nosso próximo passo na neutralização do clima, na mobilidade do futuro. Nossa promessa aos clientes é: sem compromisso.

Os modelos g-tron são esportivos, sofisticados e progressistas – como todo Audi. E, com o Audi e-gas, eles impactam menos nas questões do clima”, destaca Dietmar Voggenreiter, Membro do Conselho para Gestão de Vendas e Marketing da AUDI AG.A Audi e seus parceiros estão produzindo o Audi e-gas por meio de uma série de processos e equipamentos na Alemanha, assim como em outros países europeus.

Entre outros lugares, a marca obtém o e-gas a partir de sua própria instalação de energia em Werlte, cidade localizada no estado da Baixa Saxônia. O processo usa principalmente eletricidade verde para operar três eletrolisadores, que separam o oxigênio e o hidrogênio da água. No processo de metanização que se segue, o hidrogênio reage com CO2. Isso produz metano sintético – o Audi e-gas.

O combustível alimenta a rede europeia de gás natural comprimido (CNG) e substitui a quantidade de gás natural que o modelo g-tron consome no New European Driving Cycle (NEDC).Os consumidores podem abastecer os modelos g-tron em qualquer estação de CNG e pagar o preço cobrado por um combustível regular. Ao disponibilizar o e-gas na rede de gás natural, a Audi trabalha nos bastidores para garantir os benefícios ecológicos do programa, incluindo a redução das emissões de CO2. Cartões de abastecimento não são mais usados como opção de pagamento.

Em vez disso, a Audi calcula automaticamente a quantidade utilizada com base em dados coletados dos carros. A TÜV SÜD, empresa alemã de testes e certificações, monitora e valida o processo. Clientes que possuem carros da linha Audi g-tron recebem um documento que confirma que os carros estão sendo abastecidos com o Audi e-gas e informa sobre a certificação.A família de modelos g-tron continuará a crescer neste ano.

Além do A3 Sportback g-tron, a Audi terá em breve mais modelos movidos a CNG no mercado. O A4 Avant g-tron e o A5 Sportback g-tron serão lançados em breve. Ambos serão equipados com motor 2.0 TFSI de 170 cv.

O módulo de abastecimento, que consiste em quatro tanques de gás com uma capacidade total de 19 quilogramas e um tanque de gasolina de 25 litros, permite um alcance de até 500 km rodando apenas com GNC puro. No modo combinado, a autonomia pode chegar a 950 km.

Salão de Genebra: Fittipaldi EF7

fittipaldi-ef7-3

O projeto do Fittipaldi EF7  foi mostrado ao grande público no Salão de Genebra, e resulta da colaboração entre o estúdio de design italiano Pininfarina, engenharia alemã da HWA (um “spin off” da AMG, com historial associado à competição) e do antigo campeão de F1 e Fórmula Indy, Emerson Fittipaldi. O Fittipaldi EF7 Vision Gran Turismo, que fará parte do jogo de console Gran Turismo, é um modelo de competição com carroceria e chassis em fibra de carbono, que pesa por volta dos 1000 kg. Além disso, possui dois diferenciais autoblocantes mecânicos. 

O esportivo tem  tração traseira , o primeiro produto da nova marca Fittipaldi Motors tem um motor V8 4.8 naturalmente aspirado desenvolvido especificamente para este carro pela HWA, e rende 500 cv e capaz de atingir o “redline” às 9000 rpm, funcionando em conjunto com uma caixa sequencial de seis velocidades (integrada na estrutura). O preço ainda não foi divulgado, mas os compradores, além de poderem escolher a um extenso leque de opções de personalização, terão direito a aulas de direção do próprio Fittipaldi e a um programa de treino. A juntar a isso, serão organizados track days em diversos circuitos do mundo.

Salão de Genebra: Mitsubishi Eclipse Cross

mitsubishi_eclipse_cross_0

No Salão de Genebra A Mitsubishi anunciou a volta  do nome Eclipse à sua linha de modelos. O modelo de produção, que deve chegar à Europa entre o final de 2017 e início de 2018, deriva do XR-PHEV II Concept de 2015, sendo um modelo para se situar entre o ASX e o  Outlander. O nome completo do novo SUV de segmento C é Eclipse Cross.

 Eclipse é uma referência ao modelo que a Mitsubishi teve entre 1989 e 2012, e Cross é uma alusão aos SUV. O Eclipse Cross é um modelo de linha de cintura alta, com uma grade proeminente ladeada por frisos cromados, segundo o design “Dynamic Shield” da marca. A traseira é dominada por lanternas sobrelevados, com as luzes de LED numa faixa transversal. 

Nos motores, a marca anuncia um 1.5 turbo a gasolina (ainda sem potência anunciada) acoplada a uma caixa CVT com oito velocidades. Nos Diesel, o conhecido 2.2 está disponível, servido por uma nova caixa automática de oito. O Eclipse Cross tem tração integral controlada eletronicamente.

mitsubishi_eclipse_cross_4mitsubishi_eclipse_cross_1

Salão de Genebra: Porsche 911 GT3

2114322_911_gt3_2017_porsche_ag.jpg

Apresentado no Salão de Genebra, a nova geração do radical 911, combina uma condução cotidiana com a de pista. O motor  aspirado naturalmente com 368 kW (500 hp), o consumo de combustível combinado 12,7-12,9 l / 100 km, as emissões de CO2 288-290 g / km) permanece praticamente inalterado em relação ao 911 GT3 Cup.

O chassi redesenhado  e a construção leve  são especificamente sintonizados para converter a potência do motor em dinâmica de condução superior. Desenvolvido na mesma pista de teste e fabricado na mesma linha de produção que os carros de corrida, a tecnologia de automobilismo da Porsche foi mais uma vez incorporada a um carro esportivo aprovado para a estrada.

 

 

Salão de Genebra: Honda NeuV elétrico

Honda NeuV Concept

O Honda NeuV é um protótipo puramente elétrico, com uma experiência única e um “motor emotivo” da mais recente tecnologia, com capacidade de aprendizagem acerca do seu condutor. O protótipo NeuV (pronunciado em inglês “new­vee”, que significa New Electric Urban Vehicle – Novo Veículo Eléctrico Urbano) foi concebido para tirar partido do fato de os veículos particulares ficarem parados 96% do tempo.

Um painel de comandos por toque permite ao condutor e ao passageiro utilizarem às experiências  do NeuV de uma forma simples e funcional. A fantástica visibilidade  é conseguida graças ao amplo pára­brisas panorâmico e a uma linha de cintura  que torna mais simples todas as manobras. A entrada e a saída no veículo são o mais fáceis possível, mesmo nos lugares de estacionamento mais apertados, graças ao painel lateral completo que abre para fora e para trás criando uma abertura de grandes dimensões.

O NeuV tem dois lugares, com espaço atrás para bagagem e também para o protótipo de scooter eléctrica “Kick ‘n Go”. Este protótipo de scooter foi inspirado na scooter original da Honda com o mesmo nome lançada na década de 1970.

 

Salão de Genebra: Honda Civic Type R

2017 Civic Type R

A Honda apresentou o novíssimo Civic Type R no Salão Automóvel de Genebra de 2017. Este novo modelo vem dar continuidade à tradição da Honda em desenvolver e fabricar hatchbacks com altas performances e representa a derradeira expressão de pureza dinâmica deste segmento.

O “coração” VTEC TURBO de 2.0 litros da anterior geração do multi­galardoado Type R foi optimizado e refinado e agora oferece 320 CV, com 400 N·m de pico de binário. As respostas ao acelerador e a maneabilidade foram também melhoradas, graças à melhoria do controlo do motor.

2017 Civic Type R

O novo Type R usa a carroceria de baixo peso e maior rigidez do novo Civic hatchback e em comparação com o anterior Type R, a rigidez torcional aumentou 38%.

A suspensão dianteira MacPherson do Civic hatchback “normal” foi revista com uma nova geometria, a fim de minimizar o esforço sobre a direção e maximizar a condução esportiva. Na traseira, o novo sistema de suspensão independente de braços múltiplos do modelo standard foi melhorado pela utilização de braços de suspensão únicos e de elevada rigidez.

O novo Type R possui um conjunto de complementos aerodinâmicos mais abrangente do que o modelo anterior, incluindo uma parte inferior da carrocceria mais suave, spoiler inferior, spoiler traseiro de baixo peso e geradores de vórtices na parte traseiro da linha do teto.

A produção do novo Civic Type R foi antecipada para ser iniciada no Verão de 2017 na fábrica Honda no Reino Unido em Swindon .

O Type R será exportado para toda a Europa e para outros mercados em todo o mundo, incluindo o Japão e os EUA. A sua chegada à América do Norte marcará a primeira vez que um modelo com emblema Type R eserá vendido por lá.

Salão de Genebra: Novo Nissan Qashqai

426184535_The_new_Nissan_Qashqai_01_5.jpg

A Nissan revelou hoje o novo crossover Qashqai, com realce significativo do caráter premium do carro. As atualizações se concentram em um novo e moderno design exterior, níveis mais elevados de qualidade interior e melhor performance ao volante.

Novas tecnologias da Mobilidade Inteligente da Nissan também foram adicionadas, seguindo o objetivo contínuo da Nissan de zero emissões e zero fatalidades. O novo Qashqai estará disponível com a tecnologia de condução autônoma ProPILOT durante ainda durante o ano de 2017. O sistema é capaz de controlar direção, aceleração e frenagem em uma única faixa nas rodovias. Isso proporcionará aos consumidores uma condução mais confiante, maior controle e maior liberdade durante o congestionamento pesado e viagens em velocidades mais altas.

Melhorias no interior

Novo Nissan Qashqai: melhorias superiores que reforçam os 10 an

O apelo premium do novo Qashqai é ainda mais presente na cabine, com um desenho incrementado, materiais de alta qualidade e tecnologia avançada que colocam novamente o Qashqai na primeira posição entre os mais desejados do segmento.

A configuração topo de linha Tekna+ é uma das novidades e inclui assentos revestidos com couro de alta qualidade, com um luxuoso efeito tridimensional na parte central.

O novo volante multifuncional tem base reta, com detalhes cromados premium. Vem com controladores intuitivos das informações exibidas no painel central, para que o motorista fique cada vez menos tempo com os “olhos fora da estrada”.

Novo Nissan Qashqai: melhorias superiores que reforçam os 10 an

A central multimídia NissanConnect, completa, com rádio digital e navegação por satélite, agora possui uma nova e inteligente interface de usuário.

Uma nova opção para os fãs de música é um sistema de som premium de sete alto-falantes BOSE. Para os clientes, representa uma experiência de áudio mais completa, além da oportunidade de personalizar a sonorização do carro.

Atualizações externas

Novo Nissan Qashqai: melhorias superiores que reforçam os 10 an

Para complementar os upgrades na parte interna, o exterior do Qashqai se beneficia de um novo design, com mais sofisticação e um estilo “premium dinâmico”. Os aprimoramentos incluem a dianteira do carro completamente redesenhada, trazendo a grade “V-motion” para o Qashqai.

Novo Nissan Qashqai: melhorias superiores que reforçam os 10 an

O para-choques e o capô são novos, com conjunto óptico revisto e maior diferenciação de estilo entre as luzes de halogênio e as lâmpadas LED. Cada uma também recebe uma nova versão da assinatura do “bumerangue”nas luzes de circulação diurna. As luzes dianteiras redesenhadas ampliam o apelo premium do novo Qashqai, enquanto os faróis adaptativos melhoram a segurança durante a noite.

Novo Nissan Qashqai: melhorias superiores que reforçam os 10 an

Na parte traseira, as inconfundíveis lanternas em forma de “bumerangue” incluem agora um efeito 3D que realça a forma da assinatura.

A paleta de cores do Qashqai também tem novidades que aumentam as credenciais premium do carro, com dois novos acabamentos vibrantes: o azul, chamado “Vivid Blue”, usado no carro revelado durante o Salão de Genebra, e o “Chestnut Bronze”.

Salão de Genebra: Bentley EXP 12 Speed 6e Concept

EXP 12 Speed 6e - Exterior Rear 3qtr Scene

A pressão sempre presente exercida pelo aumento da economia de combustível e padrões de emissões está forçando as montadoras em todo o mundo a rever suas tradicionais linhas de motor. A fim de avaliar o interesse dos clientes, Bentley trouxe a EXP 12 Speed 6e, um conversível totalmente elétrico.

A Bentley acredita que qualquer veículo elétrico  deve ser tão eficaz quanto o modelo equivalente a gasolina. Isso significa viajar de Londres para Paris ou Milão para Mônaco em uma única carga.

O interior da EXP 12 Speed 6e é futurista e como todo Bentley conta com couro de alta qualidade. O volante com base achatada usa elementos de vidro embutidos com vários botões e controles.

EXP 12 Speed 6e - Exterior Front 3qtr Studio

Quando em movimento, há um grande “6” que se ilumina dentro da grade. O design é semelhante ao protótipo do Continental GT.

Será interessante ver como os clientes recebem o conceito. A Rolls-Royce mostrou um  veículo semelhante há algum tempo e não mostrou uma boa recepção por parte dos clientes, mas os dois fabricantes de automóveis têm uma base diferente de clientes.

Salão de Genebra: Mercedes-AMG GT Concept Hybrid

AMG Future Performance: Sportwagen-Marke präsentiert Hybrid-Showcar: Mercedes-AMG GT Concept – Driving Performance der Zukunft

 

Na onda dos carros elétricos, o Mercedes-AMG GT Concept surge como o 3º modelo completamente desenvolvido pela AMG.

Mas o melhor é o seu desempenho com motor hibrido, um motor elétrico independente no eixo traseiro, combinado com um motor de combustão V8 de 4.0 litros e baterias de desempenho ultra-leve, menores e mais leves do que as baterias híbridas comuns, geram uma potencia combinada  que excede 800 HP.

A carga da bateria em movimento é fornecida através da recuperação do freio. O motor convencional garante que o nível de energia nunca fique abaixo de um certo limite. É o primeiro carro AMG a usar o EQ-Power, uma tecnologia que veio da Fórmula 1, e que a Mercedes está planejando estender para toda a sua gama híbrida em um futuro próximo.

O AMG  4MATIC +  também é alimentado pelo motor elétrico. O sistema dirige as rodas traseiras diretamente e tem o efeito de um reforço adicional. Além disso, de acordo com o princípio de Torque Vetorial, cada roda pode alocar o  torque individualmente.

Três modos de funcionamento podem ser pré-selecionados através da unidade de acionamento elétrico: o AMG GT Concept que permite   usar apenas o sistema elétrico ou apenas  o motor a combustão, ou a combinação de ambas as fontes de unidade como um híbrido.

Você provavelmente esperaria silêncio de um carro alimentado por um sistema híbrido. Bem, o Mercedes-AMG GT Concept uivou e rosnou no palco de Genebra.

O super poderoso cupê de 4 portas é um predador genuíno, definido para correr de 0 a 100 km / h  em menos de 3 segundos.

AMG Future Performance: Sportwagen-Marke präsentiert Hybrid-Showcar: Mercedes-AMG GT Concept – Driving Performance der Zukunft

Na parte dianteira o carro apresenta desenho ainda nao visto na linha Mercedes, possui a grade de radiador Panamericana, típica dos últimos modelos AMG, com a estrela de três pontas suportada pelas lâminas verticais finas, com entradas de ar bem abertos e elementos aerodinâmicos ativos para um melhor fluxo de ar.

E falando de luzes, o AMG GT Concept  é o primeiro veículo da empresa a vir com o laser “nano tecnologia de fibra ativa”, com multi-camadas de componentes de alta tecnologia. O efeito de iluminação 3D proporciona ao AMG GT Concept uma assinatura única de luz. A luz indicadora de mudança de direção está montada no canto superior, com uma seqüência rápida em série (“indicador luminoso intermitente”). Duas luzes tubulares da haste fornecem a luz necessária para a superfície da estrada na frente do carro.

AMG Future Performance: Sportwagen-Marke präsentiert Hybrid-Showcar: Mercedes-AMG GT Concept – Driving Performance der Zukunft

O conceito vem com uma linha de perfil específica para os coupes, como o teto que desliza harmoniosamente  para a traseira, dando espaço para um novo conjunto de portas traseiras como um típico coupé. Nenhuma das portas vem com alças convencionais, mas com tecnologia baseada em sensores. As colunas  traseiras largas e os arcos de roda alargados reforçam as proporções musculares do GT.

AMG Future Performance: Sportwagen-Marke präsentiert Hybrid-Showcar: Mercedes-AMG GT Concept – Driving Performance der Zukunft

Surpreendentemente, assim como o cupê mais longo do mundo, o Mercedes-Maybach 6 Concept, o GT Concept não possui espelhos laterais. que foram substituidas por  câmeras exteriores  montadas nas asas da frente.

Já as lanternas traseiras são extremamente estreitas e o escapamento único integrado em um difusor de ar de fibra de carbono  destaca o carácter esportivo da família GT.

AMG Future Performance: Sportwagen-Marke präsentiert Hybrid-Showcar: Mercedes-AMG GT Concept – Driving Performance der Zukunft

As rodas multi-spoke vêm com o freio de composto cerâmico de alta performance AMG. As pinças de freio são pintadas em uma cor de bronze.